Quinta - 14/agosto

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quinta - 14/agosto

Mensagem por tiagovip em Qui Ago 14, 2014 8:33 pm

Olá, pessoas!

Nesta quinta eu iria ao Pinhão, mas avisaram-me que o lugar estava às moscas, e com as mesas tomadas por alunos horrendamente estudando, um absurdo para o qual mal encontro palavras. Espero que a PUC consiga resolver essa situação bisonha: espaço de faculdade é para jogar! Estude na sala de aula, seus merdas. Enfim, daí o Jorge e o Gustavo vieram aqui em casa e o que jogamos foi:

Dungeon Roll (Gustavo e eu) - enquanto o Jorge recebia, em casa, sua novíssima geladeira com TV 3D e comando de voz, o Gustavo e eu jogamos o Dungeon Roll. O Gustavo foi com a Líder de Guilda (Guild Leader) e eu com o Batedor (Scout). Na primeira investida, o Gustavo foi bem pacas, como nas duas outras, mantendo sempre um padrão: ia até o 5o nível, então batia no dragão e ia embora. Na primeira ele foi melhor ainda porque rolei uma porção de baús. Em minha primeira investida, ele não devolveu o favor, e não rolou 1 baú sequer. Consegui só chegar até o 4o nível e sair de mãos abanando. Nas duas outras, melhorei e consegui tesouros, principalmente na última investida, onde, após usar um pergaminho, acabei ficando com um nível só de baús. Tendo completado um par de escamas de dragão (morto pela Líder de Guilda, certamente, já que eu nem relei em um), acabei na frente, com 25 XP, contra 24 do Gustavo;

Zombies!!! (Jorge, Gustavo e eu) - houve um tempo em que este era um de nossos esteios no mundo dos jogos de tabuleiro. Ah, o quanto o Cássio se irritava nele. Vários momentos hilários. Agora, não dá mais para jogar ele com o pessoal das sextas, afinal, não há tanto controle, rola-se dado para andar e matar zumbis, tem "tome isso" aos montes, etc. Mas, entre os saudosos, ele tem vez, e veio para a mesa. Começamos com cada um indo para lados diferentes. O Jorge ia bem, e eu ainda melhor, matando vários zumbis sem nem mexer em minha munição, enquanto o Gustavo sofria e eventualmente teve seu cara da escopeta morto. O Jorge não durou muito mais, e também morreu. Eu estava firme na atividade de matar zumbis, porém encontrei, depois de gastar munição para matar um par de super-zumbis, um zumbi normal, mas lazarento de resistente, e igualmente morri.

O Gustavo, então, mudou de direção, e foi para o norte, o Jorge tornou a ir para o leste, enquanto eu segui para também para o norte, porém, virei para noroeste e o Gustavo foi para o nordeste da cidade. No leste, o Jorge achou uma farmácia, porém teve que brigar muito para chegar nela e nem conseguiu, antes de morrer de novo. No nordeste, o Gustavo achou umas boas lojas para pilhar e encontrou uma motosserra, com pouco combustível - boa para um uso. No noroeste achei algumas estações de metrô onde somente os mortos estavam e tive que brigar com uns zumbis parrudos e morri de novo. 

Voltando ao começo, o Jorge insistiu no leste e eu fui para o sul. Desta vez o Jorge chegou na farmácia e pilhou tudo por lá, saindo carregado de kits de primeiros-socorros (e vidas extras). No sul encontrei a loja de esportes, o que é uma benção, já que havia lá um monte de munição e eu tinha ainda uma carta que me dava mais três, deixando-me, sei lá, com umas dez munições. Venha, zumbizada, venha! No nordeste, o Gustavo encontrou o banco - ele olhou para dentro, viu tudo tomado por zumbis, e deu as costas ao lugar... apenas para poder pegar sua motosserra! Ao som do rosnado da motosserra, o Gustavo entrou no banco e destruiu tudo ali que se movia, saindo pingando tripas, mas, pegando as armas e munição dos guardas mortos, estava bem preparado. Neste ponto, todos estávamos entre 16 a 18 zumbis, bem armados e com uma boa quantidade de vida.

O Gustavo encontrou a estação dos bombeiros, também pululando de zumbis, mas cheia de remédios e armas. Tomei o movimento dele para mim, e usei para limpar uma loja de zumbis e me comecei a voltar para o centro da cidade - chega de fugir, agora era tocar o terror nos zumbis. Só que o Jorge fez isso antes - injetou adrenalina em si, ficou loucão e saiu correndo pela cidade (teve 12 de movimento), destruindo zumbis até na colherada. Então alcançou os 25 zumbis mortos e venceu a partida!;

Haggis (Gustavo, Jorge e eu) - o Gustavo lembrava-se um pouco da última partida, por isso jogamos uma rodada de "treino", na qual o Gustavo arrasou e consideramos ele bem lembrado de tudo. Valendo, ele fez exatamente o mesmo, e arregaçou na 1a rodada, fazendo 52 pontos, contra 22 meus e 11 do Jorge. Já na segunda rodada, eu apostei no Gustavo e este em si mesmo, só que o Jorge é que passeou e disparou para 98 pontos, contra 59 do Gustavo e 48 meus. Após duas mãos sem apostas, em que me mantive firme em último, apostei 15 de novo, agora em mim, e cumpri o prometido, reduzindo a diferença do Jorge, que vencia com 128 pontos, porém agora acompanhado pelo Gustavo com 116 e por mim, com 126. Numa rodada ruim para o Jorge, o Gustavo e eu o passamos e empatamos na frente, em 152 pontos, com o Jorge tendo 136. Aqui, para esquentar a partida (afinal, que frio!), todos apostaram 15 pontos em si, e quem se deu bem com isso fui eu, que limpei a mão antes, tendo uma série de trincas, e disparei adiante, com 225 pontos - o Jorge tinha 172 e o Gustavo 154. Considerando que a partida encerra quando alguém chega a 250 pontos, o Gustavo apostou 30 nele e eu tornei a apostar 15 em mim. Aqui também fechei primeiro, encerrando a partida com 310 pontos.

E foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5883
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 14/agosto

Mensagem por Gustavo em Qui Ago 14, 2014 10:36 pm

Ah, esse Haggis... o problema é que não sei bem o que faço certo (quando faço), e vario de atuações ótimas para atuações pífias...

O Zombies, tão esquecido... achei que tinha tiles demais, talvez quando se adiciona uma expansão deve-se remover do básico uma quantia equivalente. Mas fora isso foi bacana. Os monstros muito difíceis deveriam ser apenas em construções grandes, também, e valer 2 pontos de vitória, eu acho!

Antes, na Puc, havíamos jogado dois jogos - Walk the Plank (eu, Arthur, um cara que era chamado de Roque, ou Hock, ou Rocky, sei lá, e duas garotas não nomeadas). Joguinho meio sem vergonha da Mayfair, que é fera nisso. Acho que isso aqui tirado do BGG explica tudo:

Category
Card Game
Humor
Pirates
Mechanic
Action / Movement Programming
Player Elimination
Simultaneous Action Selection
Take That

Depois, conheci o Tsuro, que achei bem mais legal, embora precisasse jogar mais vezes para ver o potencial.

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville

avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1612
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 14/agosto

Mensagem por tiagovip em Qui Ago 14, 2014 10:49 pm

@Gustavo escreveu:O Zombies, tão esquecido... achei que tinha tiles demais, talvez quando se adiciona uma expansão deve-se remover do básico uma quantia equivalente. Mas fora isso foi bacana. Os monstros muito difíceis deveriam ser apenas em construções grandes, também, e valer 2 pontos de vitória, eu acho!

Concordo em quase tudo. Acho que, valendo 2 pts, vale também por nas construções pequenas, afinal, encontrar uma construção grande já tende a ser uma vantagem, e ganhar 1 pt extra matando um zumbi, é mais vantagem daí (porque, na grande, usualmente tem bala e vida, então a chance de matar o super-zumbi é bem maior).

Só precisamos lembrar disso para daqui 2 anos, quando jogarmos novamente.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5883
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 14/agosto

Mensagem por libonati em Seg Ago 18, 2014 2:04 am

Nesta quinta o Léo e o Elfo vieram aqui em casa para jogarmos Mage Knight.

Eu - Tovak
Léo - Krang
Elfo - Arythea

Os meus adversários repetiram os Mage Knights que usaram nas partidas anteriores, ao passo que fui com o cara da capa, Tovak, um Mage Knight versátil, talvez o mais versátil de todos.

Logo no início do jogo comecei mal, com cartas de influência, mas sem cartas de movimento suficientes pra chegar numa vila. Qual foi ocupado pelo Léo em seu turno e o elfo foi para o outro lado, abordar outra vila e combater os Orcs. Para mim sobrou a mina no meio do deserto esperar que meus oponentes liberassem espaço para mim. Cansado de esperar fui matar os Orcs Raiders que o elfo estava mirando, o que o deixou furioso, para variar. Depois disso fui para vila contratar os foresters.
Nas rodadas seguintes, porém, o Elfo e o Léo foram adiante, exploraram, o Léo tomou um forte e o elfo uma torre arcana.
Na noite seguinte fui para o norte, tomei uma torre arcana, l[a fiquei um bom tempo e logo em seguida queimei um forte, ao passo que os meus adversários desceram pelo centro e sul.
Após o Léo começou numa maré de azar no sul e o Elfo foi para o norte e eu para o centro. O Elfo tomou absolutamente tudo por lá, fortes, cavernas. masmorras, torres arcanas e depois encontrou a cidade branca, que tomou sem dificuldade, após enfrentar uma pequena resistência para matar um dragão evocador. Nesta senda eu e o Léo encontramos as cidades verde e vermelha, mas não tínhamos poderio para derrubar nenhuma delas e qualquer investida nossa provocaria no mínimo um dragão, então tivemos que lidar com eles antes de mais nada.
Com os meus investimentos em magias (call to glory) e artefatos (banner of command) consegui contratar duas unidades bem poderosas, Altem Mages (os melhores do jogo na minha opinião) e os Ice Golem. A partir deste momento consegui enfrentar os defensores da cidade vermelha e de lá, após contratar mais um Ice Golem, parti para tomar a cidade verde, após o Léo ter limpado os Orcs que a rodeavam e o dragão que me ameaçaria e um dos inimigos da cidade.
Neste momento tornei-me líder de duas cidades e acabei pontuando bem tanto neste ponto quanto no grande líder, oq me garantiu a vitória por 121 pts, contra 117 do Elfo.

O Léo insistiu no Krang e teve uma partida marcada pelo azar, especialmente na hora de catar tiles de monstro para enfrentar. Entretanto, no lado oposto, o Elfo era cagado de sorte, com ruínas de altares surgindo em sua frente justamente quando ele poderia os tomar e coisas assim. O único momento de azar foi enfrentar uma hidra evocado pelo dragão evocador por duas vezes.

Foi uma boa partida, pena que o Léo tenha se dado tão mal e sua mão ficado cheia de wounds... isso aparentemente o afastou do jogo, pelo menos momentaneamente. No 



foto do final da partida. Eu estava na cidade vermelha, portanto fora do mapa, mas não sei onde o elfo enfiou a Arythea, que deveria estar na torre arcana

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2967
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 14/agosto

Mensagem por Trentini em Seg Ago 18, 2014 10:39 am

Que eu lembre recentemente em outra partida de MK o Léo falou a mesma coisa, que nunca mais ia jogar o jogo pq só se fodia. Fiquem tranquilos, ele jogará a próxima Very Happy

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3354
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 14/agosto

Mensagem por Rafaelfo em Seg Ago 18, 2014 10:49 am

Novamente o MK se mostrou um ótimo jogo, porém a partida, desta vez, foi um pouco cansativa (e eu contribui muito neste aspecto).
No fim tomei algumas decisões ruins: não consegui ler bem o que o dragão ao lado da cidade branca fazia e tive que lutar 2x com o mesmo para vencer. E no fim, eu deveria ter avançado em direção a cidade verde, mas optei por matar outro dragão e invadir outra torre arcana, que me deram vários pontos mas a um custo altíssimo de wounds (que me tirou vários pontos no final scoring).
Confesso também que tive um pouco de sorte demais e o Léo exatamente o contrário. Uma pena (pra ele, haha).

Na imagem final, a Arythea com certeza estava dentro da torre arcana, já que a construção está tomada e essa foi a última ação da diabinha durante o jogo - praxe, pois sempre esquecia de colocá-la de volta no mapa após a luta, hehe.

________________________________________________
avatar
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1808
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 31
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 14/agosto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum