Android: Netrunner

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Ter Jul 09, 2013 9:39 am



Em 1996, Richard Garfield desenvolveu e lançou um jogo chamado Netrunner que era um jogo de cartas colecionáveis (CCG - Collectible Card Game). Porém este excelente jogo foi ofuscado pelo tremendo sucesso de outra criação de Garfield, Magic: The Gathering, também um CCG que ainda hoje atrai vários jogadores de todo o mundo.

Em 2012 a Fantasy Flight Games, companhia norte americana famosa por sua invejável coleção de jogos de tabuleiro, dentre eles A Game of Thrones: The Board Game, Battlestar Galactica, Star Wars: The Card Game, etc; resolveu relançar o jogo de Richard Garfield com o nome Android: Netrunner sob uma nova roupagem e em um modelo novo, o LCG - Living Card Game, que se adapta melhor ao mercado atual. Essa reestrutuação contou com a ajuda do designer Lukas Litzsinger e foi adaptada para o universo Android onde outros 2 jogos de tabuleiro da Fantasy Flight Games, o homônimo Android de Daniel Clarck e Kevin Wilson e Android: Infiltration de Donald X Vaccarino, e alguns romances, também distribuídos pela Fantasy Flight Games, são ambientados.

Antes de falarmos sobre o jogo, vale uma explicação entre a diferença de um Collectible Card Game e um Living Card Game, se você já está familiarizado com o modelo, pode pular esse e o próximo parágrafos. O CCG era um modelo muito usado na década de 90, cujo seu jogo mais popular até hoje é o Magic: The Gathering do Richard Garfield, dentre as características desse modelo, basicamente o jogador compra o Core Set que é praticamente injogável, o jogo só melhora quando ele compra Boosts de cartas aleatórias ou procura no mercado terceirizado por cartas de sua escolha pagando bem caro por isso, ou seja, para colecionar um brinquedo desses, sai bem caro, ainda mais hoje em dia em que Magic tem mais de 10.000 cartas únicas, por exemplo. A vantagem econômica desse estilo é que os jogadores que gostam do jogo são consumidores fiéis e o estilo possibilita a abertura de um mercado terceirizado para a venda de cartas únicas, a desvantagem é que você nunca sabe exatamente o que esperar no boost que está comprando e muitos boosts são momentâneos, ou seja, passados os anos viram raridades, pois não são continuamente produzidos.

Já o LCG é um modelo mais contemporâneo que veio para tentar corrigir os defeitos do CCG, mas ainda com o aspecto característico de permitir que os consumidores colecionem as cartas. O LCG possui também um Core Set que permite a jogabilidade, dessa vez temos core sets melhorados que já permitem um excelente vislumbre da qualidade do jogo e as expansões são distribuídas em data packs periódicos que pertencem a alguns ciclos (geralmente 5 ou 6 Data Packs por ciclo), nessas expansões você sabe exatamente o que esperar e se você chegar atrasado na coleção, não tem problema, durante um período longo a empresa se responsabiliza em reimprimir os data packs, ou seja, eles estão sempre disponíveis iguaizinhos quando foram lançados pela primeira vez. Esse modelo aniquila essa parcela terceirizada do mercado, pois agora não temos cartas únicas e o preço para comprar um data pack específico que contenha alguma carta que alguém queira não é alto. Bons exemplos de LCG são da própria Fantasy Flight, precursora nesse modelo: The Lord of the Rings: The Card Game, A Game of Thrones: The Card Game, Star Wars: The Card Game, Call of Cthulhu: The Card Game e Android: Netrunner.

O universo de Android: Netrunner

O Netrunner de 1996 era ambientado em um universo cyberpunk estabelecido pelo sistema de RPG Cyberpunk 2020, a versão atual - Android: Netrunner - é também ambientada em um universo cyberpunk, mas agora o nome desse universo é Android. Cyberpunk é um gênero de ficção científica em que as histórias se passam em um futuro distópico onde só existem pessoas muito ricas e pessoas muito pobres, marginalizadas, a civilização está em pleno auge da tecnologia, as tramas geralmente giram em torno de redes de computador avançadas e unificadas e seres cibernéticos, no futuro tudo é interligado via rede e seus heróis geralmente são Runners (Hackers) tentando invadir as redes dominadas pelas corporações milionárias.

Um dos escritores mais conhecidos desse gênero é William Gibson em sua trilogia Sprawl cujo livro mais famoso é Neuromancer (1984), livro este que influenciou filmes como The Matrix e todos os jogos que se passam em um universo cyberpunk, inclusive o universo de Android.



O universo cyberpunk estabelecido por William Gibson em Neuromancer e outros escritores importantes possui uma série de termos específicos e jargões do gênero que possuem correspondentes do mundo real, é importante imaginar que Android: Netrunner geralmente se passa no universo virtual de uma rede e os "inimigos" virtuais que são enfrentados pelos runners nada mais são do que pedaços de software que realizam rotinas, as vezes devastadoras, as vezes apenas tentam logar o runner para fora do servidor. O conhecimento desses termos em primeiro momento pode causar estranhamento com o jogo, pois alguns podem se perguntar: mas para quê toda essa complicação? A resposta é bem simples: para criar uma imersão no universo de Android. Alguns exemplos de termos usados em Android: Netrunner são: ICE, Icebreakers, Headquarters, Research & Development, Heap, Stack, Grip, Rig, Run, Rez, Unrez, entre outros.

Android se passa em um futuro distópico em que megacorporações monopolizam a produção de bioroids (Haas-Bioroid) e clones (Jinteki) que substituem o trabalho humano, com isso gerando uma tremenda desigualdade social, onde os donos dessas corporações ficam cada vez mais ricos e o resto da população cada vez mais pobre e marginalizada, sem contar que todos são cada vez mais dependentes das ligações em rede comandadas por outra megacorporação, a NBN, que controla toda a mídia, telecomunicações, notícias, música e filmes. Por último temos a Weyland Consortium, um consórcio que possui licitações ilegais com governos para monopolizar a maior parte das construtoras do mundo, responsável pela construção de um elevador espacial em New Angeles que liga a Terra a uma estação espacial, e responsável pelos projetos de biomas construídos em Marte para colonização.



Por outro lado, alguns runners (hackers no nosso mundo) acabam realizando suas corridas nos servidores das megacorporações a fim de prejudicá-las, os runners são criminosos que vivem nos mundos marginalizados. Os computadores nesse universo estão no áuge de seu desenvolvimento, são acopláveis ao próprio cérebro humano e aparelhos como mouse, teclado e monitor são meros artigos de museu. Os runners possuem diferentes objetivos ao invadir os servidores das megacorporações, nenhuma das "facções" morrem de amor por corporações que monopolizam serviços e prestam alguns serviços sujos para permanecer no topo, mas cada uma delas realiza seus runs por motivos divergentes umas das outras.

Os anarquistas querem ver o circo pegar fogo, querem prejudicar as empresas para tentar estabelecer uma anarquia, são vândalos que gostam de prejudicar os ICEs (Intrusion Countermeasures Electronics (termo cyberpunk para Firewall)) com seus virus.

Os criminosos estão mais interessados em prejudicar as empresas financeiramente, logicamente tentando tirar algum proveito financeiro com isso, seus ataques são muito eficientes nos Headquarters da empresa onde os projetos são executados.

Os shapers estão no ramo de netrunning por que não gostam das corporações, mas não é só isso, seu maior ideal é apenas provar a si mesmos que são capazes de invadir os servidores das megacorporações, sua maior eficiência é o ataque ao servidor de Pesquisas e Desenvolvimento onde conseguem fazer um belo estrago.



O jogo

Android: Netrunner é um jogo para 2 pessoas, uma delas controla uma corporação e a outra um runner que estará tentando invadir os servidores das corporações em busca de agendas que valem pontos de vitória. O jogo é bastante assimétrico, ou seja, os dois jogadores jogam de forma completamente diferente, porém ambos interagem intensamente, quem joga com a corporação instala suas cartas unrezzed (viradas para baixo), ou seja, existe um alto fator de blefe no jogo de quem está com uma corporação, seu jogo é bem defensivo, sua maior busca é proteger com ICEs (Barreiras instaladas com sub-rotinas que dão dano ou deslogam o runner) os servidores onde ele tentará instalar as agendas e avançá-las até poder pontuar. Já os Runners possuem uma jogabilidade aberta, sempre instalam suas cartas de programas, recursos e hardware já abertas e sua postura geralmente é bem agressiva, tentará realizar várias corridas nos servidores das corporações tentando acessar e roubar as agendas.

O jogo é jogado em turnos e em cada turno o jogador da vez realiza ações usando clicks, os runners possuem quatro clicks por turno enquanto a corporação possui três clicks, porém no começo do turno a corporação é obrigada a comprar uma carta, sem gastar click.



Existem duas formas de vencer o jogo para cada lado, ganhando sete pontos de agenda é a forma em comum entre os dois lados,  a corporação é a única que possui agendas, para pontuar a agenda deve ser instalada num servidor remoto e avançada até que o custo de avanços seja no mínimo igualado ao descrito na carta de agenda para que ela possa rez (virar a carta para sua face ativa) a agenda e imediatamente pontuar, já os runners devem acessar os servidores das corporações e tentar roubar as agendas, acessando uma agenda imediatamente ela é pontuada. A outra forma da Corporação vencer é dando mais danos no runner do que ele pode aguentar, quando isso acontece, diz-se que o Runner ficou Flatlined. Os runners vencem o jogo caso a corporação tenha que comprar uma carta no início do turno e a pilha de R&D (Research & Development é o deck de compras da corporação) esteja vazia.

Todas as cartas nesse jogo possuem um custo de instalação em créditos - a moeda do jogo - então usar clicks para adquirir créditos ou habilidades pagas para otimizar o ganho são um fator importante no jogo. Os Icebreakers (Programas que quebram rotinas dos ICEs) também possuem habilidades pagas que gastam créditos para conseguirem interagir com os ICEs e quebrar suas sub-rotinas.



As corporações devem proteger seus servidores com os ICEs que possuem sub-rotinas que terminam imediatamente a corrida e outras sub-rotinas capazes de dar danos diversos aos runners ou rastreá-los, mas não adianta apenas proteger seus servidores remotos onde instalam as agendas, os servidores centrais, que compreendem os arquivos, R&D e Headquarter (trash, deck de compras e mão respectivamente) também precisam ser protegidos, pois se o runner acessar algum componente do servidor central, ele também consegue roubar agendas se achá-las. Os ICEs correspondem uma parte do blefe das corporações e geralmente carregam consigo um elemento surpresa, pois todos os ICEs são instalados unrezzed (carta fechada) e são rezzed (carta aberta) após serem acessados em uma corrida. Os assets e agendas também são um elemento de blefe, pois também são instalados unrezzed, existem assets que podem ser avançados, fazendo com que tenham a aparência de agendas, mas que na verdade são armadilhas que causam danos ao runner que acessá-los.

Já do lado dos runners, a brincadeira está em correr contra o tempo, quanto mais o tempo passa, melhor fica a defesa dos servidores das corporações e mais difícil e custoso é para acessar seus conteúdos, instalar icebreakers estratégicos e sempre ter créditos disponíveis para gastar em um eventual rastreamento são imprescindíveis, os icebreakers devem interagir com os ICEs de tipos correspondentes, são eles: barrier, sentry e code gate. Portanto um icebreaker coringa que consegue interagir com qualquer tipo é uma peça fundamental no começo do jogo.

A duração do jogo varia entre dez minutos a uma hora, tudo depende da sorte dos runners em conseguir acessar agendas que valem bastante ponto em um intervalo de tempo pequeno, ou da corporação conseguir avançar suas agendas rapidamente, ou ainda, se a corporação consegue realizar um dano mortal nos runners.

Deck Building

Android: Netrunner e seu modelo LCG foi feito especialmente para construção de deques, a brincadeira gira em torno do fato de que cada corporação ou runner possui uma força e uma fraqueza que se adaptam ou não a jogabilidade de cada pessoa. Além disso uma série de cartas neutras se encontra presente para ajudar a balancear as forças de cada corporação ou runner.

Existe uma regra específica para a criação de decks personalizados e é aí que o jogo brilha e o formato LCG se justifica, dependendo da identidade que o deck apresenta, você pode criar decks maiores ou menores (que aumentam a sua eficiência) e possui influência para incluir cartas de outras corporações ou outros runners, respeitando algumas regras básicas: nunca pode existir mais do que três cópias de cada carta no deck, apenas uma identidade pode estar presente no deck, o número de cartas não pode ser menor do que o estabelecido pela identidade, o número de influência de cartas de fora da corporação ou runner não pode exceder ao valor disponível na identidade.

Com essas simples regras conseguimos customizar o jogo a nosso modo sem desbalancear muito a brincadeira, sem contar que as expansões incluem novas cartas com novas habilidades de todas as corporações ou facções de runners que podem ou não ser incluídas no seu deck personalizado, de acordo com seu gosto, justificando a distribuição LCG. Com um pouco mais de tempo conseguiremos ter vários jogos bem diferentes entre si, usando a mesma mecânica, mas com cartas que podem alterar vários comportamentos do jogo e totalmente personalizadas.




O LCG e as regras para montar um deck permitem uma certa coesão e balanceamento no jogo, tirando aquele fator irritante que existe em CCGs como Magic: The Gathering em que quem gasta mais dinheiro em seu deck sempre tem uma enorme vantagem, independente da experiência no jogo, pois por ser um LCG, todo mundo tem acesso as mesmas cartas e as regras de deck building fazem a sua facção ser coesa mesmo usando influências de outras facções, o que a torna relativamente balanceada.

A arte e a qualidade dos componentes

A arte do jogo é sensacional, possui uma unidade, embora, como de costume da Fantasy Flight Games, vários artistas colaboraram para os desenhos das cartas no jogo. A arte remete bem ao cyberpunk e é suficiente para que sejamos capazes de imergir em Android, a arte combinada com os jargões realmente fazem com que os jogadores se sintam invadindo servidores ou protegendo-os virtualmente, ou seja, além de belas ilustrações, elas funcionam ao seu propósito.



Quanto as iconografias, são muito poucas e insuficientes para abranger todas as condições do jogo, porém são suficientemente reconhecidas e sua função é bem utilizada. Por possuir pouca iconografia as cartas são geralmente descritivas, ou seja, prepare seu inglês, você vai precisar usá-lo.

Os flavors das cartas são frases presentes nos romances em Android publicados pela própria Fantasy Flight Games.

Os tokens e counters são de papelão prensado, com boa qualidade e os poucos momentos em que seu uso se faz presente (a não ser pelos créditos), é bem eficaz e cumpre bem o papel.



A caixa é simples e é feita no mesmo molde de vários jogos da Fantasy Flight Games, aqui minha única crítica: as cartas são no padrão Standard e cabem lateralmente entre o espaço determinado pelo interior da caixa, porém se sleevadas elas não cabem corretamente dessa forma, tornando a caixa péssima para armazenamento com os componentes da caixa original, nada que uma modificação não resolva, porém, bem, a Fantasy Flight Games nunca foi conhecida por sua solução de estocagem dos tokens e cartas.



Conclusão

O jogo é excelente, e vale a pena o investimento, até agora apenas um ciclo de data packs foi concluído, o Genesis Cycle, mas o próximo ciclo já está sendo produzido e uma expansão de luxo já está a caminho, se você gosta da temática Cyberpunk esse jogo certamente é para você, se você não se importa com a temática, esse jogo também pode ser para você, pois a mecânica é bem única e certamente irá se divertir.

Pontos altos:

- A interação entre os jogadores é intensa e ocorre a quase todo momento;
- O tempo de duração do jogo é ótimo levando em conta sua alta complexidade;
- A mecânica assimétrica do jogo faz com que além de existirem 4 corporações de um lado e 3 facções de runners do outro, a jogabilidade seja completamente diferente entre cada lado, fazendo com que a rejogabilidade do jogo seja alta;
- A alta imersão na temática devido a arte maravilhosa e aos jargões cyberpunk, tornam esse um raro jogo de cartas em que você se sente dentro do universo em que está jogando.

Pontos fracos:

-Complexidade das regras: sim, elas não são tão simples e freqüentemente você irá se deparar com situações de confusão em que terá que recorrer a FAQs, porém depois de algumas partidas com certeza dominará grande parte das situações adversas do jogo, obviamente com cada expansão nova um pouco de confusão das cartas irá ocorrer novamente;
-Solução da caixa original pouco sugestiva para guardar as cartas, se nem mesmo as cartas do core set são precisamente guardadas na caixa base, imagina com as expansões.

Enfim, é um jogo que vale a pena ser jogado e justifica toda a hype em cima dele, já está em 5º do ranking do site Board Game Geek e sua nota não para de subir.


Última edição por Trentini em Qui Mar 06, 2014 3:14 pm, editado 8 vez(es)

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Gustavo em Ter Jul 09, 2013 9:53 am

Shocked Shocked Shocked Shocked Shocked

Ficou muito boa essa resenha! Very Happy

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1669
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por tiagovip em Ter Jul 09, 2013 10:10 am

Excelente!

Perfeito para ver que não tem o que me interesse em relação a tema.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Samuca em Ter Jul 09, 2013 10:18 am

Parabéns pela resenha, Trentini! Ficou show! Merece ser publicada na Meeple House. Wink 

:upface: 

________________________________________________
avatar
Samuca
Twilight Struggle
Twilight Struggle

Mensagens : 1396
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/ascensx

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por doizinho em Ter Jul 09, 2013 10:21 am

O jogo me interessa e se não fosse a partida de Vulgari, agendada com antecedência, eu teria pedido ao Alexandre uma partida na sexta passada.

________________________________________________
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3176
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Ter Jul 09, 2013 10:30 am

Olá pessoal, obrigado pela resposta, estava fazendo umas últimas edições na postagem, incluindo links e tudo o mais, deu um trabalho para fazer, mas valeu a pena.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Ter Jul 09, 2013 10:31 am

Samuca escreveu:Parabéns pela resenha, Trentini! Ficou show! Merece ser publicada na Meeple House. Wink 

:upface: 

 Fiquem a vontade se quiserem publicar lá, colocando os devidos créditos tá tudo certo Smile

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Gustavo em Ter Jul 09, 2013 11:51 am

Eu estou com outra expansão agora - Future Proof. Massa... Star Wars

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1669
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Ter Jul 09, 2013 12:05 pm

Gustavo escreveu:Eu estou com outra expansão agora - Future Proof. Massa... Star Wars

 Foi a primeira que chegou para mim, hoje chegaram as outras, vou me degustar em fazer deck building, mas antes ainda tenho que jogar com os Jinteki, eles pareceram bem peculiares Very Happy

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Gustavo em Ter Jul 09, 2013 2:12 pm

Uma coisa poderosa no jogo é como cada Runner e corporação joga diferente. Fiz um deck da NBN que não tem nada a ver com outros...

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1669
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Ter Jul 09, 2013 2:22 pm

Gustavo escreveu:Uma coisa poderosa no jogo é como cada Runner e corporação joga diferente. Fiz um deck da NBN que não tem nada a ver com outros...

 Fato, a NBN tem um fator surpresa incrível nos ICEs, pois alguns deles são efeitos mandatórios: "when encounter this ICE..." portanto inquebráveis, gosto da maneira como eles lidam com Tags nos runners, apesar de não serem necessariamente mortais nesse aspecto.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por luizaurio em Ter Jul 09, 2013 9:59 pm

Muito boa a resenha! Estou louco para conhecer! Inspirou-me, farei em breve uma resenha sobre o Mage Wars para tentar atrair novos adeptos! Twisted Evil
avatar
luizaurio
Ra
Ra

Mensagens : 130
Data de inscrição : 19/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Rafaelfo em Ter Jul 09, 2013 10:50 pm

Pow Trentini, que massa a resenha, vou ler com mais calma depois!
Parabéns cara!

________________________________________________
avatar
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1809
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 31
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por tiagovip em Qua Jul 10, 2013 3:58 pm


________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Qua Jul 10, 2013 4:08 pm

Thanks Smile

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por tiagovip em Sex Jul 12, 2013 6:03 pm

Comentário lá na Redoma:

******************

Só umas correções aí:

O netrunner não foi bem "ofuscado" pelo MtG, na verdade, ele foi muito bem aceito e vendeu bem. O problema é que a WotC fez uma tiragem TÃO absurda dele, por erro de planejamento, que o jogo começou a "encalhar" nas prateleiras e com isso, a percepção do público foi passando de "um excelente jogo" pra "um jogo encalhado", e com isso, o jogo morreu.

Hoje em dia, não existe mais deck selado injogável... todos os CCGs já vem com decks montados e prontos pra jogar. Podem não ser os mais eficientes do mundo, mas funcionam relativamente bem.

Em histórias de cyberpunk, existe classe média sim... grande parte dos funcionários das corps são considerados de "classe média". O que simboliza o cyberpunk é a desassociação do estado com o governo, transferindo esse poder para as corporações.

O beanstalk (o tal elevador espacial) liga a terra com a lua (que já foi colonizada, junto com marte).

ICEs não são apenas Firewalls.

http://www.redomanet.com.br/forum/viewtopic.php?f=9&t=1980&sid=c678b5e83d0850e830e06e8f43b02087

******************

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Seg Jul 15, 2013 8:54 am

Oh yeah, erros acontecem, de modo geral o que fiz foi sintetizar informações, o netrunner foi bem aceito na época, mas obviamente em terras tupiniquins só chegou o Magic e depois o jogo encalhou (netrunner). Quanto ao beanstalk liga a terra com uma estação espacial situada na lua, não lembro de ter errado essa, e quanto aos ICEs não serem apenas firewalls, é claro que não são apenas firewalls, minha resenha foi para tentar fazer uma analogia ao mundo real para que os que não estão familiarizados com os termos cyberpunk possam compreender a brincadeira.

E sim, hoje em dia os CCG estão bem melhores estruturados, tanto que essa passagem de CCG para LCG é bem orgânica e quase imperceptível, é uma evolução natural.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Qui Mar 06, 2014 5:06 pm

Agora também publicada no Blog: http://curitibaludica.wordpress.com/2014/03/06/resenha-completa-de-android-netrunner/

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por geovanni em Qui Abr 10, 2014 7:15 pm

Moçada do netrunner,

vocês não acham a Scorched Earth muita apelação?
Dar 4 de dano por 3 créditos me parece desproporcional.
Apesar de ter jogado pouco, não me parece difícil o runner se encontrar com 3 cartas e uma tag, o que o tornaria sempre vulnerável.
avatar
geovanni
Battlestar Galactica
Battlestar Galactica

Mensagens : 273
Data de inscrição : 26/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Trentini em Qui Abr 10, 2014 7:21 pm

Rgeovanni escreveu:Moçada do netrunner,

vocês não acham a Scorched Earth muita apelação?
Dar 4 de dano por 3 créditos me parece desproporcional.
Apesar de ter jogado pouco, não me parece difícil o runner se encontrar com 3 cartas e uma tag, o que o tornaria sempre vulnerável.
Para isso existe aplascrete carapace

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Andre Modt em Qui Abr 10, 2014 11:33 pm

Scorched Earth já me rendeu muitas vitórias. Very Happy
Mas contra qualquer runner precavido é bem difícil de matá-lo. O problema é o runner se descuidar. Correr no último clique e não se livrar da tag. Ou não ter dinheiro para enfrentar um SEA Source. No Core existe Crash Space que já ajuda a se livrar do dano, pois previne 3, fazendo com que você não morra. Mas sim, é uma carta bem forte que define toda a corporação da Weyland. Very Happy
Mas, contra runners com um pouco de experiência é complicado usá-la como vitória. O que mais acontece é ela assustar o runner, fazendo-o jogar mais precavidamente e dando a corp uma margem pra pontuar agendas. Minha Weyland tem uma taxa maior de vitórias por agenda que por flatline Very Happy
[Deixar o runner taggeado é bem mais difícil que parece Very Happy]


Última edição por Andre Modt em Qui Abr 10, 2014 11:37 pm, editado 1 vez(es)

________________________________________________
Pathfinder + Netrunner = Account Siphon!
Blog começando, mas ao poucos vai crescendo: http://anrbrasil.blogspot.com.br/

Gaming Unplugged since 2012
avatar
Andre Modt
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 532
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 25
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Andre Modt em Qui Abr 10, 2014 11:34 pm

P.S. Já está jogando Geovani? Como estão suas experiências com o jogo? Curtiu?

________________________________________________
Pathfinder + Netrunner = Account Siphon!
Blog começando, mas ao poucos vai crescendo: http://anrbrasil.blogspot.com.br/

Gaming Unplugged since 2012
avatar
Andre Modt
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 532
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 25
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por geovanni em Qui Abr 10, 2014 11:48 pm

Curti bastante
Bem diferente dos outros card games

Estou testando os decks básicos ainda, não joguei com todos.
ainda nem abri meus data packs
avatar
geovanni
Battlestar Galactica
Battlestar Galactica

Mensagens : 273
Data de inscrição : 26/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Android: Netrunner

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum