Terça - 14/junho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Terça - 14/junho

Mensagem por tiagovip em Qui Jun 16, 2016 10:58 am

Olá, pessoas!

Nesta terça rolaram uns jogos na Vila Celta:

- Lone Wolf: The Battle for Magnamund (Libonati e eu) - estreia do jogo. Fomos no primeiro cenário: Patrulhando (Scouting) em que o objetivo principal é averiguar as construções da vila. Iniciamos fazendo bem isso, mas como o lado dos cavaleiros tem vantagem, com 3 construções em seu lado, contra duas dos Giaks (com quem eu joguei), avancei para a briga com parte de minha força, de forma a engajá-los em combate e, se possível, derrubar a líder dos cavaleiros, a capitã Moriel, pois o meu líder, o capitão Kootak tem seus venenos para causar mais dano, e com a morte do líder, talvez eu conseguisse fazer toda a unidade de cavaleiros retirar-se, dando-me tempo para recuperar o terreno perdido, pois até o encontro das duas forças, eu perdia por mais de 10 pontos de objetivos.

Só que o combate não foi lá muito para o meu lado. Apesar de realizar alguns ataques combinados, errei ao tentar derrubar primeiro uma líder com especialização em defesa. Nisso, meus Giaks foram flanqueados e meu líder foi até atacado pelas costas. Quando tive uma baixa, quase toda minha unidade desfez-se em pânico, mas a presença do Kootak os conteve.

Enquanto isso, um Giak, que enviei para longe de combate, de forma a averiguar as construções, conseguiu passar ao largo da batalha e fazer o serviço para o qual o grupo fora enviado. Já os Libonati enviara toda sua força para pressionar e eliminar o resto do meu grupo - e nisso tive outra baixa, com o giak remanescente fugindo. Sobrei com meu Kootak contra 4 cavaleiros e a Moriel. E o Giak furtivo.

Aí o Kootak, afinal, fez a parte dele. Ao partir um cavaleiro ao meio, a violência pôs dois cavaleiros para correr. Agora, eram 2 contra 1. O Kootak foi atingido no braço, perdendo força, mas continuava lutando, mantendo os sommlendings ocupados. O giak batedor, após ver todas as construções, retornou ao exército. Nisso passei o Libonati em pontos, pois quando ele engajou todos seus homens, não podia mais livrá-los da luta.

O Kootak acabou por matar outro cavaleiro, e restaram só a Moriel e o Kootak ali naquela vila abandonada. O tempo do cenário encerrou, e os Giaks venceram por 26 a 17 pontos objetivos.

O jogo correu OK, com algumas dificuldades devido a certas omissões nas regras. Pareceu ser bem aparentado aos jogos de guerra mais antigos, com tabelas (mas só 3) e uma montanha de sorte envolvida na batalha, ainda que, como o Libo viu, cuidado com posicionamento e manter uma reserva podem ser chave.

- Sentinels of the Multiverse (Pedro, Libonati e eu) - os heróis Legacy (Pedro), Visionary (Libo) e Absolute Zero (eu) enfrentaram o Barão Blade Terrorista, em Megalopolis. A Visionary e o Legacy até carregarem seus próprios pesos, com a Visionary controlando as artimanhas do vilão e o Legacy batendo e curando os demais. Ao AZ faltou uma peça importante de equipamento, que o impediu de ser de fato efetivo no combate. Como o Barão, nessa versão (e no avançado), não dá chances para bobeira, logo ele estava batendo de 3 para 9 de dano em cada herói. Ficamos a um de dano de ao menos derrubá-lo uma vez, felizmente a ajuda policial de Megalopolis encarregou-se disso. Só que o Barão deu um sorriso, levantou, e arrebentou de uma vez todos os heróis, já que os três estavam no limite das energias (a Visionary e o AZ com 1 de vida e o Legacy com 3). Vitória do vilão!

- Dominion x2 (Pedro, Libonati e eu) - foram duas partidas, aproveitando a ausência do Russo, que nos bateria se visse o jogo na mesa. Na primeira, as cartas do jogo foram o Ferreiro (Smith), o Festival (Festival), a Milícia (Militia) e a Bruxa (Witch). Achei que estava surfando na onda da vitória, mas acabei é mesmo comprando cartas de ação demais e tive muitos 7 de dinheiro (que viraram Ouro ou ações). Apesar de estar zoando com os outros, com meus milicianos e minhas bruxas, acabei é amargando o último lugar, empatado com o Pedro (mas que teve um turno a menos), com 28 pontos, enquanto o Liba venceu, com 30 pontos.

Na segunda partidas, as cartas importantes foram o Espião (Spy), Laboratório (Laboratory) e o Porão (Cellar). Essas cartas aceleraram bastante o baralho de todos. Sabia que o resultado seria apertado, pois todos íamos com turnos bons, eu ainda valendo-me do Aventureiro (Adventurer), que sempre me levou a uma nova Província. Na rodada que sabia ser a final, achei que o Liba compraria a última Província, mas ele parou num Ducado. Assim, ficou para mim, e foi a diferença, pois fechei com 33 pontos, contra 30 do Libonati. Os Espiões do Pedro não lhe serviram muito bem.

E foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por Binderman em Qui Jun 16, 2016 11:03 am

Ainda não consegui jogar direito com o Absolute Zero. Até pensei em uma estratégia mas aí vieram outras expansões e ele acabou ficando no limbo.

________________________________________________
"Homo sapiens is an obsolete algorithm." Yuval Noah Harari

avatar
Binderman
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2637
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por tiagovip em Qui Jun 16, 2016 11:06 am

Binderman escreveu:  Ainda não consegui jogar direito com o Absolute Zero. Até pensei em uma estratégia mas aí vieram outras expansões e ele acabou ficando no limbo.

Acho ele bem bom, quando funciona. Já vi ele fazer brutalidades que nenhum outro consegue.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por Soar em Qui Jun 16, 2016 5:11 pm

tiagovip escreveu:
Binderman escreveu:  Ainda não consegui jogar direito com o Absolute Zero. Até pensei em uma estratégia mas aí vieram outras expansões e ele acabou ficando no limbo.

Acho ele bem bom, quando funciona. Já vi ele fazer brutalidades que nenhum outro consegue.

Abs,
Eu gosto dele! Meu preferido junto com a Expatriate e a Fanatic.
Acredito que possa ser mesmo um dos melhores quando o jogador conhece bem como combar os mods e equipos dele!

________________________________________________
"We Are the Borg. You Will be Assimilated. Resistance is Futile"
 
avatar
Soar
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1800
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 45
Localização : Kronnos 1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por libonati em Qui Jun 16, 2016 11:54 pm

Warrior escreveu:
tiagovip escreveu:
Binderman escreveu:  Ainda não consegui jogar direito com o Absolute Zero. Até pensei em uma estratégia mas aí vieram outras expansões e ele acabou ficando no limbo.

Acho ele bem bom, quando funciona. Já vi ele fazer brutalidades que nenhum outro consegue.

Abs,
Eu gosto dele! Meu preferido junto com a Expatriate e a Fanatic.
Acredito que possa ser mesmo um dos melhores quando o jogador conhece bem como combar os mods e equipos dele!

O Zero afundou o time. Lutávamos como se estivéssemos em dois e apanhávamos como em três. O pior foi ter usado meu poder de Visionary com ele por diversas vezes, quando deveria ter beneficiado o legacy

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2975
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por tiagovip em Sex Jun 17, 2016 12:37 pm

libonati escreveu:
Warrior escreveu:
tiagovip escreveu:
Binderman escreveu:  Ainda não consegui jogar direito com o Absolute Zero. Até pensei em uma estratégia mas aí vieram outras expansões e ele acabou ficando no limbo.

Acho ele bem bom, quando funciona. Já vi ele fazer brutalidades que nenhum outro consegue.

Abs,
Eu gosto dele! Meu preferido junto com a Expatriate e a Fanatic.
Acredito que possa ser mesmo um dos melhores quando o jogador conhece bem como combar os mods e equipos dele!

O Zero afundou o time. Lutávamos como se estivéssemos em dois e apanhávamos como em três. O pior foi ter usado meu poder de Visionary com ele por diversas vezes, quando deveria ter beneficiado o legacy

Que maldade! Isso é recalque do Lone Wolf espirrando aí na parceria dos heróis!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por libonati em Sex Jun 17, 2016 2:41 pm

No Dominion, eu ia vencer as duas partidas. Mas depois que arrebentei na primeira e fique sambando na cara dos adversários, ofensivamente, o Perreto disse que se perdesse pra mim novamente, baixaria pra 2 a nota do Dominion.
Assim sendo, para resguardar a carreira do Vacca, que já não anda muito boa, resolvi dar uma segurada na segunda partida e apesar de poder comprar uma província, optei por um ducado.
Ia deixar o Pedro ficar na minha frente também, mas nem todo meu esforço mental foi suficiente pra jogar tão mal a este ponto.

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2975
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por libonati em Sab Jun 18, 2016 1:11 am

E para terminar meus relato desta terça, feito em parcelas (há tempos não jogava tantos jogos assim), vamos ao Lone Wolf!

à primeira vista, o jogo despertou um sentimento de nostalgia, com aqueles ilustrações muito (A)D&D da Abril.
Este primeiro cenário foi realmente muito básico e acho que serve só pra o jogador se habituar com algumas regras essenciais do sistema e saber diferenciar portas e janelas (oq perturbou o Perreto por mais de metade da partida).

Ele tem um sistema de resolução de combates num dado de d100% e isso gera, normalmente, consultas às tableas do jogo e um mundarel de cálculo. P.ex. Lança contra armadura de placas é 10% de chance de acertar + 2% por ser veterano + 5% por estar ao lado de um herói - 1% pq o inimigo tem um escudo = 16% para uma unidade acertar. Se 4 unidades nas mesmas condições estiveram atacando, multiplica-se a probabilidade por 4. Mas se só 2 estiverem nas mesmas condições, uma está flanqueando o inimigo e a outra estiver flanqueando, mas sem estar ao lado do herói, multiplica-se o 16% (do exemplo) por 2 a outra unidade soma-se 21% (5% por estar flanqueando e da outra soma-se 16% (+5% por estar flaqueando e -5% por não estar ao lado do herói)

Nesse cenário, com apenas 5 figuras e sem ataques à distância, não tivemos tantos problemas assim. Mas fico imaginando a confusão dessa parada toda num cenário com 4 unidades, cada uma com 4 soldados, dois heróis, galera com arco, outra galera montada... enfim, não sei se o sistema seria intuitivo o bastante para manter um ritmo de tensão legal na partida.

Outras coisas que achei estranhas foram os testes de moral e a baixa capacidade dos heróis. Num teste de moral mal sucedido, sua tropa pode se desfazer.

Fora isso, o jogo é legal, me pareceu rápido e divertido

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2975
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por Pedro em Sab Jun 18, 2016 5:05 pm

Acontece Libonati que eu deixei você se sair melhor já que quando você apresenta seus jogos acaba sendo sempre perdedor. Foi apenas por dó que dei chance de haver uma disputa entre você e o Perretto.

________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por tiagovip em Dom Jun 19, 2016 10:21 pm

libonati escreveu:E para terminar meus relato desta terça, feito em parcelas (há tempos não jogava tantos jogos assim), vamos ao Lone Wolf!

à primeira vista, o jogo despertou um sentimento de nostalgia, com aqueles ilustrações muito (A)D&D da Abril.
Este primeiro cenário foi realmente muito básico e acho que serve só pra o jogador se habituar com algumas regras essenciais do sistema e saber diferenciar portas e janelas (oq perturbou o Perreto por mais de metade da partida).

Ele tem um sistema de resolução de combates num dado de d100% e isso gera, normalmente, consultas às tableas do jogo e um mundarel de cálculo. P.ex. Lança contra armadura de placas é 10% de chance de acertar + 2% por ser veterano + 5% por estar ao lado de um herói - 1% pq o inimigo tem um escudo = 16% para uma unidade acertar. Se 4 unidades nas mesmas condições estiveram atacando, multiplica-se a probabilidade por 4. Mas se só 2 estiverem nas mesmas condições, uma está flanqueando o inimigo e a outra estiver flanqueando, mas sem estar ao lado do herói, multiplica-se o 16% (do exemplo) por 2 a outra unidade soma-se 21% (5% por estar flanqueando e da outra soma-se 16% (+5% por estar flaqueando e -5% por não estar ao lado do herói)

Nesse cenário, com apenas 5 figuras e sem ataques à distância, não tivemos tantos problemas assim. Mas fico imaginando a confusão dessa parada toda num cenário com 4 unidades, cada uma com 4 soldados, dois heróis, galera com arco, outra galera montada... enfim, não sei se o sistema seria intuitivo o bastante para manter um ritmo de tensão legal na partida.

Outras coisas que achei estranhas foram os testes de moral e a baixa capacidade dos heróis. Num teste de moral mal sucedido, sua tropa pode se desfazer.

Fora isso, o jogo é legal, me pareceu rápido e divertido

É bem por aí mesmo.

Sobre os heróis, vi uma sugestão que pode ser interessante: que eles valem como qualquer unidade (como um coringa). Assim, caso possa atacar da mesma maneira (precisa ter um lança para atacar com os lanceiros, uma cavalo para juntar-se à cavalaria, etc), ele pode se juntar ao ataque coletivo da unidade.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terça - 14/junho

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum