Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por doizinho em Qua Ago 28, 2013 2:40 pm

Ontem, na casa do Bruno, tivemos nossa primeira sessão de jogo, mas não sem antes saborearmos um delicioso churrasco preparado a 6 mãos (Bruno, Rafael e Galas). Pode-se dizer que foi mais difícil limpar o Friboi do que enfrentar as dificuldades da sessão.

Os personagens:
Anrie Rambô (Bruno) - Um desertor do exército francês, negro de origem Tunisiana (espero estar correto), muito forte e acostumado com a guerra, mas também não muito inteligente e amigável.

Jean Pierre Manzzonni (Rafael) - Historiador e professor adjunto da Universidade de Sorbonne, Jean está em Paris há quase 3 anos depois de ter fugido do ataque à cidade onde morava com a sua mulher e filho. Na fuga acabou se perdendo do resto da família.

Bucheron Bois-Decouper (Galas) - Um caçador e homem do campo que vivia na região dos alpes. Veio a Paris buscar ajuda na luta contra os nazistas motivado por um sentimento de vingança e um juramento feito ao seu pai.

Adrielle Boucher/Chantal Duvier (Gi) - Adrielle veio a Paris em busca de trabalho e acabou se tornando Chantal, uma dançarina de um cabaré de segunda categoria. Ela é judia, e quer que os alemães paguem pelas perseguições ao seu povo.

Paris, janeiro de 1943, após se adaptarem à cidade, o grupo começa a procurar por sinais da resistência. Apesar de ser uma organização bastante ativa, os feitos da resistência não repercutem de forma impactante na população e permanecem ainda cercados de mistério, os jornais oficiais, todos censurados pelos nazistas, não noticiam os seus ato, e a única fonte de informação são os seus folhetins clandestinos. Nos rapazes que entregam secretamente essas publicações estava a porta de entrada do grupo para a resistência francesa. Foi através destas pessoas, aparentemente sem importância na organização, que eles iniciaram as conversas e conseguiram formalizar um pedido para ingressarem no movimento. Algum tempo depois veio a resposta que todos esperavam juntamente com um convite, uma reunião de iniciação estava marcada em um sítio nos arredores da cidade, todos foram convidados.

No dia e na hora marcada todos foram chegando ao local marcado. Eles foram recepcionados por homens franceses armados, mas simpáticos, que os indicaram o local da reunião, um celeiro logo adiante. A propriedade era impecável com uma grande e bela casa, jardins bem cuidados, pomares precisamente alinhados e hortas protegidas do frio, certamente era preciso várias pessoas para manter tudo nesse estado, mas nesse dia tudo estava deserto, as únicas formas de vida encontradas, além dos 2 porteiros armados, eram 2 vacas e 1 cavalo que permaneciam guardados em baias, no celeiro, para se protegerem do frio. O celeiro era comum, mas bem cuidado assim como todo o resto, além das 3 baias com os animais o espaço tinha várias ferramentas penduradas e guardadas além de um segundo andar onde haviam montes de feno.

O grupo se sentou em bancos rústicos em frente à uma mesa de madeira apoiada em cavaletes, quando ainda se acomodavam e conheciam o lugar mais 3 jovens chegaram, todos com aparências muito "francesas". O silêncio era incômodo e só era quebrado pela respiração do cavalo e pelo ruminar das vacas. Mais 5 minutos e entraram 3 senhores, dois vestindo terno, burocratas ou políticos talvez, eram homens de alto nível social e certamente muito influentes na organização, o outro que os acompanhava era um homem mais corpulento e amedrontador, um segurança também veio com eles, mas esse último não permaneceu para a reunião, ele se retirou e encostou as portas para que a reunião começasse.

Durante as apresentações os novatos descobrem que estavam diante de Henri Rol-Tanguy, líder da resistência em Paris; Pierre Georges, líder local do Partido Comunista e Fortun Deschamps, delegado da polícia francesa. Após as apresentações o sr. Tanguy explica aos iniciados como funciona a resistência em detalhes, tudo é dito, hábitos, costumes, regulamento interno e etc, uns bons 30 minutos de conversa se passam nesse momento. Ao ver que toda aquela retórica estava cansando os ouvintes o sr. Tanguy apresenta aos iniciados uma missão teste para o grupo, seria um simples busca de armamentos.

Mesmo estando atentos ao líder da resistência, o grupo ouve algo que se assemelhava a tiros, o que colocou todos em alerta, instantes depois o som de carros se aproximando. A tensão aumenta e agora todos começaram a se mobilizar, os engravatados sacaram pistolas nunca usadas e viraram a mesa pra usá-la como proteção, Bucheron e mais 2 jovens subiram para o mezanino e o resto do grupo procurava abrigo como podia. O delegado Fortun, figura conhecida na cidade, sai para ver o que estava acontecendo, e logo após passar pelas portas do celeiro vários tiros são ouvidos. O breve silêncio que se faz foi quebrado por um brusco chute na porta que deixou-a entreaberta, a fresta que se fez era suficiente para que a granada que foi arremessada passasse, mas para sorte do grupo, a mesma rebate na estrutura da porta, volta e explode do lado de fora. Gritos de ordem ou de repúdio são ouvidos do lado de fora e tudo o que o grupo temia se confirma, eram os alemães.

Rambô, no desespero, tenta uma investida contra uma das paredes do celeiro no intuito de quebrá-la para criar uma rota de fuga, mas tudo o que ele conseguiu foi bater com força na madeira que o jogou no chão. Enquanto os alemães, do lado de fora, pedem para que todos se rendam, Bucheron no alto do celeiro abre uma porta de serviço e encontra 2 soldados patrulhando os fundos. Ele e um dos jovens que o acompanhava marcam seus alvos com gestos e olhares e não vacilam, o primeiro tiro acerta um soldado no ombro que cai ferido, o outro instintivamente olha pra cima e é alvejado entre os olhos por Bucheron.

A patrulha alemã que estava perto da porta, ao ouvir os tiros nos fundos, abre fogo contra as paredes do celeiro, o caos toma conta do interior e os animais ficam enlouquecidos nas baias, o professor Jean escapa da morte por pouco ao ser acertado pelo cabo de um serrote que cai sobre sua cabeça. Após a poeira baixar, todos se olham e não encontram ninguém ferido, milagrosamente nenhuma baixa, apenas alguns espíritos abalados. Rambô ficou em uma posição privilegiada de tiro, os políticos amedrontados se esgueiraram para o fundo do celeiro e o resto do grupo se recompunha do ataque. No andar de cima Bucheron já começava a descer pela corda que era utilizada para transportar o feno para o mezanino.

Mais gritos dos alemães, ordens para que o grupo se rendesse ficaram sem resposta. Nesse tempo Jean abra a porta de uma das baias soltando uma das vacas, o animal apavorado sai em disparada para o que ela achava ser a sua salvação, a porta do celeiro. Ao abrir levemente a porta com o focinho uma saraivada de tiros foi desferida contra a pobre criatura que cai sobre a porta escancarando-a, agora o grupo podia ver claramente 7 soldados, 2 com sub-metralhadoras a frente. Rambô encontra uma rara situação favorável e dispara contra um inimigo que cai, os outros alemães recuam e recebem ordens para ajudar o ferido, o valente negro vendo mais uma oportunidade se movimenta e encontra cobertura atrás da vaca morta. Uma nova troca de tiros se inicia, quando Adrielle solta a outra vaca que, no perdida no meio do tiroteio é atingida na sua traseia. Nos fundos Bucheron e seu companheiro dão fim ao soldado ferido, recolhem as granadas e armas dos defuntos e tentam flanquear os alemães. Jean “incentiva” o cavalo preso a quebrar a parede e o seu plano funciona em partes, o animal na tentativa de fugir desfere um potente coice e racha uma madeira da parede do celeiro, mas ainda não grande o suficiente para que eles pudessem escapar. Mais tiros, o local está um caos, a vaca corre mancando, sangrando e ensandecida para a porta da frente, mas essa não se arrisca a sair e fica apenas servindo de escudo de carne para o grupo dentro do celeiro. Enquanto o combate ocorria entre alemães, franceses e a pobre vaca, Bucheron chega à frente do celeiro e, com muita precisão, lança uma granada entre os soldados alemães. Rambô teve um pressentimento e recuou com um rolamento, quando ouviu o pino da granada se soltar ele teve apenas tempo para saltar para trás da mesa, em busca de proteção. Uma explosão se seguiu, e a onda de choque abriu um buraco na parede do celeiro, estilhaços de madeira voaram para dentro junto com pedaços de carne fumegante, o cheiro de pólvora se confundia com o de carne humana queimada, a visão daquilo foi forte para todos os novatos, no entanto todos se seguraram e aguentaram a pressão. Eles estavam vivos e isso era o que importava.


A primeira sessão era pra ser um pouco mais longa, mas devido ao churrasco acabamos começando pra lá das 22:00. Assim mesmo acho que foi uma sessão proveitosa, tentei fazer um encontro logo cedo para que todos pudessem "testar" os personagens e também aprender a usar o sistema. Todos puderam notar quão letal é o Savage Worlds e isso foi importante para a sequencia do grupo. Espero que tenha sido divertido pra todos assim como foi pra mim. Espero que possamos seguir com um ritmo legal, sem muitos cancelamentos, pois tenho certeza que será uma campanha muito emocionante pra todos.

________________________________________________
Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Jswidget
doizinho
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3278
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 43
Localização : Curitiba - PR

http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por Rafaelfo em Qua Ago 28, 2013 4:07 pm

Primeira vez jogando Savage Worlds. De cara fica evidente que é um sistema relativamente simples, o que me é um pouco estranho (já que uns 85% da minha vida com RPGs foi com AD&D, D&D3e, D&D3.5 e Pathfinder). O que isso quer dizer? No meu caso quer dizer que eu tenho que conhecer melhor os sistemas mais simples! Very Happy O SW é bem direto e fácil e me parece algo ideal pra jogar algo moderno e/ou sci-fi! Com certeza excelente escolha pra nossa campanha em solo francês.

Sobre o jogo em si, não sei se o Fabiano tinha ou não experiência como mestre, mas nossa introdução ontem já mostrou que a campanha vai ser bem massa e o Fabiano vai nos guiar muito bem através (figurativamente e não-figurativamente) de nazistas filhos de uma p***.

Espero que todas as sessões tenham relatos e que sobrevivamos ou que, ao menos, nossas almas sejam ceifadas em momento de glória para la résistance!

________________________________________________
Rafaelfo
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1809
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por tiagovip em Qua Ago 28, 2013 4:50 pm

O nome Rambo deu certo! Os nazistas metralharam o celeiro e nem o cavalo acertaram! Não dá mesmo para acertar o Rambo e os próximos dele sendo um personagem sem nome. É sabido.

Hehauauahehe. Pena não poder participar, mas às 22hs de ontem eu já estava escovando os dentes para ir dormir.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
tiagovip
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6391
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por libonati em Qua Ago 28, 2013 5:17 pm

Está correto sim Fabiano... meu personagem é Tunisiano.

Caras, bem legal a primeira sessão e já to empolgado para a próxima. Aqueles engravatados que me aguardem, mas vão ter que cuspir respostas ou bagos, à escolha deles!

Minha fé mais uma vez se mostrou real e Deus enviou um de seus anjos para me proteger neste seleiro, assim como protegeu Daniel na cova dos leões.

Quanto ao sistema, até agora estou achando bem legal... a formulação dos pjs foi fácil, apesar de estarmos nos ambientando e o combate fluiu tranquilamente, sem cálculos mirabulosos, nem fórmulas, só rola o dado, vê oq dá e como dá! Esse senso de risco o tempo todo é bem foda e percebi que existe boa chance de nos ferirmos durante as sessões e, pior, amargurar essas feridas pelas sessões vindouras!!!

Mas Deus é fiel e não me abandonará.

________________________________________________
Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Jswidget

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3012
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 36
Localização : Curitiba

http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por doizinho em Qua Ago 28, 2013 5:32 pm

@libonati escreveu:Está correto sim Fabiano... meu personagem é Tunisiano.

Caras, bem legal a primeira sessão e já to empolgado para a próxima. Aqueles engravatados que me aguardem, mas vão ter que cuspir respostas ou bagos, à escolha deles!

Minha fé mais uma vez se mostrou real e Deus enviou um de seus anjos para me proteger neste seleiro, assim como protegeu Daniel na cova dos leões.

Quanto ao sistema, até agora estou achando bem legal... a formulação dos pjs foi fácil, apesar de estarmos nos ambientando e o combate fluiu tranquilamente, sem cálculos mirabulosos, nem fórmulas, só rola o dado, vê oq dá e como dá! Esse senso de risco o tempo todo é bem foda e percebi que existe boa chance de nos ferirmos durante as sessões e, pior, amargurar essas feridas pelas sessões vindouras!!!

Mas Deus é fiel e não me abandonará.
Vocês contaram com a sorte ou proteção divina mesmo, a rolagem da granada atirada pelos alemães foi 1, ambas as rajadas das MG42 rolaram 2. Se alguma coisa tivesse acertado vocês estariam certamente feridos. Eu na verdade achei que vocês fugiriam pelas janelas, o mais simples e óbvio pra quem tinha canivetes, facas e pistolas, mas vocês enfrentaram os caras, gostei de ver.

Sobre a cura, ela é realmente bem complicada sem um médico/enfermeiro/curador no grupo. Se o tratamento não acontecer na primeira hora então só a cada 5 dias você pode tentar recuperar um nível de ferimento. Ferimentos são difíceis de serem curados nesse sistema, por isso é importante vocês absorverem dano enquanto tiverem benes pra isso.

________________________________________________
Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Jswidget
doizinho
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3278
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 43
Localização : Curitiba - PR

http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por Rafaelfo em Qua Ago 28, 2013 6:26 pm

@doizinho escreveu:ambas as rajadas das MG42
Puta merda, até agora eram meras metralhadoras MP40 pra mim.

________________________________________________
Rafaelfo
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1809
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por doizinho em Qua Ago 28, 2013 6:44 pm

@Rafaelfo escreveu:
@doizinho escreveu:ambas as rajadas das MG42
Puta merda, até agora eram meras metralhadoras MP40 pra mim.
Você tem razão, eram MP40, duas MG42 teriam aberto um rombo grande na madeira.

________________________________________________
Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Jswidget
doizinho
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3278
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 43
Localização : Curitiba - PR

http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por libonati em Qua Ago 28, 2013 11:39 pm

@doizinho escreveu:
@Rafaelfo escreveu:
@doizinho escreveu:ambas as rajadas das MG42
Puta merda, até agora eram meras metralhadoras MP40 pra mim.
Você tem razão, eram MP40, duas MG42 teriam aberto um rombo grande na madeira.
MG42s teriam certamente atravessado paredes, colunas e terminado encravada numa vaca!! Isso na melhor das hipóteses, na pior teria explodido algumas das nossas cabeças. Umas boas rajadas poriam abaixo o celeiro!!

________________________________________________
Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Jswidget

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3012
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 36
Localização : Curitiba

http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por Rafaelfo em Qua Ago 28, 2013 11:59 pm

O Jean Pierre voltou a se sentir um pouco mais seguro agora!

________________________________________________
Rafaelfo
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1809
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por Trentini em Qui Ago 29, 2013 8:34 am

HAHAA, porra legal pra caramba esses relatos, vou acompanhar por aqui

________________________________________________
Oh, sleep my child

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Jswidget
Trentini
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3549
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 35
Localização : Curitiba

http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por tiagovip em Qui Ago 29, 2013 8:44 am

@libonati escreveu:
@doizinho escreveu:
@Rafaelfo escreveu:
@doizinho escreveu:ambas as rajadas das MG42
Puta merda, até agora eram meras metralhadoras MP40 pra mim.
Você tem razão, eram MP40, duas MG42 teriam aberto um rombo grande na madeira.
MG42s teriam certamente atravessado paredes, colunas e terminado encravada numa vaca!! Isso na melhor das hipóteses, na pior teria explodido algumas das nossas cabeças. Umas boas rajadas poriam abaixo o celeiro!!
Rambo não cai nem com tiro de bazuca.

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
tiagovip
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6391
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais Empty Re: Sessão 1 - 27/08/2013 - Contatos Iniciais

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum