Corrupção.

Ir em baixo

Corrupção. Empty Corrupção.

Mensagem por tiagovip em Sex Out 04, 2013 9:58 am

Um ponto que estará sempre presente é a Corrupção, a influência sempiterna da Sombra que afeta todos os seres de Arda. A Corrupção substitui o valor de Humanidade, presente no Vampiro. Além de efeitos diversos que possa ocorrer fora do controle do personagem, suas próprias ações podem levá-lo a perder (ou ganhar, mas isso é bem mais raro) pontos de Corrupção.

Uma lista não exaustiva fornece alguns exemplos de comportamentos para que fique mais claro entender a Corrupção:

Níveis de Corrupção
10 – Imaculado. Valar, elfos de Valinor. Basicamente não há ser que nasça na Terra-Média que tenha este nível. E vivendo na Terra-Média, exceto seres muito especiais, não sabe-se de mais do que um, talvez dois;
9 – Puro. Tom Bombadil, Gwaihir, o senhor das Águias. A partir deste ponto, todos carregam a mácula causada por Melkor durante a Canção. No entanto, em alguns, essa mácula é bem, bem pequena. Alguém com este nível basicamente não conhece o errado – até mesmo ser exposto a algum grau de brutalidade pode levar a pessoa aos prantos e a perder tal grau de pureza;
8 – Inocente. Bilbo, Frodo (ambos no início de suas aventuras). Existem facetas da maldade no mundo que escapam a você ainda. Aprender sobre elas será um golpe duro, mas possível de sustentar mantendo a corrupção distante. Porém, exposição diretamente aos horrores da noite, a crueldade dos homens, pode fazer perder tal inocência;
7 – Reto / Honesto. Gimli, Legogas, Elrond. Apesar de conhecer como o mundo funciona, que uma mentira pode lhe levar mais longe, conseguir-lhe algo a mais, uma vantagem imerecida, mas útil. Ainda assim, você se mantém do lado da honestidade, trabalhando duro para conseguir seus objetivos, falando a verdade tantos aos nobres quanto aos mendigos. Isso não o torna um estúpido, você é capaz de entender a necessidade de subterfúgios, mas valer-se deles pode lhe levar um passo na direção da Corrupção;
6 – Confiável. Faramir, Aragorn. Suas ações podem não ser sempre as mais bondosas, e por vezes, algumas das suas ações podem ser questionáveis, mas sua lealdade é firme e quando posta à prova, mostra-se claramente. Às vezes pode ser necessário mentir ou enganar seus amigos e colegas, porém seu propósito final está no melhor interesse deles e no seu. Agir por motivos pessoais contra aqueles que lhe são próximos suscitam a aproximação da Corrupção.
5 – Comum. Boromir, Bard. Mentir faz parte da vida. Às vezes, roubar também. Melhor na sua mão do que na de outros que você não confia. E quem merece confiança? Poucos; talvez ninguém. Na sua posição, os outros fariam o mesmo. Ainda assim sua consciência pesa e nem sempre dormir é tão fácil quanto você gostaria. Este é um ponto do qual atos de violência impensada e descaso patente ao bem-estar de outrem, pode deixá-lo sujeito à Corrupção;
4 – Caótico. Thorin, Túrin Turambar. É difícil avaliar suas intenções. Por vezes um amigo, noutras, um oponente vicioso. Suas ações são erráticas em qualquer dos caminhos – da Luz ou da Sombra. Algumas vezes a vida parece um sonho ruim, onde o sangue surge em suas mãos, mas você não sabe como ele foi até ali. Você ainda chora pelos seus atos, contudo os outros também choram pelos seus;
3 – Indiferente / Intolerante. Thorin (após perder a Pedra Arken), Túrin Turambar (mais próximo ao final da vida). Apenas você importa. Se outros precisam morrer para você viver, não é sequer uma escolha. Não importa quem seja. Você ainda não vai ativamente atrás de ações pérfidas, e pode preferir até mesmo evitá-las. Mas é apenas porque os outros não são nada, realmente. Sua consciência está destroçada e somente dá algum sinal quando você se arrepende de ter feito algo que lhe deixaria numa posição melhor;
2 – Mentiroso / Falso. Gríma Língua de Cobra, Saruman. Você ativamente, às vezes até por algo tão simples como diversão distorcida, age contra o interesse de quaisquer outros, exceto aqueles que podem lhe fornecer algo por sua parca lealdade. Apenas o medo é capaz de mantê-lo nas rédeas, e nem mesmo isto é capaz de subjugá-lo o tempo todo. Seus meios agora são o do engano, da traição, das palavras sussurradas que coloquem o mundo aos seus pés;
1 – Cruel / Maligno. Sauron, Espectros do Anel, Balrog. Você é um vilão. Qualquer um que cruzar seu caminho ou merece morrer ou servi-lo, e, caso perca o propósito, apenas uma solução resta. Sua corrupção é total;
0 – Mal absoluto. Melkor, Ungoliant. Não há como chegar neste nível, nem pelos atos mais hediondos de vilania e crueldade. Este ponto é reservado para o próprio Corruptor e a única criatura que foi corrompida totalmente, a terrível aranha Ungoliant.

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
tiagovip
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6389
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum