Sexta - 28/fev

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sexta - 28/fev

Mensagem por tiagovip em Sab Mar 01, 2014 10:00 am

Olá, pessoas!

Ontem, lá na Lambda 42 (agora com porta!), ocorreu nosso encontro costumeiro. O que eu joguei foi:

- Eight-Minute Empire (Pedro, Jorge, Samuca e eu) - a partida de estreia de todos. Como no Eight-Minute Empire: Legends, aqui o objetivo é expandir, conquistar regiões e tentar acumular conjuntos de recursos (quanto mais de um tipo, mais ele valerá), para trocá-los por pontos no final da partida. Tal como o irmão, este demora em média 8 minutos por jogador. Diferente do Eight-Minute Empire: Legends, esta não possui habilidades especiais nas cartas, que representam apenas recursos e ações no tabuleiro (colocar exércitos, mover, eliminar exército e construir cidades). Basicamente são o mesmo jogo, com o turno de jogo funcionando do mesmo modo: escolhe uma das seis cartas dispostas, paga-se o custo da mesma (que pode ser zero), realiza a ação e passa a vez para o próximo. Repete-se isso por uma certa quantidade de rodadas (que depende da quantidade de jogadores) e, ao final, marca-se pontos por regiões e continentes dominadas e conjuntos de cartas. Quem tiver mais pontos, vence! Na partida, o Pedro expandiu-se em direção para além mar, enquanto o Samuca levou seus exércitos para as regiões ao redor da área inicial. O Jorge acabou por seguir os passos do Pedro, mas estava com um foco maior na pontuação dos símbolos das cartas do que nos domínios de seus exércitos. Eu segui por uma trilha diferente, indo para o leste e, depois, realizando a travessia marítima para o continente mais do sul. Ao final, houve um triplo empate: Jorge, Pedro e eu ficamos, todos, com 9 pontos, com o Samuca com 7. O desempate era quem tinha mais dinheiro em mãos e, então, venci por ter uma moeda, enquanto o Pedro e o Jorge estavam sem moedas;

- Eight-Minute Empire (Trentini, Pedro, Jorge, Samuca e eu) - agora com o pessoal conhecendo o andamento da partida, a tensão da disputa foi maior. O Jorge havia entendido mal como a pontuação funcionava na primeira partida, mas agora ele estava afiado, e conseguiu, além de expandir-se bastante para o oeste, cruzando o mar, acumular uma boa quantidade de símbolos de alimentos. O Pedro repetiu a estratégia de antes, seguindo primeiro para o sul, até a ilha próxima, mas depois alterou o curso e seguiu, para o oeste - caminho que também tentei repetir, mas desta vez com menos sucesso, pois os movimentos estavam concorridos, então me dei contente por realizar a travessia para o continente ao sul. O Trentini e o Samuca disputaram pelas regiões ao redor da área central, a qual o Jorge e eu lutávamos pelo controle. Ao final todos conseguiram acumular bons conjuntos de recursos, com destaque para o ferro, acumulado pelo Pedro, o qual ele pontuou no valor mais alto. Nem isso, no entanto, impediu a vitória do Jorge, com 11 pontos, contra 10 do Pedro e de mim, 9 do Trentini e 8 do Samuca;

- Infidel (Fabiano e eu) - a estreia do jogo. Jogamos o cenário Montgisard, onde os cavaleiros templários enfrentam Saladino. O Fabiano fará o relato pormenorizado, já que tem todos os detalhes históricos do cenário, então vou apenas dizer que os cavaleiros cristão começaram cortando como faca as tropas desorganizadas, mas a liderança do Saladino pôs rapidamente todo o exército em ordem e, então, a luta de verdade começou. A cavalaria leve do muçulmanos estava com a mira em dia, mas a cavalaria pesada, sob a liderança do próprio Saladino, não foi páreo para os cavaleiros e a infantaria dos cristãos. Ao final, a sorte de um dos lados trouxe à vitória;

- Pacific Typhoon (Cristiano, Guilherme, Fabiano e eu) - e mais outra estreia, e outro jogo da GMT. Este é um jogo que mistura negociação, disputa de cartas e manejo de cartas nas mãos. Em síntese, o jogo represente as várias batalhas e eventos ocorridos na guerra entre o Japão e os Estados Unidos durante a 2ª Guerra Mundial. O jogador da vez revela duas cartas e escolhe uma delas para ser aquela que estará em disputa - estas cartas são os pontos inicialmente em disputa. Então o jogador decide duas coisas: se o combate ocorrerá de noite ou de dia (tem cartas que só valem para um ou outro momento) e de que tipo ele será: combate de aviões, de navios ou de submarinos. Decidido o momento e o tipo, o jogador da vez abre, usualmente, jogando uma carta ou do lado americano ou do lado japonês. Os demais jogadores, através de negociações, decidem em qual lado do combate irão participar. O lado vencedor recebe a carta de pontos inicial e as cartas de pontos jogadas no lado perdedor, mas quem decide quem leva qual carta é o jogador da vez, assim, ele pode dar uma carta de pontuação alta para um jogador, enquanto deixa a de menor valor para outro. Se não houver cartas no outro lado da disputa, somente a carta inicial disputada é passada para alguém do lado vencedor (ou para o próprio jogador da vez, ou para o primeiro jogador, em ordem horária, que participou do combate no lado vencedor, caso o jogador da vez tenha ficado no lado derrotado). Existem outras minúcias, como cartas de bônus, de eventos, cartas que destroem outras, cartas que fornecem recursos e aumentam a mão de cartas do jogador, e coisas assim, mas o básico é isso. O jogo prossegue até que a pilha de cartas de batalhas termine. O vencedor é quem tiver mais pontos! Na partida o Cristiano e eu começamos bem melhores que a competição, conseguindo acumular bastante pontos em certas batalhas. Ocorreu então, que numa batalha convenci o Guilherme a lutar pelo lado americano, indo ao contrário daquele seguido pelo Fabiano e pelo Cristiano. Acabamos vencendo, e enterrando o Fabiano na última posição (todos estávamos com cerca de 15+ pontos, exceto o Fabiano que estava com 2). Ele pareceu verdadeiramente nervoso com minhas ações e após juras de vingança achei melhor abandonar a partida para não criar confusão. Depois o Fabiano me disse que era cena, e que não tinha feito nada para fundamentar as promessas feitas, o que era verdade. Assim, notei que reagi de forma cretina e deveria ter permanecido, mas na hora pareceu o sensato a fazer. O jogo prosseguiu em três, um número ao qual não é apropriado, o que tirou o brilho que o Pacific Typhoon tinha até então. Ou seja, peço sinceras desculpas pela minha reação, que efetivamente não era justificada, afinal o Fabiano não tinha colocado em ação as coisas que tinha falado. Uma grande bobeira minha - espero não ser banido do jogo, pois achei-o bem interessante, interativo e fácil de jogar. Perdão, Fabiano! Enfim, o jogo, como disse, prosseguiu, mas não o acompanhei de perto - sei, no entanto, que o Guilherme, que vinha em terceiro até eu sair, conseguiu uma notável virada no final, conseguindo dez pontos na última batalha, após uma rolagem improvável (tirou 6 num d6), desse modo ele venceu com 39 pontos, contra 32 do Cristiano e 16 do Fabiano.

E foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5997
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Gustavo em Sab Mar 01, 2014 11:41 am

Curtiram o Infidel?

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1669
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por tiagovip em Sab Mar 01, 2014 12:10 pm

Gustavo escreveu:Curtiram o Infidel?

Sim! Foi uma partida bem legal, rápida e ligeira. Tudo resolvido por algumas tabelas, e com minúcias bem temáticas (como cavalos refugando uma carga!). Recomendado!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5997
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Pedro em Sab Mar 01, 2014 5:56 pm

Além do Eight-minute Empire encarei outros jogos.

Keltis (Eu, Jorge e Samuca): Apresentei o Keltis que conheço para o Samuca e o Jorge. Depois de uma discussão sobre as regras mal escritas da edição da Devir. Posso até experimentar a regra segundo o entendimento do Samuca, mas estou certo de que o jogo cairá no meu conceito. Do contrário é rápido e interessante. Venci com 33 pontos

Quarriors (Eu, Jorge e Samuca): Sim, eu tentei... fazia tempo que não jogava e como era o que cabia no tempo em que aguardávamos pelo fim de outra partida jogamos. O Samuca venceu a partida. Ainda não vi motivos para melhorar a nota do jogo no BGG e ele se mantém com a nota de 3.5 (positivo)

The Capitals (Eu, Rafalefo e Léo): Fomos então ver o resultado das modificações do jogo que a Crash Test Meeple participou do playtest. Achei que o jogo ficou bem acabado... numa complexidade maior que a do Suburbia, mas com semelhanças muito significativas. Curti o jogo que consegui fazer e a sinergia das peças que escolhi durante a partida. Fiz uma cidade interessante. O Rafa investiu em uns combos e cada vez que ele fazia alguma coisa pegava pontos, perdia dinheiro, perdia pontos, ganhava dinheiro, dava uma pirueta, bebia uma água e nunca sabíamos se era vantajoso ou não. O Léo fez uma excelente partida de recuperação, tomou logo de cara 13 pontos negativos, mas no final conseguia pontuar muito e aos poucos se recuperou de tamanha desvantagem. Venci a partida com 65 pontos.

Bora-Bora (Eu, Léo e Samuca): Seguimos então para uma nova partida de Bora Bora. Agora com as regras certas, já que da primeira vez jogamos com alguns equívocos. A partida foi bem bacana e esse jogo é realmente bem interessante. O Samuca se deu melhor na sua saga de agradar os deuses e coletar conchas. Venceu a partida com 158 pontos.

________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Rafaelfo em Sab Mar 01, 2014 6:03 pm

Interessante!
Tenho interesse em conhecer os 3 jogos citados pelo Perretto! Espero por oportunidades...

Os que joguei foram Fresco (ia jogar o 8 minute... mas achei melhor jogar algo diferente com os demais presentes) e The Capitals.

Estou achando interessante este "gateway" que é o Fresco, e, mesmo concordando com o que o Léo disse sobre ele ser um jogo bom mas que existem melhores com esta mesma complexidade/tempo, ele é relativamente diferente, bem acabado em termos de regras e vale a pena ser jogado. Um ótimo jogo para levar nas sextas, nas Lúdicas e para matar aqueles 60 - 75 minutos que temos disponíveis para apenas um jogo. Em nossa partida de ontem, acabei levando com 65 pontos, seguido pelo Ricardo (61), Leonardo (60) e Guilherme (56).

Depois a interessante estréia do The Capitals. Não vou me delongar explicando o jogo pois sou péssimo nisso e não estou com paciência para um grande texto sobre o mesmo (Pedro, Léo?!). Mas cabe pelo menos informar que o jogo é sim muito similar ao Suburbia em muitos aspectos, entretanto é bem mais complexo em diversos pontos, assim como tem duração bem mais extensa (2 horas ou mais). Nossa partida, ontem, que não foi apressada, teve mais de 3 horas de duração. Pois bem... o placar final foi, após essas diversas horas com reclamações constantes do Mirada-mor: Pedro (65), Leonardo (55) e Rafael (45). Ambos os Mirandas eram maquininhas de dinheiro e mandaram muito bem no gerenciamento da cidade... já eu cobria os gastos básicos e olha lá... até consegui bons pontos em algumas ações, mas eu acabava perdendo uns 50% deles pra pagar por meus pecados de ingerência...

(bom, postei logo depois do Pedro, então fica ai também...)

________________________________________________
avatar
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1809
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 31
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Rafaelfo em Sab Mar 01, 2014 6:09 pm

Pedro escreveu:The Capitals [...] O Rafa investiu em uns combos e cada vez que ele fazia alguma coisa pegava pontos, perdia dinheiro, perdia pontos, ganhava dinheiro, dava uma pirueta, bebia uma água e nunca sabíamos se era vantajoso ou não.
Hahaha. E eu também não sabia e não sei até agora se isso foi bom. Mas pela pontuação, podemos partir do princípio que não foi.

________________________________________________
avatar
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1809
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 31
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Trentini em Qua Mar 05, 2014 8:25 am

Eu tive uma rápida participação nessa sexta, ia jogar o Fresco, cheguei a aprender as regras e achei que o jogo seria bem interessante, porém por minha permanência ser mais curta do que eu pensava que fosse, acabei não querendo prejudicar a partida e ter que sair na metade do jogo, cedendo meu lugar ao Léo, joguei o 8 minutes empire e achei um jogo muito bom, pela duração da partida o jogo entrega bastante coisa e algumas decisões interessantes.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3411
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por doizinho em Qua Mar 05, 2014 5:16 pm

Com algum atraso seguem minhas impressões sobre o que joguei na sexta:

Infidel - Pode parecer mentira, mas não erramos nenhuma regra, o que é um feito a se comemorar nos jogos da GMT com manuais de 40 páginas, sem figuras e com letrinha miúdas. Gostei bastante do jogo, as mecânicas são interessante e depois que você pega o jeito o jogo é rápido.

Jogamos o cenário Montgisard, que replica uma investida histórica de Saladino e seu exército de 25000 homens sobre Ascalon, contra o próprio Rei Balduíno IV e apenas 375 cavaleiros. Essa batalha, ou alguma coisa parecida com ela, aparece no filme Cruzados.

Saladino marchou por horas e chegou todo estropiado para a batalha, por isso a batalha começa com todas as unidades do exército Aiúbida desordenadas. Por outro lado o próprio rei adolescente moribundo conduziu suas tropas nesse combate. O cenário tem um timming muito peculiar, o jogador cruzado precisa aproveitar a iniciativa e tentar fazer o maior número de baixas possíveis enquanto seu adversário está desordenado. Eu iniciei com vários ataques frontais que derrubavam com facilidade os inimigos, e no final de minha ativação já tinha uma boa quantidade de pontos. O problema para os cruzados começou quando o Tiago conseguiu várias ativações em sequencia e reorganizou todo o seu exército. Isso deixou os muçulmanos em ótima posição para a sequencia da partida.

Os cavaleiros continuaram tentando derrubar seus inimigos, mas os defensores reorganizados são bem mais difíceis de se abater. O jogo virou e a resposta de Saladino veio forte, mas não forte o suficiente pra abater os fortíssimos cavaleiros cruzados. O Tiago começou a afastar as minhas unidades e avançou pelos 2 flancos pinçando meus cavaleiros. Meus cavaleiros ficaram cansados e recuaram, mas não caíram, já minha infantaria sucumbiu.

A vitória veio para o Tiago quando atingi o meu limite de pontos (15) . Uma partida muito legal!

Pacific Typhoon - O jogo "lembra" o Cosmic Encounter e deve ser muito bom em 6 jogadores. Como jogamos, em 4, é apenas ok. Gostei bastante do jogo especialmente porque comprei ele por 10 obamas aproveitando um espaço livre numa compra. É um bom jogo pequeno, barato, e que pode ser rápido se usarmos a variante do "short game" que reduz o número de rodadas. Sobre a partida, o Tiago tem razão quando disse que eu estava fazendo um teatro. Nunca o ataquei durante a partida toda, apesar de ter prometido fazer isso várias vezes, no entanto o contrário é verdadeiro, o Tiago me sacaneou várias vezes. Mas isso é esperado num jogo de alianças, traições e ameaças, o que não é esperado é que uma pessoa saia no meio da partida, principalmente se ela me conhece há muito tempo pra saber que aquelas ameaças eram vazias. Enfim, uma pena que a partida tenha sido estragada no meio, ela estava indo bem até o momento, depois, com apenas 3 jogadores se tornou ridícula, o jogo não é feito pra esse número. Espero jogá-lo outro dia com umas 6 pessoas que consigam lidar com as ameaças esperadas durante a partida.
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3176
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por tiagovip em Qua Mar 05, 2014 5:24 pm

doizinho escreveu:Pacific Typhoon - O jogo "lembra" o Cosmic Encounter e deve ser muito bom em 6 jogadores. Como jogamos, em 4, é apenas ok. Gostei bastante do jogo especialmente porque comprei ele por 10 obamas aproveitando um espaço livre numa compra. É um bom jogo pequeno, barato, e que pode ser rápido se usarmos a variante do "short game" que reduz o número de rodadas. Sobre a partida, o Tiago tem razão quando disse que eu estava fazendo um teatro. Nunca o ataquei durante a partida toda, apesar de ter prometido fazer isso várias vezes, no entanto o contrário é verdadeiro, o Tiago me sacaneou várias vezes. Mas isso é esperado num jogo de alianças, traições e ameaças, o que não é esperado é que uma pessoa saia no meio da partida, principalmente se ela me conhece há muito tempo pra saber que aquelas ameaças eram vazias. Enfim, uma pena que a partida tenha sido estragada no meio, ela estava indo bem até o momento, depois, com apenas 3 jogadores se tornou ridícula, o jogo não é feito pra esse número. Espero jogá-lo outro dia com umas 6 pessoas que consigam lidar com as ameaças esperadas durante a partida.

Eu juraria de pé junto que era tudo verdade! Você é sim um mentiroso e um ator!

Mas o jogo é divertido, e creio que deve ser uma sacanagem só em 6 pessoas.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5997
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por doizinho em Qua Mar 05, 2014 5:31 pm

tiagovip escreveu:
doizinho escreveu:Pacific Typhoon - O jogo "lembra" o Cosmic Encounter e deve ser muito bom em 6 jogadores. Como jogamos, em 4, é apenas ok. Gostei bastante do jogo especialmente porque comprei ele por 10 obamas aproveitando um espaço livre numa compra. É um bom jogo pequeno, barato, e que pode ser rápido se usarmos a variante do "short game" que reduz o número de rodadas. Sobre a partida, o Tiago tem razão quando disse que eu estava fazendo um teatro. Nunca o ataquei durante a partida toda, apesar de ter prometido fazer isso várias vezes, no entanto o contrário é verdadeiro, o Tiago me sacaneou várias vezes. Mas isso é esperado num jogo de alianças, traições e ameaças, o que não é esperado é que uma pessoa saia no meio da partida, principalmente se ela me conhece há muito tempo pra saber que aquelas ameaças eram vazias. Enfim, uma pena que a partida tenha sido estragada no meio, ela estava indo bem até o momento, depois, com apenas 3 jogadores se tornou ridícula, o jogo não é feito pra esse número. Espero jogá-lo outro dia com umas 6 pessoas que consigam lidar com as ameaças esperadas durante a partida.

Eu juraria de pé junto que era tudo verdade! Você é sim um mentiroso e um ator!

Mas o jogo é divertido, e creio que deve ser uma sacanagem só em 6 pessoas.

Abs,
Eram apenas ameaças, eu não ficaria lhe atacando de bobeira sendo que isso não resultasse em benefício pra mim. Você me conhece e sabe que essas ameaças acontecem em 90% das minhas partidas, e que na maioria das vezes eu não cumpro o prometido. Você mesmo tira sarro de mim por isso.

________________________________________________
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3176
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Soar em Qua Mar 05, 2014 5:34 pm

Que legal que vcs jogaram o Pacific, o meu ainda não viu a mesa!

________________________________________________
"We Are the Borg. You Will be Assimilated. Resistance is Futile"
 
avatar
Soar
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1800
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 45
Localização : Kronnos 1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por tiagovip em Qua Mar 05, 2014 5:42 pm

doizinho escreveu:Eram apenas ameaças, eu não ficaria lhe atacando de bobeira sendo que isso não resultasse em benefício pra mim. Você me conhece e sabe que essas ameaças acontecem em 90% das minhas partidas, e que na maioria das vezes eu não cumpro o prometido. Você mesmo tira sarro de mim por isso.

É verdade, agi que nem um imbecil! Devia ser sono!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5997
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sexta - 28/fev

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum