Battlestar Galática 29 de Janeiro.

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Battlestar Galática 29 de Janeiro.

Mensagem por Pedro em Sex Jan 30, 2015 9:57 am

Nessa quinta nos reunimos na casa do Penteado para uma partida de Galactica.

Eu – Gaius Baltar (depois de muito tempo sem jogar com ele)
Chico – Chief
Ale – Starbuck
Léo – Helo
Penteado – Adama

Iniciamos uma partida e na primeira crise já ocorreu uma trairagem. Surgiram negativas do 2 azuis e um roxa. Somente 3 personagens tinham contribuído nessa crise: Eu, Chico e Penteado sendo que o último não pega essas cartas. Na minha vez joguei uma carta de quórum para olhar a lealdade do Chico e o Galactica aprontando para cima dos novatos. Cilônio! Não falei nada e mantive silêncio respondendo indagações vagamente. Porém o Chico cometeu um erro, na vez dele tinha um espaço para ser reparado e ele disse, “não tenho repair só 2 Scientific Reserch”. Apontei ele como Cilônio e meio sem argumentos ele não revidou, resolvemos dar uma segunda chance para nosso amigo recomeçando a partida. O parceiro dele era o Ale, cilônio desde o início.

Partida 2 (Definitiva): O jogo estava uma passeio para os humanos e para essa partida todos mantiveram os personagens. Tive ainda no primeiro momento a chance de olhar a carta de um jogador e escolhi ver a do Ale, simplesmente pq me bateu aquela certeza de que ali tinha coisa para ser descoberta. Eis que conheci o cilônio! Da mesma forma que num primeiro momento, me mantive em silêncio e algo problemático aconteceu!!
(Estavamos resolvendo uma crise de votação, coloquei 2 cartas no baralho e uma delas virou sem querer da mão do Léo. Era uma carta negativa que eu estava colocando, todos viram e a partir daí eu precisava pensar rápido. No momento como foi uma falha ninguém fez acusações e nem sei se todos viram o que aconteceu, o Léo sim, certeza. Quando revelamos aconteceu que somente aquela roxa era negativa... mas vejam, coloquei 2 cartas... isso ajudou a salvar a minha pele).

Planejei aguardar a sleeper e ajudei a nave como pude dando até cartas de quórum para uma beneficiada nos humanos. Quando a fase chegou algo interessante aconteceu... o Léo saltou, resolvemos o salto entregamos as cartas e na compra da crise surgiu uma carta que se o teste fosse vencido o Léo poderia mandar alguém para cadeia. Então entreguei o Ale e a dúvida pairou no ar. Se o Ale é o Cylon pq tentou nos sabotar? Perceberam a carta roxa! Todos. Expliquei que fiz aquilo, pois poderia me tornar cylon e agora que tinha certeza do lado em que estava e sendo humano de coração e alma queria ver a maldita torradeira atrás das grades. O Ale também argumentou e jogamos um contra o outro nas acusações e disse que não o acusei pelo mesmo motivo, achei que estávamos bem e não via razão para entrega-lo podendo saber que tinha chances de estar do lado dele. No momento a ponderação dos meus amigos nem foi de que eu era inocente, mas de que prender o Ale era a melhor opção naquele momento e depois se virar comigo. Então o Ale foi preso, o jogo ainda era favorável para os humanos e continuei solicito e amigo das causas humanitárias. Até que chegou uma rodada que para mim era decisiva e resolvi que ali se daria a reviravolta, temendo que o jogo se tornasse um passeio até o fim. Comecei a botar caraminholas na cabeça de todos afim de justificar que precisava descobrir o outro cylon. Na desconfiança de todos os meus planos fracassaram, mas ainda tinha chances da reviravolta acontecer e na minha vez mandei o Chico para cadeia. Acabávamos de passar por uma crise em que só eu, Léo e Penteado colocamos cartas, tudo positivo com ajuda até do destino. Ué, quem é então, pensei eu... Chico maldito! Cadeia nele.
A partir desse momento a desconfiança aumentou sobre mim, mas enfim era o momento mesmo. O objetivo deles passou a ser me tomar a presidência, o Ale já havia se revelado nessa altura e resolveu me ajudar a se manter presidente da nave como pode. Desde o início guardei cartas para me proteger da cadeia e garantir a presidência. Não que quisesse de fato evitar a todo custo, mas queria que perdessem ações com isso e consegui. Foi o momento que a tragédia começou para a humanidade. Me mandar para cadeia, me tirar a presidência foi esforço demais e vendo que eu estava preparado algumas crises foram completamente ignoradas para me arrancarem do poder. Quando conseguiram isso fui lá e chamei nova eleição e outras tantas cartas se foram na esperança de evitar que eu retomasse o poder. Embora conseguissem sucesso, o amigo deles ainda estava preso e as crises destruíam o combustível e a moral da frota.

Com um de combustível eles partiram para um salto forçado e desesperado. Para o desespero cilônio a maldita carta não queimava nada do fuel da nave e fomos para o salto final. A moral era um risco grande, o combustível também... os outros recursos não ficavam para trás, tudo estava no vermelho e quando chegaram no – 3 entregaram o futuro da frota para o amigo que deixaram preso. 3 de população era o que tinham no momento, 2 recursos a beira de zerar e se não fizessem naquele momento teria um turno cilônio na sequência e a partida seria decidida nessa rolagem sem Strategic Planning. Resultado 4. – 3 de população, vitória cylon.

Jogo no limite, tensão absurda na partida e o Ale destruiu no papel de cylon revelado. Com uma Super Crise reagrupou o exército cylon e promoveu um ataque que prejudicou a humanidade demais. Além disso, eu na nave, não revelado, enfraquecendo a possibilidade de enfrentar as crises também complicou. O destino, assim como em boa parte da série, estava do lado de Gaius. Eles precisaram de 4 eleições seguidas para me tirar o poder e quando conseguiram era minha vez e fui lá tentar o pleito de novo.

O jogo poderia ter sido melhor para os cylons quando pedi uma ordem executiva para o Cylon na Brig. Ele jurando que eu era humano não me entregou e eu fiz um papel duplo, querendo que ele me entregasse a ordem, mas se fazendo de... vou tirar isso dele galera, vou recuperar moral.

Enfim, uma boa partida no todo. Mas em que tivemos claramente o momento dos humanos e o momento dos cylons. Sendo que nesse último a coisa complicou de tal forma e isso não foi só mérito meu e do Ale. O destino me queria sabotando e o baralho de crise seguia pior carta a carta!

Foi isso... matei a saudade de jogar com o Baltar em bom estilo.

________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1955
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Battlestar Galática 29 de Janeiro.

Mensagem por Trentini em Sex Jan 30, 2015 10:19 am

Opa, um BSG, saudade, uma hora dessas vamos marcar uma partida.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3367
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum