Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Mensagem por Reffip em Qua Abr 12, 2017 11:05 pm

Diário encontrado ao lado de um cadáver, em uma cabana na ilha maldita:

Dia 1: 

Mau agouro! Estávamos a caminho da ilha para uma missão de exorcismo. Nosso barco sofreu com o mau tempo e quebrou no meio do mar. Cheguei sozinho na ilha e tudo que tenho é uma garrafa de rum e alguns biscoitos. Aqui encontrei dois companheiros: um cachorro, e um nativo que salvei de uma briga e se tornou quase que um servo para mim. Eu o chamo de sexta-feira, que é a primeira coisa que consegui entender de sua fala, quando fui ensinar algumas palavras. Sexta-feira. Dia de mau agouro...
Fomos então explorar a ilha e encontramos uma planície cheia de comida. Pela primeira vez ouvimos barulhos de animais selvagens. Barulhos assustadores. Eu sabia que precisava construir uma corda, mas acabei por engano construindo uma pá. Minha cabeça não está funcionando muito bem! Além disso achamos um pote e o sexta-feira disse se tratar de uma cura. Vamos guardar e espero não precisar usar!


Esta noite está assustadora. Enquanto escrevo ouço um animal cercando nosso acampamento, mas ainda não consegui vê-lo.

Dia 2:

De manhã, uma névoa cobriu todo o território em que tínhamos algum conhecimento. Não pudemos colher nem comida nem achar madeira. Preciso de madeira para conseguir concluir minha missão: Espalhar 5 cruzes pela ilha para garantir o exorcismo. Fui então explorar um novo local e utilizei uma das minhas habilidades de explorador para fazer um reconhecimento de território, assim explorei exatamente o que precisava: uma colina. Nessa colina havia mais animais e uma espécia de templo negro que pretendo visitar em breve. Também encontrei pelo chão madeira e arbustos espinhosos, que servirão para nos proteger dos animais durante a noite! Construi com eles minha paliçada. Fomos então produzir uma corda, mas falhamos na primeira tentativa. Insistimos na construção mesmo sabendo que seria um trabalho mal feito e conseguimos. Acabei me ferindo na perna, mas não parece tão grave.
Sexta feira teve a ideia de construir uma armadilha e também acabou se machucando, mas ainda assim ficou todo feliz com o sucesso da sua construção.

Ainda sem uma cabana, está sendo uma noite difícil de dormir. Certamente acordarei pior do que estou indo deitar. Ainda ouço aquele animal por perto.



Dia 3:

O bicho que estava nos rondando deus as caras e acordei com seu bafo em meu rosto. Não podia ser pior: era um urso! Eu não tinha armas e entrei num embate com ele com minhas próprias mãos. Ele estava prestes a me matar quando consegui joga-lo em cima de uma estaca e ele morreu. Eu nem sei contar a quantidade ferimentos em meu corpo, muitos cortes e sangue pra todo lado. Pelo menos conseguimos bastante comida e pele com a morte do urso.
O pior é que a natureza ao nosso redor continuava nos assustando. Havia mais barulho de animais por perto. Não foi um dia muito produtivo, eu muito machucado fiquei construindo nossa cabana e descansei para me recuperar um pouco. Sexta-Feira encontrou um sino sagrado, e conseguiu tocar este sino. O som fez com que toda névoa sumisse! Voltamos a enxergar o ambiente. Tomei o último gole de rum, que me fez sentir um pouco melhor. A dor diminuiu. 

Nesta noite dormimos cobertos pela cabana. Eu nem sei como consegui sobreviver a este dia. Deus é grande!

Dia 4:

Aquele trabalho de construção mal feito veio cobrar seu preço hoje. Nossa paliçada se desfez. A névoa voltou mais forte do que nunca. Para não dizer que é tudo desgraça, nessa noite houve uma briga entre animais perto da cabana e um porco do mato foi morto. Um bicho a menos para nos ameaçar.
Estou preocupado com minha missão. A ilha parece nos enganar o tempo todo. A sensação é de andar em círculos e de ter algo sempre nos puxando para trás. Esse exorcismo parece mais necessário do que nunca.
Sexta-Feira ao ver o retorno da névoa, tentou tocar o sino novamente e se machucou. Eu, ainda tentando me recuperar e muito machucado, fiquei na cabana construindo uma cama. Me machuquei ainda mais nessa construção, mas sei que essa cama vai me ajudar muito.
Mais um dia andando em círculos.

Dia 5:

O que já estava ruim, piorou. Aquele ferimento na minha perna gangrenou! E se não fosse pela cura que encontramos, eu teria morrido! Depois dessa desgraça tudo o que pudemos fazer foi tocar o sino para espantar a névoa, e explorar mais um trecho da ilha. Tenho a esperança de começar a construção das cruzes amanhã. Encontrei uma bússola que me ajudará bastante em futuras explorações.
Passamos por um frio incomum nessa noite. Gastamos quase toda nossa madeira.

Dia 6:

A chegada do frio intenso nos deixa um tanto depressivos. Nossa moral diminui bastante. Nos sentimos mais uma vez andando em círculos, tudo o que fizemos foi melhorar nosso telhado e descobrimos mais uma área da ilha.
Essa noite está sendo mais dura e fria do que nunca. Está difícil aguentar. Já gastamos toda nossa madeira e comida para nos aquecer. Sigo escrevendo para manter o braço em movimento, mas está cada vez mais difícil. Os minutos se arrastam e o frio penetra e endurece até nossa alma. Meu.. braço... já não... aguenta....

________________________________________________
plus ça change plus c'est la même chose...

-----------------------------------------
avatar
Reffip
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 652
Data de inscrição : 16/07/2014
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Mensagem por tiagovip em Qui Abr 13, 2017 12:22 pm

Muito legal, Osmar!

As narrativas do Robinson tendem a ser boas mesmo, mostrando o quão funcional e temático ele é.

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5887
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Mensagem por Binderman em Sex Abr 14, 2017 9:30 am

Muito bom Osmar, concordo com o Tiago, com esse jogo até fica fácil escrever histórias interessantes.

________________________________________________
"You are already naked. There is no reason to not follow your heart." Steve Jobs

avatar
Binderman
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2523
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Mensagem por Bruno Ferreira em Sab Abr 15, 2017 10:28 am

Mto boa Osmar! Thumbs Up

________________________________________________
avatar
Bruno Ferreira
Battlestar Galactica
Battlestar Galactica

Mensagens : 306
Data de inscrição : 24/02/2014
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Mensagem por Trentini em Sab Abr 15, 2017 12:08 pm

Legal, Osmar, Robinson é um jogão!

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3354
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Robinson Crusoé - Ilha Maldita - 12/04/2017

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum