Arkham, 30 de dezembro de 1926

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Arkham, 30 de dezembro de 1926

Mensagem por tiagovip em Seg Jan 04, 2016 11:04 am

"As tribos polinésias tinham registros, em sua maioria orais, mas alguns deixados em marcas na pedra ou em couro, que havia uma ilha da qual, em seu interior, havia uma passagem, um caminho de rochas e algas, que levaria até um ser divino - uma divindade em parte monstro, em parte peixe -, cujo nome variava em sua escrita, mas sempre de mesma pronúncia: Dagon é a melhor representação em nossa língua. Elas também tem mapas rústicos para indicar a posição de tal ilha. Dependendo de como interpretar as marcas, o local pode mudar da Austrália para a Noruega. Dei ao chefe da tribo um mapa atual, feito em ano passado em Miskatonic, e pedi que ele marcasse o local no mapa. Ele não demorou nada para, com o dedo, apontar para o ponto. Perguntei se ele tinha certeza. Disse-me que sim. Peguei um outro mapa, um náutico, e pedi que ele indicasse ali qual era o local. Novamente o fez e no mesmo ponto, e me falou que a ilha 'viajara nos anos', que estivera o mar a movia junto da terra. Eu conhecia aquele lugar. Uma ilha, perto de Innsmouth. Chamavam-na de Recife do Diabo."

Extrato do diário de Luke Robinson


ARKHAM HORROR

Jogo: Arkham Horror, com a expansão Innsmouth Horror

Investigadores: Rex Murphy, o repórter (Careca), "Ashcan" Pete, o andarilho (Éder) e Luke Robinson, o sonhador (eu)

Grande Antigo: Abhoth





Resultado:
Spoiler:
Derrota

Momentos especiais: O Pete ajudando no Prédio de Ciências, conseguindo um dinheirinho, só para ser roubado na Mata, pela Gangue de Sheldon. O Lâmina Espectral do Luke arrebentando uma Cria sem Forma que habitava o Recife do Diabo (13 dados no total). O Rex sofrendo com sua maldição.


Descrição: Nosso começo foi particularmente bom. Os encontros iniciais permitiram conseguir algumas pistas adicionais e o Luke Robinson, usando-se de sua Caixa Portal, saiu da Terra dos Sonhos para Yuggoth, chegando no Recife do Diabo e fechando o portal ali, e, depois, valeu-se de seu poderoso feitiço, a Lâmina Espectral, para destruir uma Cria sem Forma que guardava aquele local pérfido. Então alguns problemas começaram.

Em Arkham, o Rex Murphy, após alguns inquirimentos, decidiu tentar sua sorte num portal no Bar de Estrada do Hibb, contudo este era guardado por um Filhote Sombrio, e o Rex, amaldiçoado, não foi páreo para a criatura, e acabou no Hospital de Santa Maria, com uma severa concussão. O Pete, após ajudar numa experiência no Prédio de Ciências, da Miskatonic, recebeu $3, o que lhe deixou muito contente. Porém, enquanto caminhava pela Mata, trombou com um membro da Gangue de Sheldon, que, alcoolizado, acabou roubando $4 do Pete, que era todo o dinheiro que ele recebera e ainda o $1 com que chegara na cidade.

O Luke voltou para Arkham, não como passageiro, mas como paciente, pois estava febril após sonhos vívidos abastecidos de imagens enlouquecedoras, fruto das histórias que escutara quando conversa com os pescadores da Ponta do Falcão, em Innsmouth. Devido às convulsões que sofrera, acabara por lascar algumas costelas, porém, saiu do Hospital mesmo contra as recomendações dos médicos, prometendo tomar cuidado, o que efetivamente fez.

Apesar dos problemas, o culto à Abhoth não agia com celeridade. Quase não havia portais, e o Pete, por acidente, entrou em um quando este foi aberto na Mata, e em seguida o Luke acessou outro, a partir da infame Casa da Bruxa, sendo estes os únicos que havia. Existia, portanto, a chance de Arkham ser livrada de todos os portais, impedindo o despertar do Grande Antigo. Carecia de alguma sorte, verdade, mas Estranhos Avistamentos ocorriam pela cidade, causando medo na população, e trazendo os amorfos Filhos do Abhoth para Arkham. Ruim, certamente, todavia dava preciso tempo para os investigadores alcançarem seu intento. Porém, não era para ser. Pete foi atrasado em suas explorações em R'Lyeh e, então, outros portais abriram, na Praça da Independência e na Ordem Esotérica de Dagon. Não era mais possível vencer pela ausência de portais em Arkham. Restavam os selos.

O Pete selou o portal na Mata, o Rex aquele na Praça da Independência e o Luke o da Casa da Bruxa, enquanto outros portais abriram na Caverna Negra e na Ilha Não Visitada. Abhoth estava perto de ser despertado, contudo a leitura das Lascas de Eltdown fez retroceder o avanço da Perdição, dando os investigadores mais algum tempo, e o Luke selou o portal na Ilha Não Visitada. O Pete, após um empréstimo feito no Banco de Arkham, foi até a Loja de Curiosidades e, ali, achou um importantíssimo Símbolo Ancião e, depois, o Leite de Shub-Niggurath, adquirindo ambos.

Durante essas ações, o pavor em Arkham subia a níveis de histeria total. Os investigadores não lidavam com as criaturas nas ruas, e os Filhos de Abhoth causavam pânico crescente, além de avançar o despertar de seu "pai". Com isso, o Pete sequer teve tempo de valer-se de seus itens comprados, pois com a abertura de um portal no Recife do Diabo, o Abhoth despertou.

O combate final épico ocorreu. Mesmo com os investigadores não estando particularmente preparados para ele, o Pete estava abençoado, e carregava um lança-chamas, e o Rex livre de sua maldição. O Luke parecia ser o menos útil para o confronto definitivo, porém eis que o ambiente da luta permitiu ao Luke valer-se de sua Lâmina Espectral, e ainda outra vez com a ajuda do Rex, que auxiliou o Luke a recuperar sanidade suficiente para um último feitiço. Assim, mesmo com dificuldades, os investigadores deram uma boa luta à sombra do Grande Antigo, mas, no final, foram devorados.

Infelizmente, o fim tinha chegado e o pavor diante do terror inominável que já mantinha Arkham sob seu jugo, espalhar-se-ia ao mundo.


*************** Foi uma partida curiosa, pois por mais da metade dela tivemos chances reais de vencer deixando Arkham sem portais, devido a duas afluências de monstros normaios e mais dois Mythos de Avistamentos Estranhos (que causam a vinda de monstros, sem abrir portais), mas perdemos a melhor delas ao não acreditar que a mesma seria, de fato, possível. Ainda assim, já explorando os portais, conseguimos selar quatro locais, só que, para tanto, foi necessário deixar Arkham a própria sorte, e os monstros apinharam-se ali junto dos três filhos de Abhoth. Eles que pesaram a balança contra nós, avançando o Terror (que chegou até 8 ) e a Perdição três vezes. Devíamos certamente ter feito mais contra eles.

Lidamos bem com um rumor incomodo, A Tapeçaria Desfiando (Unraveling Tapestry), que ameaçou enlouquecer dois investigadores - o Rex e o Luke -, todavia o Rex conseguiu mantê-la ativa, sem chegar a sua conclusão ruim.

Innsmouth ficou quase totalmente quieta durante a partida, algo raro. Até perto do final, somente aquele primeiro portal, lá no Recife do Diabo, foi a ação por lá. Então veio o portal na Ordem Esotérica e uma hoste de monstros pelas ruas, mas a trilha dos Abissais não chegou a passar de 1.

Na batalha final foi uma surpresa quão bem lutamos, fazendo o Abhoth descer a 3 (de 11 iniciais), ficando a 7 sucessos de derrotá-lo.

A partida durou 16 rodadas e teve 2h30 de duração.

E foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6034
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum