Terça - 17/maio

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Terça - 17/maio

Mensagem por tiagovip em Qua Maio 18, 2016 2:30 pm

Olá, pessoas!

Encontrei o Pedro na Manticore onde aproveitamos para um jogo rápido:

- Sentinels of the Multiverse (Pedro e eu) - os heróis Visionary (Pedro) e Absolute Zero (eu) enfrentaram a Citizen Dawn em Megalopolis. Usualmente Megalopolis dá bastante trabalho aos heróis, mas tivemos até ajuda policial contra a vilã. De início o cidadão Verdade nos travou, deixando os demais imune a dano e sem conseguirmos atacar o Verdade com força. Porém, quando afinal o removemos, os demais sucumbiram rápido. A Dawn uniu-se ao sol para recuperar forças, enquanto a cidadã Inverno curava o Absolute Zero, que, com a Visionary, passou a ter o dano aumentado, causando grandes estragos em suas ações devido a isso. Apesar da Dawn e seus cidadãos darem algum trabalho, no final os heróis acabaram por vencer.

Já na casa do Marcelo:

- Dead of Winter: A Crossroads Game (Marcelo, Léo, Pedro e eu) - jogamos o cenário Muitas Bocas, onde a colônia já começa cheia de indefesos (7) e o objetivo geral é sobreviver por 5 rodadas. Inicialmente poderia ser bem complicado evitar a fome, mas saí com a cozinheira, que pode adicionar 2 comidas usando um 4+ e ainda dei a ela um livro de receitas, que fazia o número ir para 3 comidas. Não chegamos a ter muita dificuldade com os zumbis - o soldado (Pedro) lidava com os mais assanhados ao redor da colônia, e apesar deste ter tido um acesso de loucura e atacado os outros sobreviventes, ele se recuperou e, com alguma ajuda, manteve o local relativamente seguro da ameaça dos zumbis. Pela cidade, íamos explorando para lidar com as crises e apenas uma destas envolvia comida, o que foi ótimo. A cozinheira acabou por morrer num ataque zumbi, e após alguns outros eventos, o moral estava em 2, indo para a última rodada. A crise causaria a morte de 2 sobreviventes, em caso de falha, então era preciso passar. O Marcelo disse que cuidava da crise, e tivemos que confiar nele, pois não tínhamos justamente mais comida, após a morte da cozinheira, para ajudar na crise. Felizmente, o Marcelo parecia leal, até roubando uma velha louca, de forma a trazer mais comida para a colônia. Ao final o Marcelo tentou fazer ataques nos zumbis, tentando de toda maneira matar duas seguidoras do grupo dele, mas só conseguiu mandar para a cova uma delas. Ao final, sobrevivemos. Todos, exceto o Marcelo, cumpriram seus objetivos pessoais também - o do Marcelo era terminar sem nenhum personagem ferido, o que ele não conseguiu. Houve um ponto bem engraçado na partida: num evento de Encruzilhada, uma de minhas seguidoras encontrou o Gabriel Diaz e a família dele - a escolha que eu tinha, após o Gabriel salvar a moça, era trazê-lo para a colônia, junto de 3 indefesos, ou dizer obrigado e dar tchau. Escolhi mandar o pessoal embora. Em seguida, no meu turno normal, usei uma carta de sobrevivente e o que puxei para o time foi o Gabriel Diaz! E sem nenhum indefeso. Não perguntamos o que ocorreu com a família dele, mas era nítido que o caso ali dele com a minha seguidora era amor.

- Tigris & Euphrates (Léo, Pedro, Marcelo e eu) - apesar do adiantado da hora e do cansaço do Leo, o Marcelo pleiteou o T&E e fomos nele. O início foi nos conformes, cada um expandindo, em separado, suas civilizações. O Léo fez um templo, preto e verde, e o Pedro e o Marcelo saltaram lá para fazer revolta e chupinhar cubos. Eu fiz minha civilização encontrar com parte da do Marcelo (ele expandia em 2 pontos diversos) e, apesar de perder o conflito religioso, o que eu esperava já, anexei mais força para meus outros 3 líderes. Com isso, passei a fazer guerras externas, enfraquecendo os demais e aumentando meus ganhos. O Léo uniu a civilização dele à esta grande minha, e num conflito difícil empatamos na luta entre os líderes azuis, mas sendo eu o defensor, o empate era meu. Agora, com mais as peças daquela região, fiquei difícil de parar. O Pedro viu a maneira, usando peças de desastre, para separar partes da civilização, mas os outros não acompanharam e o que restava era suficiente para meus objetivos. As revoltas foram meu ponto fraco, tendo líderes expulsos umas 4 ou 5 vezes, mas não atrapalhou tanto, pois pude alocá-los para obter cubos ao lado dos dois templos feitos (o Marcelo fez o outro). Sem perspectivas, o Pedro e o Léo passaram a acelerar o final do jogo, e este veio quando os ouros no tabuleiro chegaram a 2. Após a contagem, ganhei com 12 pontos.

E foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5883
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum