Doom - Fechando o Livro - 24/fevereiro

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Doom - Fechando o Livro - 24/fevereiro

Mensagem por tiagovip em Sex Fev 26, 2016 4:08 pm

Olá, pessoas!

Segue o relato:

Éder, Careca & Marcelo - Soldados
Tiago - Líder dos invasores

Após o quarto cenário, antes de iniciarmos o quinto e último, o Careca gastou sua experiência para adquirir 1 munição extra de granada e o Marcelo adquiriu 1 vida extra (indo para 11).

O início do cenário, diferente dos anteriores, começa na tensão, com os soldados chegando em uma área quase sem oxigênio, de onde vem o chamado do estranho Cubo, que os soldados sabem ser importante, porém não entendem ainda o que ele é ou o que pode fazer.

Enquanto o Batedor ia atrás do Cubo, o Artilheiro seguiu pelo teleportador, chegando a uma área entupida de invasores, mas, felizmente, com oxigênio.





Após eliminar três das criaturas com uma granada, o Artilheiro esperava pelo apoio do Tático, o que não ocorreu, pois este, afetado pela loucura cada vez mais presente, descarregou sua arma contra quimeras de sua imaginação. Isso fez com que, sozinho, o Artilheiro tivesse que lidar contra o ataque de múltiplos invasores, sem chance de defesa, sendo derrubado. Afinal, quando o apoio chegou, as criaturas foram massacradas foi possível seguir adiante.





Na área havia um par de Archviles e Vermes, os quais, junto de alguns Retornados, cercavam os soldados. Foi uma briga difícil, com os Archviles dando longos disparos de energia e tanto trazendo quanto comandando os invasores para a luta; e um momento ruim para os soldados foi quando um Cacodemonio apanhou os três num ataque de área. Os soldados resistiram, principalmente com o uso do Cubo da Alma, que fora carregado com a alma de um soldado moribundo, encontrado pelo trio, que logo veio a falecer. O Cubo, além de ser uma arma absolutamente mortal, era capaz de, com sua energia, curar seu usuário, o que foi de imenso auxílio, principalmente quando, barrando o avanço, havia um monstruoso Cavaleiro do Inferno.





A poderosa criatura derrubou o Artilheiro, todavia foi eliminada por disparos da arma de Plasma e granadas. O caminho adiante era coberto por poças ácidas e gases nocivos, que causaram incômodo. E na área anexa estava o objetivo dos soldados: os portais para o Inferno. Era preciso selá-los, a qualquer custo. No entanto, um Cyberdemon e um trio de Vagantes não iriam permitir isso.





O Cubo travou quando esperava-se que usá-lo para rapidamente matar o Cyberdemon. Apesar disso, na força bruta, o Artilheiro feriu o monstrengo e o jogou para cima do ácido, machucando-o ainda mais. Apesar de sofrer um ataque poderoso do Cyberdemon, o Artilheiro, com apoio dos colegas, conseguiu eliminar a criatura antes que mais estrago fosse feito. As Vagantes conseguiram atrapalhar bastante o avanço dos soldados, porém, com os disparos de longo alcance do Artilheiro, com sua arma de Plasma, e algumas granadas bem colocadas, elas foram todas mortas.

Os soldados descobriram que o Cubo da Alma era capaz de selar os portais para o Inferno e os soldados fizeram isso, enquanto lidavam com assaltos diversos de Zumbis Comandos e Vermes. A resistência dos soldados estava no limite, e não parecia haver como sobreviver. Porém, um teleportador, basicamente abandonado, pode ser ativado para levar para um local desconhecido... e era um local de lançamentos de pods de resgate. Ao que tudo indicava, estavam intactos e deviam ser reservados para membros do alto escalão da UAC, porém, com a abertura dos portais para o Inferno logo ao lado, não houve chance para serem utilizados.

Vendo que as criaturas remanescentes na base vinham alucinadas pelo ódio de perderem a chance de continuarem sua invasão, vinham em seu encalço, os soldados ativaram os pods e partiram...





O borrão de barulho e velocidade, que parecia durar infinitamente, acabou quando o mesmo foi substituído pelo sereno brilho das estrelas. Após um tempo de silêncio e contemplação, os aparelhos dos pods começaram a transmitir e seguir seu rumo. Após passar pelo Inferno, até a velha Terra seria um paraíso.


**************** Foi uma bela luta. Até perto do final a coisa estava em aberto, apesar do início ser melhor para os invasores (eu), o Cubo deu um suporte grande aos soldados, e o limite da mão de cartas obrigou-me a descartar coisas que viriam a ser bem importantes, porém era preciso fazer escolhas. Perto do final, tendo a oportunidade de atacar o Tático (Éder) ou o Batedor (Marcelo), optei pelo Tático, que tinha mais vida, porém menos armadura. O feri rolando 3 de força (para 1 dano), o que também feriria o Batedor. Depois calhou de, num ataque final desesperado, envolvendo um Zumbi Comando e um Trite que se explodiu, deixei o Batedor com 1 de vida! Ah, como me arrependi de meu ataque anterior. Então os soldados selaram os portais e escaparam, vencendo o cenário, faltando 2 rodadas para meu baralho encerrar e também dar-me o último frag de que eu carecia. Foi apertado! Mas os soldados cumpriram seu objetivo. Então, fim da campanha! Rola os créditos.


________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5932
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Novo Tópico   Responder ao tópico
 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum