Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Binderman em Dom Jan 03, 2016 6:48 pm

​Caso não queira ler tudo, pule para o tl;dr no final do texto.

O Desafio

  Com o objetivo de ter mais imersão nos jogos Arkham Horror, Elder Sign, Eldritch Horror e Mansions of Madness, comecei a ler as histórias de ficção do Lovecraft no final de 2014 e terminei-as no final de 2015. Li apenas as histórias escritas quando adulto e corrigidas pelo S.T.Joshi, biógrafo e estudioso de Lovecraft. Ainda pretendo ler as histórias de outros autores que colaboraram com o  Cthulhu Mythos, mas como o Lovecraft foi o precursor, resolvi encarar o desafio de ler obras de um escritor altamente rebuscado e cheio de descrições e adjetivos. Os textos em inglês podem ser lidos gratuitamente aqui:http://www.hplovecraft.com/writings/fiction/chrono.aspx



Apenas para deixar registrado, seguem minhas considerações sobre a experiência, começando com um top 10:

1) The Call of Cthulhu

2) At the Mountains of Madness

3) The Shadow over Innsmouth

4) The Dunwich Horror

5) The Colour out of Space

6) The Shadow out of Time

7) The Case of Charles Dexter Ward

8 ) The Whisperer in Darkness

9) The Rats in the Walls

10) The Thing in the Doorstep

Menções: The Outsider, From Beyond, The Haunter of the Dark, The Music of Eric Zann, Herbert West: Reanimator, The Picture in the House, The Terrible Old Man, Pickman's Model e Cool Air.

O jogo Arkham Horror e sua relação com Lovecraft.

É claro que minha experiência foi muito diferente daquela adquirida pelas pessoas que leram os contos primeiro e conheceram o jogo depois. Mas foi muito bacana ler a história em que se referenciava um local do tabuleiro, um personagem, ou um monstro (finalmente entendi porque o Mi-go está segurando um cérebro), ou ainda um determinado livro.

Além das referências diretas a nomes de cidades, personagens, eventos, magias, tomos, monstros, GOOs e até trechos inteiros citados diretamente das obras, o conto que foi praticamente implementado dentro do jogo (e da expansão Innsmouth Horror) é The Shadow over Innsmouth. Interessante notar que ele poderia ser o conceito inicial escrito por um Game Designer, está quase tudo lá: o contexto, a mecânica principal, mecânicas auxiliares, etc. Para ser considerado como o Design Doc Preliminar, faltaria apenas uma planilha com os atributos e seus valores estimados.

Outro ponto muito interessante é a forma como certos monstros foram tematicamente implementados dentro do jogo. Uma falha no teste de Horror contra um Yithian deixá-lo perdido no tempo e no espaço faz todo sentido. Falhas nos dados contra "A Cor que veio do espaço" deixando os jogadores malucos gradativamente é outra ideia bem bacana. Uma ou outra não faz tanto sentido, mas no geral o tema foi bem implementado nos monstros.

Um ponto um pouco negativo do ponto de vista temático: os famigerados livros sombrios (Necronomicon, por exemplo) poderiam ter um impacto maior no jogo, já que alguns deles possuem conhecimentos poderosíssimos. Talvez isso pudesse ser feito como um cenário, onde o livro seria o objetivo, ou estaria disponível para consulta e invocação. Do jeito que eles são implementados, são apenas itens que lhe dão alguma vantagem ou desvantagem. Pela importância que têm em vários contos, acho que poderiam ter sido melhor aproveitados no jogo.

Preconceito:

 Já me deparei com essa questão outras vezes: devo consumir um produto relacionado a alguém que faz coisas com as quais não concordo? Devo deixar de assistir os filmes de Tom Cruise, Will Smith e John Travolta por suas ligações com a Cientologia? Do Jim Carrey pela quantidade imensa de dinheiro que ele gastou em campanhas anti-vacinação? Devo jogar no lixo as boas memórias que tive ao ler "As Brumas de Avalon" escrito por alguém que abusava sexualmente da própria filha e de outras crianças (isso só foi revelado há uns dois ou três anos)? Existem muitos outros exemplos, mas esses foram os que me lembrei.

 Em todos os casos acima, o que a pessoa faz não é refletido no seu "produto". Mas o que dizer de Lovecraft que escreve coisas racistas realmente desconcertantes, mesmo para aqueles que não gostam do politicamente correto? É difícil racionalizar ou achar uma justificativa para isso, principalmente quando a coisa é tão direta e vergonhosa que dá vontade de parar de ler na hora. E alguns estudiosos sugerem que se ele não fosse assim, sua obra teria sido "menor", ou seja, suas convicções, por mais questionáveis que fossem, foram fundamentais na criação do horror cósmico.

Como um pequeno atenuante, pode-se dizer que seus melhores contos tem muito pouco ou nada de racismo.

Conclusões:

Apesar do número de histórias (88), a quantidade de páginas foi relativamente pequena quando comparada a outros anos de leitura, algumas delas tem menos de duas páginas. Mas mesmo assim, demorei muito mais para ler do que o normal, pois alguns contos são realmente difíceis, seja pelas descrições intermináveis (The Dream Quest of Unknown Kadath, Celephais), seja pela qualidade do texto (The Last Test, The Electric Executioner).

No geral posso dizer que gostei da experiência, não acho que perdi tempo, mesmo considerando a quantidade de contos que não gostei. Foi interessante ver a evolução de um escritor, algo que consegui por ter seguido a ordem cronológica de escrita e também por ter ouvido o podcast correspondente ao conto (hppodcraft.com), logo após o término da leitura.



tl;dr:
Respondendo a principal pergunta que iniciou todo esse processo: a leitura vai aumentar minha imersão nas próximas partidas?

Sim.

Spoiler:
Cada vez que eu pegar o Pickman como aliado vou lembrar do que ele guarda nas sombras de sua casa; cada vez que eu entrar em Innsmouth vou imaginar o perigo que espreita atrás de cada porta e depois de cada esquina; cada vez que o Dunwich Horror aparecer vou perceber o quão tênue é nossa segurança e como cachorros são realmente os melhores amigos do homem; cada vez que eu viajar para Yuggoth me questionarei sobre os benefícios da oferta dos Mi-Gos; cada vez que eu lutar contra um Yithian ficarei triste pelo destino final da raça humana; e cada vez que Cthulhu for o GOO sorteado terei pensamentos amedrontadores sobre a última vez em que ele quase acordou.


Última edição por Binderman em Ter Jan 19, 2016 12:56 pm, editado 2 vez(es)

________________________________________________
"You are already naked. There is no reason to not follow your heart." Steve Jobs

avatar
Binderman
Le Havre
Le Havre

Mensagens : 2495
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por tiagovip em Dom Jan 03, 2016 8:28 pm

Legal o texto, Binder. Concordo com basicamente tudo.

Alguns pontos:

- Coloco o Colour out of Space no meu top 2 dos contos. É um dos que mais me impressionaram pela construção e ambiente.

- Os tomos são realmente indiferenciados de itens normais. Mas o Necronomicon, ao menos, é ímpar no sentido que é um item que pode fornecer feitiços sem parar, indicando, tematicamente, que a fonte de conhecimento ali é basicamente inesgotável. E, por outro lado, o Necronomicon era "só" outro livro na pilha no conto do Festival.

@Binderman escreveu:​Devo jogar no lixo as boas memórias que tive ao ler "As Brumas de Avalon" escrito por alguém que abusava sexualmente da própria filha e de outras crianças (isso só foi revelado há uns dois ou três anos)?

Cacete, a Marion fez isso??


@Binderman escreveu:
Spoiler:
cada vez que eu entrar em Innsmouth vou imaginar o perigo que espreita atrás de cada porta e depois de cada esquina

Tem encontros excelentes que ocorrem no Gilman's.


@Binderman escreveu:
Spoiler:
cada vez que o Dunwich Horror aparecer vou perceber o quão tênue é nossa segurança e como cachorros são realmente os melhores amigos do homem

Esse, por sinal, é efetivamente o mais Arkham Horror dos contos do Lovecraft. Como você, considero-o um dos melhores.


@Binderman escreveu:
Spoiler:
cada vez que eu lutar contra um Yithian ficarei triste pelo destino final da raça humana

Ah, temos apenas que aceitar e honrar nossos sucessores insetoides!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5858
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Binderman em Dom Jan 03, 2016 9:47 pm

@tiagovip escreveu:- Coloco o Colour out of Space no meu top 2 dos contos. É um dos que mais me impressionaram pela construção e ambiente.

 Sim, com certeza daria um bom filme nas mãos certas.

@tiagovip escreveu:Mas o Necronomicon, ao menos, é ímpar no sentido que é um item que pode fornecer feitiços sem parar, indicando, tematicamente, que a fonte de conhecimento ali é basicamente inesgotável.

Verdade, havia esquecido que o Necronomicon é diferente.

@tiagovip escreveu:
@Binderman escreveu:Devo jogar no lixo as boas memórias que tive ao ler "As Brumas de Avalon" escrito por alguém que abusava sexualmente da própria filha e de outras crianças (isso só foi revelado há uns dois ou três anos)?


Cacete, a Marion fez isso??

 Fez (dos 3!!!!! aos 12 anos, quando a filha foi embora) e até justificou durante o julgamento do marido (que também era abusador) dizendo que "crianças não tem zonas erógenas". Para quem tiver estômago aqui está o link em que o email da filha sobre o assunto foi mencionado pela primeira vez: http://deirdre.net/marion-zimmer-bradley-its-worse-than-i-knew/.

________________________________________________
"You are already naked. There is no reason to not follow your heart." Steve Jobs

avatar
Binderman
Le Havre
Le Havre

Mensagens : 2495
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Luiz em Sex Jan 15, 2016 1:30 pm

Excelente post, Binder!

Eu já tinha lido algumas coisas de Lovecraft antes de jogarmos MoM - pena que paramos faz tempo... - e aquelas partidas me deram vontade de ler mais. Uma grande ironia, já que o Lovecraft desprezava jogos. Mas, como ele mesmo escreveu na primeira linha de The dreams in the which house, "from even the greatest of horrors irony is seldom absent" (sim, é a assinatura do Perretto).

Enfim, o fato é que eu estou aproveitando para ler mais coisas dele nestas férias, incluindo Nas montanhas da loucura, que eu ainda não conhecia. Apesar de um pequeno excesso de repetições (como as citações às pinturas de Roerich), acho que esse trabalho merece mesmo figurar entre os melhores dele.

Estilo

Se é verdade que o HPL afasta alguns leitores por escrever de forma rebuscada e por fazer descrições extensas e repletas de adjetivação, por outro lado acho que um dos maiores prazeres em ler o que ele escreve está justamente na maneira como ele descreve cemitérios, subterrâneos, ruínas, etc. 

O conto The shunned house não costuma ser citado entre os melhores dele, mas a descrição que ele faz da casa é exemplar nesse sentido. Outras vezes, como em O Caso de Charles Dexter Ward, a descrição é ainda potencializada por ele descrever um ambiente imaginário típico de histórias clássicas de terror e ir acrescentando elementos interessantes tirados da imaginação dele, como os monstros aprisionados nos fossos (dos quais ele não fala praticamente nada). Aqui e ali, acho que ele abusa de adjetivos como "hediondo" ou "terrível", mas o excesso é a exceção, não a regra.

Preconceito

A obra de Shakespeare expressa visões que, hoje, são consideradas antissemitas e machistas, mas essas ideias refletem o modo de pensar da época dele. Não faria sentido deixar de lê-lo por causa disso. O mesmo vale para quase todos os escritores e intelectuais da primeira metade do século XX para trás, quando o racismo era considerado ciência comprovada. Edgar A. Poe, no conto The golden bug, por exemplo. Ou Érico Veríssimo, que dizia que Machado de Assis não era tudo aquilo porque, bem, ele era mulato... Lovecraft morreu em 1937 e pensava como a maioria das pessoas de seu tempo. Problema nenhum nisso.

Muito pior é quando um escritor manifesta visões de mundo execráveis mesmo numa época em que a maioria das pessoas já as rejeita. Por exemplo, Chico Buarque e Saramago, considerados grandes artistas, mas cujas ideias políticas são nojentas, pela defesa da ditadura cubana, entre outras atrocidades. Mas eu não deixo de gostar das músicas do Chico só por ele ser um homem de ideias autoritárias, desumanas, hipócritas e nem por ele falar de política contando mentiras canalhas o tempo todo. Tanto que, embora eu nunca tenha lido Saramago, não deixaria de fazer isso só porque ele era a favor de ditaduras comunistas assassinas.

E esse é um dos motivos pelo qual eu odeio o politicamente correto: esses que saem por aí fazendo patrulha politicamente correta de novelas - caso do Renato Janine Ribeiro - não se incomodam nem um pouco com as barbaridades preconceituosas ditas e escritas por gente como Luis Fernando Veríssimo, Chico Buarque e Marilena Chaui só porque o alvo do preconceito deles são as classes médias e altas!

Talento não vem do espírito 

E (falta de) caráter - como esse caso da Marion, que eu também desconhecia! - não tem nada a ver com talento ou com competência profissional. Prefiro ter o prazer de ler um livro escrito por um canalha com talento do que me entediar com algo escrito por uma freira de moral inatacável.

________________________________________________
Tirando a barriga da miséria!
avatar
Luiz
Battlestar Galactica
Battlestar Galactica

Mensagens : 360
Data de inscrição : 11/10/2014
Idade : 50

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Binderman em Seg Jan 18, 2016 10:15 pm

Bem Luiz, espero voltar a jogar com mais frequência esse ano e o Mansions com certeza estará de volta.

@Luiz escreveu:Talento não vem do espírito

E (falta de) caráter - como esse caso da Marion, que eu também desconhecia! - não tem nada a ver com talento ou com competência profissional. Prefiro ter o prazer de ler um livro escrito por um canalha com talento do que me entediar com algo escrito por uma freira de moral inatacável.

Legal seu texto, bem lúcido, explicou várias coisas de forma bem clara. Adorei principalmente o trecho acima.

________________________________________________
"You are already naked. There is no reason to not follow your heart." Steve Jobs

avatar
Binderman
Le Havre
Le Havre

Mensagens : 2495
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Gustavo em Seg Jan 18, 2016 11:43 pm

@Binderman escreveu:​Devo deixar de assistir os filmes de Tom Cruise, Will Smith e John Travolta por suas ligações com a Cientologia?

O Will Smith saiu da Scientology...

Sabiam que eu já fiz um curso com esses doidos? Só pra testar. Eu sou daqueles caras que vivem no limite. Foi um mês, eu acho, na Escócia. No último dia quase deu merda, pois queriam me prender num lugar e me fazer passar por uns testes bizarros com uns aparelhos estranhos. Mas escapei com vida para contar essa história...

Turma louca... e perigosa. Teve momentos em que queriam me convencer a deixar meu passaporte com eles e trabalhar full-time lá...

Se um dia alguém aqui quiser o LIVRO MAIS LOUCO DO MUNDO, eu tenho, a propósito. Sim, mais louco que a Bíblia, o que não é pouco:



Neste livro falam dos nossos antepassados... onde nossa alma andou antes daqui. Alguns exemplos:

"The Sloth", says Hubbard, "is a chain of incidents and misadventures" covered under this general name. According to Hubbard, the Sloth was "slow and easily attacked and he had bad times falling out of trees when hit by snakes, falling off cliffs when attacked by baboons."

The Piltdown Man was "a creature not an ape, yet not entirely a Man"; similar but not identical to the hoax of Piltdown Man. It resulted in a variety of psychological conditions in modern humans, including "obsessions about biting efforts to hide the mouth and early familial troubles." The Piltdown Man was characterized by "freakish acts of strange 'logic,' of demonstrating dangerous on one's fellows, of eating one's wife, and other illogical activities. The PILTDOWN teeth were ENORMOUS and he was quite careless as to whom and what he bit and often very much surprised at the resulting damage."

É surreal...

...

É sério, eu realmente tenho esse livro...  geek


Última edição por Gustavo em Seg Jan 18, 2016 11:58 pm, editado 1 vez(es)

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville

avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1612
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Gustavo em Seg Jan 18, 2016 11:56 pm

Mas sobre o Lovecraft... eu li quase tudo que ele escreveu (inclusive umas 500 páginas de cartas!), EXCETO algumas obras que ele escreveu junto de outras pessoas.

Claro que quando li, uns 15, 20 anos atrás, eu achava tudo o máximo. Porém, algumas coisas envelheceram mal. Dias atrás reli o Thing at the Doorstep e achei muito fraco.

Porém, Shadow Over Innsmouth reli umas 3 vezes e continuo curtindo... At the Moutains of Madness... etc.

Sobre racismo e essas coisas, chega a ser absurdo tratar desse assunto, é usar a medida de hoje para criticar o ontem.

Mas sobre os contos - tem muita bobeira. Mas é de se esperar. Ano passado li pela primeira vez o Raymond Chandler. Na edição a editora tratava o cara como se fosse um gênio que só agora é reconhecido. Li. Quer saber? É um escritor de história de detetive. Muito bom ESCREVENDO ESSE TIPO DE HISTÓRIA.

O mesmo vale para o Lovecraft. É um grande escritor, um expoente da literatura americana, por exemplo? Não. Outra pergunta: É um grande escritor de Pulp Fiction de horror? Sim. Dentro desse âmbito, ele é quase inigualável.

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville

avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1612
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por tiagovip em Ter Jan 19, 2016 1:34 am

@Gustavo escreveu:"The Sloth", says Hubbard, "is a chain of incidents and misadventures" covered under this general name. According to Hubbard, the Sloth was "slow and easily attacked and he had bad times falling out of trees when hit by snakes, falling off cliffs when attacked by baboons."

The Piltdown Man was "a creature not an ape, yet not entirely a Man"; similar but not identical to the hoax of Piltdown Man. It resulted in a variety of psychological conditions in modern humans, including "obsessions about biting efforts to hide the mouth and early familial troubles." The Piltdown Man was characterized by "freakish acts of strange 'logic,' of demonstrating dangerous on one's fellows, of eating one's wife, and other illogical activities. The PILTDOWN teeth were ENORMOUS and he was quite careless as to whom and what he bit and often very much surprised at the resulting damage."

Meu senhor pai, que coisa excelente!

Claro, levado a sério é terrível e chocante, mas como literatura fantástica, parece muito com aqueles descritivos de criaturas marítimas ou das florestas tropicais, lá dos idos de 1500-600.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5858
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Binderman em Ter Jan 19, 2016 8:14 am

@Gustavo escreveu:
Sabiam que eu já fiz um curso com esses doidos? Só pra testar. Eu sou daqueles caras que vivem no limite. Foi um mês, eu acho, na Escócia. No último dia quase deu merda, pois queriam me prender num lugar e me fazer passar por uns testes bizarros com uns aparelhos estranhos. Mas escapei com vida para contar essa história...

Isso me lembrou uma experiência que tive com a OPUS DEI: era uma casa perto do Positivo da Ângelo Sampaio, eu ia lá uma vez por semana pois gostava das discussões políticas e também por que eles marcavam subidas para montanhas que eu não conhecia. Quando a conversa mudava para religião eu pedia licença e ia embora.

Pois bem, um belo dia eu cheguei e não tinha ninguém na sala, o que não era usual. A pessoa que me atendeu falou para eu sentar no sofá e aguardar pois seria um dia especial. Após uns cinco minutos a bizarrice começou: saindo de todas as portas, descendo pelas escadas e até de trás da cortina (!!!!) várias pessoas (umas 20 ou 30) com livros e terços nas mãos começaram a rezar pai-nosso e ave-maria e a andar em volta do sofá onde eu estava sentado. Quando entendi o que estava acontecendo (demorei uns 15 segundos), levantei-me, fui embora e nunca mais voltei. É, como podem ver eu já participei de um ritual com cultistas. Se fosse hoje talvez eu ficasse mais só para ver até onde iria o tal "ritual de conversão". Shocked

________________________________________________
"You are already naked. There is no reason to not follow your heart." Steve Jobs

avatar
Binderman
Le Havre
Le Havre

Mensagens : 2495
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Gustavo em Ter Jan 19, 2016 9:51 am

Hahahahaha, essa foi demais, Binder... você, lendo Lovecraft, possui um conhecimento prático acima de todos nós!

Que medo... Shocked Shocked Shocked

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville

avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1612
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Rafaelfo em Ter Jan 19, 2016 11:14 am

Gustavo e Binder, vocês são heróis.
Viver a vida loucamente com novas experiências, sem, obrigatoriamente, ser convertido ou fisgado de alguma maneira é para poucos.
Eu por exemplo fui a um lugar certa vez e haviam muitas mesas com 4 a 6 pessoas em volta de cada uma. Cultuavam longamente cartas e outros itens (alguns tinham até caveiras desenhadas, bem esquisito mesmo) e por vezes gritavam, urravam, palavras desconhecidas e hinos de glória. O nome desse grupo era Curitiba Lúdica e nunca mais consegui parar de ir aos encontros.

________________________________________________
avatar
Rafaelfo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1808
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 31
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.sommastudio.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Gustavo em Ter Jan 19, 2016 11:27 am

@tiagovip escreveu:Meu senhor pai, que coisa excelente!

Claro, levado a sério é terrível e chocante, mas como literatura fantástica, parece muito com aqueles descritivos de criaturas marítimas ou das florestas tropicais, lá dos idos de 1500-600.

A origem dessas coisas é bem interessante.

O L. Ron Hubbard (tem uma estátua dele em cada sede da Scientology), herói do Tom Cruise e do Travolta, pegou o filho dele e começou a dar anfetamina pro garoto que, obviamente, começou a alucinar. E o filho falava: "estou sentindo como se tivesse um grão de areia dentro de mim" - ao que o Hubbard concluia: "éramos ostras em vidas passada"! Sério!

Aqui tem uma parte que responde muitos problemas que o Marcelo deve ter tido em sua carreira odontológica:

"The Clam itself is "a deadly incident" involving a "scalloped-lip, white- shelled creature" which suffered from a severe split personality or "double-hinge problem. One hinge wishes to stay open, the other tries to close, thus conflict occurs". According to Hubbard, the hinges of the Clam "later become the hinges of the human jaw" and the Clam's method of reproduction in spores is said to be responsible for toothache."



P.S. - Por que algo em minha mente fica implorando para um jogo ser feito com este tema? Será que a lavagem cerebral deles... funcionou?

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville

avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1612
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Trentini em Ter Jan 19, 2016 12:25 pm

@Rafaelfo escreveu:Gustavo e Binder, vocês são heróis.
Viver a vida loucamente com novas experiências, sem, obrigatoriamente, ser convertido ou fisgado de alguma maneira é para poucos.
Eu por exemplo fui a um lugar certa vez e haviam muitas mesas com 4 a 6 pessoas em volta de cada uma. Cultuavam longamente cartas e outros itens (alguns tinham até caveiras desenhadas, bem esquisito mesmo) e por vezes gritavam, urravam, palavras desconhecidas e hinos de glória. O nome desse grupo era Curitiba Lúdica e nunca mais consegui parar de ir aos encontros.
Puxa, para esse culto eu não resisti também.  Cthulhu

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3349
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Gustavo em Ter Jan 19, 2016 2:45 pm

Antes de vocês as coisas eram mais estilo "Culto com um grande líder auto-nomeado"...

Que bom que vocês apareceram.

Agora somos um culto democrático!

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville

avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1612
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Luiz em Ter Jan 19, 2016 8:25 pm

Comentários rápidos:

1. Beleza, Binder, tomara que dê para a gente retomar o MoM ou jogar outros jogos lovecraftianos em 2016.

2. Sabiam que outro dia eu estava lendo uma entrevista com Carlos Orsi, escritor que publicou uns contos lovecratianos na década de 90, e, lá pelas tantas, o cara disse que o TOLKIEN é racista??!! O argumento dele é que nos livros do Tolkien existem personagens com traços de personalidade, aptidões e comportamento determinados pela raça. Fica assim determinado que autor de fantasia que não quiser ser racista só pode fazer uma história com homens, anões, elfos, orcs, etc., se deixar bem claro, o tempo todo, que as diferenças entre os personagens são individuais e não têm nada a ver com suas "raças"... Estou de saco cheio desse negócio de pessoas inteligentes e instruídas acharem que, para serem realmente inteligentes e "do bem", têm de ficar achando racismo e sexismo em todo lugar. Até em RPG e jogos de tabuleiro!

3. Quanto mais eu sei sobre a cientologia - e olhem que eu nunca vou atrás de saber - mais abismado eu fico! Sobre o Opus Dei... juro que eu até tento entrar naquela de dizer, "pô, é só uma prelazia papal, grande coisa". Mas histórias como essa do Binder não me deixam levar aquilo a sério de jeito nenhum!

4. Eu acho que avaliação de obras literárias é sempre algo muito subjetivo, então eu nem gosto muito de dizer "este é um grande escritor, aquele não é tudo isso, este outro é um lixo", etc. Mas, considerando o meu gosto pessoal, eu concordo com o Gustavo: Lovecraft é um excelente autor de contos de terror e eu também gostei muito de O navio branco (fantástico maravilhoso), mas não colocaria ele como dos maiores de todos os escritores que já li. Gosto do estilo, concordo com a visão materialista da natureza, acho que a imaginação dele produziu coisas originais e marcantes (Cthulhu, Yog-Sothoth e tal), gosto do tom geralmente pessimista, mas não colocaria ele no meu primeiro time de escritores. E acho que Moby Dick ainda é o maior livro que já li quando se trata de discutir a revolta e as dúvidas do homem diante da natureza e das tragédias: "Pois eu atacaria o sol se o sol me ofendesse" (citação de memória).

________________________________________________
Tirando a barriga da miséria!
avatar
Luiz
Battlestar Galactica
Battlestar Galactica

Mensagens : 360
Data de inscrição : 11/10/2014
Idade : 50

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Binderman em Qui Fev 16, 2017 1:24 pm

@Binderman escreveu:
Preconceito:

 Já me deparei com essa questão outras vezes: devo consumir um produto relacionado a alguém que faz coisas com as quais não concordo? Devo deixar de assistir os filmes de Tom Cruise, Will Smith e John Travolta por suas ligações com a Cientologia? Do Jim Carrey pela quantidade imensa de dinheiro que ele gastou em campanhas anti-vacinação? Devo jogar no lixo as boas memórias que tive ao ler "As Brumas de Avalon" escrito por alguém que abusava sexualmente da própria filha e de outras crianças (isso só foi revelado há uns dois ou três anos)? Existem muitos outros exemplos, mas esses foram os que me lembrei.

 

   Mais um para a lista, Robert De Niro: http://scienceblogs.com/insolence/2017/02/16/robert-f-kennedy-jr-and-robert-de-niro-issue-a-100000-vaccine-challenge-its-every-bit-as-much-as-scam-as-jock-doubledays-vaccine-challenge/

________________________________________________
"You are already naked. There is no reason to not follow your heart." Steve Jobs

avatar
Binderman
Le Havre
Le Havre

Mensagens : 2495
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Maratona Mythos: Fim do ciclo Lovecraft.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum