dia 06/07 mais que atrasado. Battlestar Galatica.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

dia 06/07 mais que atrasado. Battlestar Galatica.

Mensagem por Pedro em Ter Jul 14, 2015 8:33 am

Sim!!! Nos reunimos em plena segunda com um pessoal para encarar esse grande nome dos jogos de tabuleiro.

Léo = Helena Cain
Chico = Laura Roslin
Eu = Lee Adama
Guilherme = Ellen Tigh
Paty = Dualla / Starbuck.

Jogamos com elementos das 2 expansões. Resumidamente, com as adições da Pegasus completas e também com a Cylon Fleet e crises e skills da Exodus. Gostei muito da partida e, por enquanto, acho esse um formato bem legal de encarar o Galática.

Bem na partida tudo correu muito bem no início. Apenas um momento eu tentei sabotar uma crise para por em xeque a nossa presidente, tudo porque eu queria o poder de ter comigo o deck de quórum.

Assim que as cartas de lealdade foram completamente entregues a certeza da presença dos cylons era latente. Eu, como sempre, era humano de carteirinha e fiz de tudo pelo bem da nave, mas dentro das minhas limitações. O clímax deu início quando falei da possibilidade da bondade da Helena Cain significar que ela queria ver nosso fim em Cáprica, partindo do planeta e nos deixando pra trás. O Léo conseguiu reverter a coisa toda contra mim e acabei sendo preso com o maior esforço dos cilônios, até então escondidos. Acontece que muitos quiseram me prender e a opção da Helena Cain foi de me deixar ir pra cadeia ao invés de executar. Me aproveitei disso para expor seus prováveis planos e os argumentos dessa vez pesaram ao meu favor. Ellen Tigh foi até a Pegasus e executou a Almirante da nave que se revelou cilônia.

Uma crise nos colocou a possibilidade de mandar a presidente para cadeia e aproveitamos para fazer isso e limitar seu poder até então bastante deixado de lado pelo Chico. Quando presa Roslin quis ganhar a confiança dos humanos e acabou me dando um perdão presidencial. Saí imediatamente para proteger a nave dos inimigos e nos levar em segurança até Cáprica. Durante o percurso restante estávamos atrás do outro cilônio. Até então eu desconfiava do Chico e do Guilherme, com o peso maior para o Chico... porém quando me libertou da prisão fiquei dividido, porque se era cilônio essa era uma péssima jogada. Assim que pousamos em Cáprica meu plano era prender a Ellen Tigh, pois se ela ficasse rodando por ali e usasse sua habilidade poderia ser o fim da humanidade. Eis que na jogada do Chico ele se revelou e novamente deu fôlego para os humanos.

Corremos com a evacuação e o cilônios se reforçavam na cylon fleet. A briga em Cáprica foi das boas e acabei sendo preso e o Guilherme também. A Dualla havia sido morta num momento do jogo só porque a Ellen queria ver o circo pegar fogo. Isso fez com que a Starbuck entrasse em jogo perto do grande desfecho. Ela foi responsável por evacuar grande parte das naves com forte ajuda da Ellen. Da cadeia eu mandava apenas ordens executivas para fugirmos o mais rápido possível e os cilônios cresciam no jogo afetando crises e preparando um ataque final contra as naves civis evacuadas. Chegamos muito perto de perder na moral e na população, porém Ellen conseguiu se soltar da prisão evacuou a nave que faltava e quando foi possível tivemos a decisão do salto proferida pelo Almirante. Isso fez mais uma baixa, pois Lee Adama não conseguiu sse salvar ficando preso em nova Cáprica. Ficamos com 1 de moral, mas levamos a vitória!!!

As últimas 3 rodadas foram muito decisivas para o desfecho e qualquer deslize teria trazido uma vitória cilônia ou do tabuleiro, pois os cylons nessa partida não fizeram grande apresentação.

Foi isso...

________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum