Zombies!!! - resenha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Zombies!!! - resenha

Mensagem por tiagovip em Qua Abr 29, 2015 10:14 am

O som dos tiros de escopeta ecoavam pela rua. De dentro do posto de polícia o sobrevivente olhava pela janela do segundo andar, mais com curiosidade do que preocupação, a luta pela vida que ocorria. O homem ainda não estava cercado, mas o barulho dos disparos atraía cada vez mais dos desmortos. O desgraçado vinha na direção do posto de polícia. Isso não era nada bom. O sobrevivente abriu um pouco a janela e, com a fuzil, fez mira naquele que era o único ainda vivo naquela rua inteira, agora apinhada de corpos que moviam-se com dificuldade, mas com propósito inabalável: sem medo, sem cansaço, sem nenhum outro objetivo que atrapalhasse, ou criasse dúvida, em sua ação para apaziguar uma das mais básicas necessidades fisiológicas: alimentar-se. Entretanto, tais criaturas não tinham mais processos biológicos compreendidos pela ciência. O que faziam era somente algo diabólico, impulsionado exclusivamente pela ânsia de predador. E a fome deles nunca diminuía.

Um tiro e ele teria menos problemas. Mas não apertou o gatilho. Vigiou pela mira por um longo momento, porém algo o impediu de eliminar aquela pessoa. Optou por atirar no zumbi que estava mais próximo do outro sobrevivente. Deu mais um tiro antes de fechar a janela e descer correndo pelas escadas. Saltou por sobre um balcão e alcançou em mais alguns passos a porta da frente. Era uma pena que aquele local estivesse comprometido agora. Teria de manter no nomadismo e procurar outro local. Não importava tanto: o que havia ali de relevante, ele já pegara. Viu que o outro se aproximava rápido, então abriu a porta, gritou para que ele pulasse para dentro, no que foi obedecido, e deu um tiro no desmorto mais ligeiro que os demais. "Não hoje", falou para o zumbi.

Fechou a porta com um pontapé e trancou-a. Enquanto o outro sobrevivente, ofegante e assustado, levantava-se, tremendo pelo esforço realizado, ele girou a arma e, com um golpe seco, bateu com a coronha do fuzil no lado direito do rosto do outro. O outro praticamente desmontou, caindo atordoado no chão. Aquele que golpeou, sem nenhum pudor, começou a revistar o sobrevivente caído e, com alguns puxões, pegou a mochila que o outro trazia às costas. Era aquilo que ele vira pela mira e que lhe interessara.

Os zumbis arranhavam e gemiam e, por pura pressão do peso que a horda deles exercia sobre a porta, esta estalava na moldura. Hora de partir. O sobrevivente caído tentou segurá-lo pela perna, implorando por ajuda. Algo na humanidade do que estava de pé mexeu-se - uma parte civilizada, deslocada neste novo mundo onde os mortos erguiam-se - e ele optou por dar o auxílio que se permitia: pegou a pistola do cinto, tirou todas as balas, menos uma. Afastou-se até uma distância segura e fez o movimento de jogar a arma até aquele caído, mas não o completou.

Precisava dele vivo quando os zumbis entrassem no local. Os mortos não se demoram por cadáveres. Ele disse para si que não havia uma escolha correta; sequer havia uma escolha. Então, saiu de lá correndo.



ZOMBIES!!! - O JOGO



Imagem por Surya


Geral:
Zombies!!! (com três exclamações mesmo) é um jogo de sobrevivência em um mundo apocalíptico em que os mortos agora não descansam mais, ao contrário, levantam-se para devorar os vivos! Mas nem todos aceitam serem devorados sem luta. Eles são os chamados "Caras das Escopetas" (Shotgun Guy). É um nome bem descritivo: eles usam escopetas para detonar os mortos-vivos. Porém, não somente escopetas: pode ser cutelos, machados, motosserras, granadas; o que causar dano. Há duas opções para escolher: ou tentar ir até o helicóptero e fugir para onde der; ou tentar limpar a cidade, ou eliminar tantos zumbis que até eles vão não-pensar em não-atacar.


Regras:
O jogo não é pesado em suas regras, que por sinal são bastante simples. Em seu turno o jogador faz, na ordem:

1º) Revela uma nova peça do mapa, encaixando-a onde for permitido (tem que ligar as ruas, sem bloquear nenhuma outra). Se for uma localização especial, colocam-se os zumbis, balas e remédios indicados na peça. Se forem apenas ruas, coloca-se um zumbi por saída que haja na peça (por exemplo, em uma encruzilhada, coloca-se 4 zumbis; numa reta, coloca-se 2);

2º) O Cara da Escopeta do jogador luta com qualquer zumbi que esteja em seu espaço. O combate é bem ágil: role um dado, se rolar 4, 5 ou 6, o zumbi é destruído; role menos e ele pode lhe acertar, então o jogador tem duas opções: a) usar munição para aumentar o resultado (em 1 por munição utilizada, assim duas munições fazem um 2 virar um 4, ou b) gaste um marcador de vida e role o dado novamente;

3º) O jogador compra cartas até completar 3 cartas na mãos - se já estiver com 3, não compra carta;

4º) Se a luta não o matou, ou não houve tal luta, o jogador rola um dado e move o Cara da Escopeta até o número de espaços indicados no dado. Não é preciso mover todos os espaços, se não quiser. Nem é preciso se mover, se não quiser;

5º) Durante o movimento, se o Cara da Escopeta entrar num espaço que tenha um zumbi, deve enfrentá-lo. Não há fuga nem desistência - é até um dos dois ser eliminado. Se o Cara da Escopeta passar por espaços que contenham projéteis ou remédios, ele os pega, sem ter de usar ação alguma ou perder movimento;

6º) Após terminar o movimento do Cara da Escopeta, o jogador rola um dado e move o número de zumbis indicado no dado, um espaço cada, sem poder mexer o mesmo duas vezes;

7º) O jogador pode descartar uma carta.

A qualquer momento, de seu turno ou no turno dos outros participantes, o jogador pode usar os efeitos de uma das cartas que possua. É importante lembrar que o jogador só pode usar uma carta por rodada - por exemplo: numa partida com 4 pessoas, se o jogador 1 usa uma carta na fez do jogador 2, o jogador 1 não poderá mais usar cartas até chegar a sua vez.

O jogo termina imediatamente quando:

- Um jogador chega a ter 25 troféus de zumbis;

- Um (ou mais) jogador chega ao centro da peça do Heliporto e, ali, não há mais nenhum zumbi (ou porque o jogador eliminou o que ali estava, ou porque não havia, tanto faz).

Se, por ventura, o mapa é montado de tal maneira que o Heliporto não possa ser encaixado com as demais peças, ele fica de fora, então a única chance de vencer é acumulando 25 troféus.

As cartas têm os efeitos dos mais diversos, que afetam o combate, o movimento e assim em diante. Não iriei falar delas, mas é bom saber que o principal ponto do jogo são o uso das cartas, que é a fonte de boa parte do humor e dá a dinâmica do "tome isso!" que há no jogo.



Imagem por Abundance of Flowers


Profundidade:
Não é nada significativa. Há tanta sorte envolvida na rolagem dos dados, na compra das peças do mapa e na compra das cartas, que qualquer estratégia pode vir por terra não importa o seu esforço. Então nem perca seu tempo com isso. Zombies!!! é um jogo puramente tático. A estratégia fica reduzida em: decidir para aonde ir, optar por jogar no estilo "nem estou aqui" ou "olhem para mim!", sendo que o primeiro usualmente dá mais resultado que o segundo.

E nem tente se proteger das cartas. É possível talvez safar-se uma ou duas vezes, mas várias sequer dão chance de serem evitadas: então se alguém tomar o movimento de seu Cara da Escopeta, ou paralisá-lo, você poderá só reclamar e dizer para ele mirar as cartas em outros.

Ou seja, Zombies!!! é quase como Ludo, do tipo role o dado e mova. OK, Zombies!!! tem mais acontecendo que no Ludo, principalmente em função das cartas. Porém o fator sorte é praticamente o mesmo.


Tema:
Ah, o tema. Zumbis. O Dia Z. O Dia do Juízo Final. A terra devastada e os desmortos que caminham por ela. É um tema, digamos, bastante usado, sabe? É difícil se virar numa loja de jogos e não trombar com um.

Em Zombies!!! o tema é com base na leitura mais humorística da coisa. As cartas têm arte das mais sacanas e engraçadas e vários de seus efeitos são para rir (os outros, não exatamente quem teve o Cara da Escopeta afetado). Para quem gosta do tema, o Zombies!!! é uma boa fonte de piadas, porém o jogo base exaure-se com certa velocidade. É praticamente obrigatório comprar a expansão Not Dead Yet, que traz 50 novas cartas, mantendo o jogo sem cheirar a morto por mais tempo.

Portanto, o tema é bem aplicado aqui. Dos nomes aos efeitos das cartas, tudo mostra que os criadores do jogo conhecem bem a fonte que usam, algo bastante positivo. A jogabilidade de: mover, atacar e coletar encaixa-se de modo apropriado ao cenário de zumbis espalhados por todo lado.


Produção:
É surpreendentemente boa. A Twilight Creations não é realmente uma empresa das grandes, mas por US$ 29.99 eles conseguiram colocar:

- 30 peças para o mapa, de qualidade razoável (não tem a resistência das peças de mapa de jogos como o Space Hulk ou o Dungeons & Dragons: Castle Ravenloft, mas custa menos da metade que este e uma fração daquele). A arte também melhorou bastante da 1ª para a 2ª edição, ganhando mais "volume" com um efeito de três dimensões para os edifícios e objetos;

- 50 cartas com ilustrações excelentes, que captam bem o clima de terror-humor do jogo, feitas em material de boa qualidade - joguei dezenas de partidas e nenhuma delas mostrou grande sinal de desgaste ou de descolarem a cobertura do miolo;

- uma grande quantidade de marcadores de munição e de vida, que não são nada demais, nem em qualidade, nem em arte, mas cumprem a função;

- e o mais chamativo: 106 miniaturas, sendo 6 para os Caras das Escopetas e 100 zumbis.

Posso dizer que o material do jogo me chamou a atenção e a ótima sensação é aquela que você recebe mais do que pelo que pagou, ao menos neste quesito.



Imagem por randomguy132


Diversão:
Aqui há vários deslizes, mesmo para um fã do tema. O jogo pode começar divertido, mas como vem na caixa perde várias chances de também terminar divertido. Os pontos negativos são:

1) Ataque o líder. Eu não me incomodo muito com isso, mas eu realmente prefiro jogos em que isso não ocorra com tanta ênfase. No Zombies!!! mais vale ser o terceiro que o primeiro (exceto no final, quando conta). Eu prefiro jogos onde não seja necessário ficar enrolando, perdendo tempo, só para ficar na surdina até que, após alguém mais corajoso chamar a atenção e ser detonado, tentar dar o bote;

2) 60 minutos de jogos? Aham, sei. O Zombies!!! pode durar 60 minutos. Pode durar até menos. Mas usualmente demora mais do que isso, bem mais. O usual são 120 minutos. Mas já participei e vi partidas de 3, 4 horas. Por quê? Por causa do ponto 1. Sempre que alguém está perto de vencer, o normal é ser quebrado pelos outros e voltar, se não ao começo, para bem perto disso. Existe carta que lhe envia de qualquer ponto do tabuleiro para justamente o ponto inicial. Outras roubam zumbis. Outras roubam o movimento. E assim em diante. Portanto é possível que o jogo entre num círculo vicioso de autodestruição que não tem tempo definido para acabar. Como é um jogo com ações razoavelmente similares, alterada somente pelo uso das cartas, o Zombies!!! realmente não deve passar de 1 hora (abaixo eu faço algumas sugestões para isso ocorrer);

3) Os dados. Sim, role um dado vezes suficientes e, probabilisticamente, todos os resultados terão a mesma proporção. Agora fale isso para alguém que rolou três "1" seguidos para movimento. Seria prudente tentar convencê-lo à distância. Enfim, é algo que muitos podem não se importar - os resultados por vezes excelentes, por vezes terríveis - que os dados podem oferecer. Mas é preciso ter isso em mente. Alguns sugerem que seja usado a vida do Cara da Escopeta como movimento (se tiver 4 de vida, anda 4 espaços) - eu sou contrário a essa modificação, pois deixa a Vida ainda mais importante do que ela já é.

Mas o Zombies!!! pode ser mais divertido do que o manual canalha deixa a acreditar. Algumas modificações que eu sugiro:

1 - Role dois dados para movimento e fique com o maior resultado (se forem ambos iguais, fica ainda mais simples);

2 - Quando um Cara da Escopeta morrer, ao invés de perder metade dos troféus de zumbis, o jogador perde de 1 a 6 zumbis (role um dado e diminui o resultado). Só aplique isso para quando o Cara da Escopeta tiver 7 ou mais troféus; para 6 ou menos, perde-se metade, como na regra padrão;

3 - O Cara da Escopeta não pode ser afetado por cartas quando estiver na peça do Heliporto. Um espaço antes do Heliporto, pode? Sim. Um espaço dentro ainda vale? Não. Cartas que afetam o tabuleiro (como, por exemplo, Zombie Master) ainda podem ser usadas; somente cartas que afetem o Cara da Escopeta diretamente não valem;

4) A carta Bad Sense of Direction, ao invés de enviar o Cara da Escopeta de qualquer lugar do tabuleiro para o ponto inicial, funciona assim: o Cara da Escopeta volta 12 espaços (ignorando todos os zumbis no caminho, mas se o 12º conter um zumbi, ele fica ali e o Cara da Escopeta terá que lidar com o zumbi no momento apropriado) ou volta para o ponto inicial do tabuleiro - o jogador afetado escolhe.

Só com essas 4 mudanças, o jogo fica muito mais dinâmico e dificilmente passará dos 90 minutos.


Vale a compra?
Muitos lhe dirão o contrário, mas ignore-os! Vale sim a compra. Na pior das hipóteses, você terá mais de cem miniaturas e um tabuleiro modular, podendo ser usado em qualquer jogo com tema de zumbi (ou similar) que você decidir criar.

O Zombies!!! tem sim seus problemas, vários até. Mas são os mesmos que você ouvirá que estão presentes em jogos com melhor reputação (mas não tão melhor assim também) como o Munchkin.

É necessário, também, saber se você tem o público-alvo do Zombies!!! entre as pessoas que você conhece: fãs do tema, que não se importam (tanto) em jogos de "tome isso!" nem com dados decidir mais do que estratégia. Aqueles mais voltados para os equilibrados e cerebrais jogos no estilo europeu provavelmente não terão um bom tempo durante a partida.

Bem, é isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por tiagovip em Qua Abr 29, 2015 10:14 am


________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por Trentini em Qua Abr 29, 2015 10:24 am

Achei esse jogo ruim quando joguei

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3410
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por Binderman em Qua Abr 29, 2015 10:34 am

Trentini escreveu:Achei esse jogo ruim quando joguei

Joguei duas vezes. Não quero jogar mais.

________________________________________________
"Homo sapiens is an obsolete algorithm." Yuval Noah Harari

avatar
Binderman
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2637
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por tiagovip em Qua Abr 29, 2015 10:37 am

Binderman escreveu:
Trentini escreveu:Achei esse jogo ruim quando joguei

 Joguei duas vezes. Não quero jogar mais.

É justo. Mesmo com as regras alternativas ele não se torna fantástico, mas fica bem melhor.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por Reffip em Qua Abr 29, 2015 10:56 am

Aqui em casa rolaram 3 partidas desde que comprei. A primeira foi péssima, daquela de se arrepender da compra. A segunda foi melhorzinha... E a terceira foi bem divertida.

Ou seja, depende do clima e disposição da mesa.

É mais um daqueles jogos medianos que tem um monte de exigências de grupo para que funcione. Não dá para simplesmente abrir a caixa e jogar. Tem que fazer uma analise do grupo, uma pesquisa individual, um exercício de empatia.... Hehehe. Tudo isso para um jogo nota 6, o que caracteriza um esforço excessivo para pouco retorno. E isso é um grande defeito, em minha opinião. 

Mas pelo menos ainda não foi banido aqui em casa, como foi o munchkin.

E pelo menos não é aquela outra draga da twilight creations que pesa na minha estante... Hehehe

________________________________________________
plus ça change plus c'est la même chose...

-----------------------------------------
avatar
Reffip
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 655
Data de inscrição : 16/07/2014
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por doizinho em Qua Abr 29, 2015 11:11 am

Você tem razão Osmar, o jogo não é uma unanimidade, mas tem seus momentos com o grupo certo.

Ele é um jogo nota 5,5, o que é ruim pra ele, já que temos tantos jogos melhores à nossa disposição por aqui. Mas confesso que não me negaria a jogar uma partida dele.

Lembro que a minha primeira e única partida, lá em 2010, foi bem divertida.

________________________________________________
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3176
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por tiagovip em Qua Abr 29, 2015 11:18 am

Reffip escreveu:É mais um daqueles jogos medianos que tem um monte de exigências de grupo para que funcione. Não dá para simplesmente abrir a caixa e jogar. Tem que fazer uma analise do grupo, uma pesquisa individual, um exercício de empatia.... Hehehe. Tudo isso para um jogo nota 6, o que caracteriza um esforço excessivo para pouco retorno. E isso é um grande defeito, em minha opinião.

Certamente não é um jogo para todos, em nosso grupo, diria que serve para poucos. Tem vários "defeitos" - rolar e mover, bastante sorte, cartas e mais cartas de tome isso, e, o pior ofensor: pode ocorrer partidas bem longas. Ao menos para este último ponto, há algumas soluções (comentei na resenha) e uma outra reduzir o impacto das rolagens ruins para movimento - todas foram bem testadas, posso garantir.

Agora, o "pouco retorno", ainda que não seja discutível em seu caso, pode sê-lo para outros. Afinal, o Zombies!!! não é um jogo exigente, não há qualquer peso de responsabilidade nele, algo que faça a pessoa sentir-se mal por ser um desastre na coisa. É só um jogo para mover, sentar o tiro nos zumbis e ferrar com os amigos o quanto for possível, de entrar no hospital, de skate e com a motosserra, e ir detonando tudo e se achar o máximo por isso.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5996
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por Reffip em Qua Abr 29, 2015 11:29 am

Se juntar uma mesa onde todos entrem neste clima, é o retorno perfeito do investimento. Smile
Na minha última partida foi assim. Inclusive essa tua frase deve ser dita sempre que alguém sugerir uma partida de Zombies!!!

________________________________________________
plus ça change plus c'est la même chose...

-----------------------------------------
avatar
Reffip
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 655
Data de inscrição : 16/07/2014
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Zombies!!! - resenha

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum