Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por doizinho em Ter Mar 10, 2015 9:31 am

Bom dia pessoal, essa semana surgiu uma discussão interessante sobre rejogabilidade na mais antiga lista de discussões nacional sobre boargdgames (BG-BR). Achei o tema interessante e resolvi trazer a discussão para o nosso grupo.

Entre as inúmeras questões sobre o tema eis aqui algumas:
Quão importante é a rejogabilidade hoje em dia, com coleções cada vez maiores e menos espaço pra rejogar o mesmo título?
Você costuma jogar muito o jogo base antes de adicionar expansões?
Quais jogos são os menos rejogáveis? E por quê? O jogo piora com o passar do tempo?
E como colocar o mesmo jogo na mesa pra testar a rejogabilidade dele?

Esse deve ser apenas o ponto de partida para a discussão. Comentem e opinem...

________________________________________________
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3203
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Pedro em Ter Mar 10, 2015 9:44 am

É um excelente tema mesmo.

A rejogabilidade é importante mais pela admiração que pode se ter com relação ao jogo e garante sempre boas visitas. Mesmo com minha grande coleção eu me importo com isso e isso importa para agradar mais o meu gosto. Pois os jogos mais rejogáveis acabam sendo sempre boas opções. O que acontece é que uma grande coleção tem espaço para jogos sem muita rejogabilidade, mas que podem trazer outras coisas interessantes no seu conteúdo, como: Ser fácil de apresentar e jogar, rápido, divertido, acessível e de tema bom para não jogadores de longa data.

Sempre jogo o base antes de adicionar expansões e costumo querer que elas apareçam quando for de fato necessário. Até hoje meu maior número de partidas de Dominion é com o base e embora concorde que algumas expansões são melhores que o base, acho o base muito bom e suficiente. Adquiri recentemente a Intrigue. No caso do Galática que certamente aparecerá nessa discussão também tenho vontade de jogar mais as expansões, no momento.

Menos rejogáveis... bem na minha coleção considero o Dixit. Acho que houve um bom número de partidas para ele, mas hoje só se levar na Lúdica para os outros jogarem. O Dixit com o mesmo grupo depois de jogado com certa exaustão não é mais tão atrativo. Ele precisa de tempo para garantir novidade.

Com relação aos jogos voltarem pra mesa... acho que a tendência disso acontecer é maior com o custo que os jogos estão ficando. Já não temos mais tantas novidades como há 2 anos atrás em que toda a semana surgia uma série de jogos diferentes. O que rola é que o jogo precisa encantar a galera para ser rejogado e será natural que eles vão e voltem pras mesas. Acho que em uns 5 meses joguei mais Container do que imaginei ser possível algum tempo antes e espero poder jogar mais. Tenho muitos outros jogos que espero que consigam isso.

Também joguei bastante o meu Burgundy, já estou em 10 partidas. O Batalha dos 5 exércitos que já cheguei a 5 do começo do ano até agora.


________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Trentini em Ter Mar 10, 2015 10:20 am

Ótimo tópico, eu me preocupo bastante com rejogabilidade e ultimamente acertei nas compras de Five Tribes e Roll for the Galaxy, dois jogos com alta rejogabilidade e que cairam bem no gosto do pessoal. Entretanto alguns jogos com menos rejogabilidade sempre voltam a ser jogados depois de meses.

Mas alguns títulos realmente possuem rejogabilidade bem comprometida, o Dixit é um dos que possui esse problema de fato, Puerto Rico também, assim como alguns euros que depois de algumas partidas você se vê sempre fazendo as mesmas coisas mesmo que o cenário mude um pouco. O Próprio Dominion é um jogo que depois de um tempo precisa de expansões para se continuar tendo vontade de jogá-lo.

Eu sou um comprador compulsivo e muitas vezes compro expansões ou junto com o jogo base ou logo em seqüência, entretanto compro expansões, mas não as adiciono até que o base tenha ficado bem fixado e tenha sido entendido, entretanto não espero o Base me entediar para usar expansões e também não acho que expansões garantam um aumento enorme de rejogabilidade com relação ao base, apenas te dá vontade de revisitar mais algumas vezes algum jogo, mas se esse jogo já não tem rejogabilidade alta, não é a expansão que irá fazê-lo.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3428
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Pedro em Ter Mar 10, 2015 10:23 am

Bem, vale lembrar que alguns jogos dependem da expansão para funcionarem melhor. O Container tem que ter, uma única vez joguei sem e foi meio sem graça.


________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Trentini em Ter Mar 10, 2015 10:48 am

@Pedro escreveu:Bem, vale lembrar que alguns jogos dependem da expansão para funcionarem melhor. O Container tem que ter, uma única vez joguei sem e foi meio sem graça.

Certamente, não disse que expansões não melhoram o jogo, mas disse que dificilmente ela garanta maior rejogabilidade se o jogo base já não o tem suficiente, no máximo vai garantir que você tenha vontade de revisitar um jogo que enjoou.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3428
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Pedro em Ter Mar 10, 2015 10:50 am

@Trentini escreveu:
@Pedro escreveu:Bem, vale lembrar que alguns jogos dependem da expansão para funcionarem melhor. O Container tem que ter, uma única vez joguei sem e foi meio sem graça.

Certamente, não disse que expansões não melhoram o jogo, mas disse que dificilmente ela garanta maior rejogabilidade se o jogo base já não o tem suficiente, no máximo vai garantir que você tenha vontade de revisitar um jogo que enjoou.

Desculpe se pareceu, mas não disse que você tenha dito algo. Eu disse o que disse acima mesmo para complementar algo que não disse antes. Wink

________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por tiagovip em Ter Mar 10, 2015 11:01 am

Bem, a verdade é que rejogabilidade é, digamos, "importante", com aspas mesmo, na maioria dos casos. Por exemplo, se o Struggle of Empires não tivesse grande rejogabilidade, qual a importância real disso, se ele vem para a mesa 1x a cada 2 anos? Mesmo que você pense em jogá-lo até o final da vida, ainda dará uma quantidade de jogos que talvez não exaura o jogo mesmo sem ele possuir grande variação.

E ainda assim eu usualmente procuro jogos em que veja o potencial para grande variação entre as partidas. Jogos com eventos, com sorteio, com baralhos de cartas. E não por acaso entre meus jogos favoritos estão aqueles com grande variação (Arkham, Gears, Sentinels), mas, por exemplo, no caso do Arkham, apesar de ser bem variável, as expansões são bastante necessárias para melhorar o jogo, dar-lhe mais variedade, dificuldade.

Ademais, eu admiro os jogos que, com pouco, fazem muito, principalmente nisso de variação - como o Samurai e o Ra, do Knizia, o Macao, do Feld, etc.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6034
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por libonati em Ter Mar 10, 2015 12:26 pm

Não acho que um baralho de cartas e um setup diferente garantam a rejogabilidade! Se fosse assim freecell seria o campeão do bagulho.

Vejamos o caso dos citado Arkhan e Galatica... por mais que hajam eventos diferentes ou que saiam em ordens diferentes, eles não geram uma rejogabilidade tal a ponto do modo de se jogar ser mto diferente. Para mim (importante esclarecer que "para mim" significa na minha opinião pessoal), o feeling desses jogos é sempre o mesmo, um rush para resolver um puzzle antes da derrota chegar. Para esses tipos de jogos, acho as expansões fundamentais, pq justamente elas mudam ou aumentam o puzzle para tornar a coisa mais "nova".

Por isso, eu, pessoalmente, prefiro jogos competitivos... embora tbm goste de coops. porém, até mesmo estes demandam expansões vez ou outra para manter a coisa mais interessante. Inclusive, nada tenho contra expansões e não acho que jogos bons não dependem delas, como foi dito na citada BGBR.

Hoje em dia, prefiro exaurir o jogo base antes de adicionar qquer expansão (menos algumas promos, claro), ou em alguns casos até ignorar as expansões, como é com o Lancaster que não jogo com tanta frequência. Mas já fui bem completista, de querer ter tudo e ansioso para jogar tudo logo! Nesse ponto, até cito a expansão do Shogun que tenho há 3 anos e até hj não joguei!

Por fim, rejogabilidade pra mim é importante, mas se o jogo rende 50 partidas sem enjoar tá de bom tamanho, não preciso que todos os meus jogos durem para sempre e possam me acompanhar a ilhas desertas.

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2976
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Binderman em Qua Mar 11, 2015 9:10 am

@doizinho escreveu:
Quão importante é a rejogabilidade hoje em dia, com coleções cada vez maiores e menos espaço pra rejogar o mesmo título?

  Eu gosto do fator surpresa, da novidade e sempre vou aceitar uma partida de um jogo desconhecido. Mas jogar um jogo que se gosta várias vezes dá uma satisfação diferente, de fazer algo que você gosta, como reler um livro ou rever um filme.

@doizinho escreveu:
Você costuma jogar muito o jogo base antes de adicionar expansões?

 Normalmente sim, mas se o jogo tem chance de se repetir eu tento comprar uma expansão logo. Isso aconteceu com dois jogos: Castle Panic e Eldritch Horror. O Castle Panic ficou fácil demais e não havia mais emoção ou surpresa. No caso do Eldritch eu parei de jogar solo até que saia a expansão, pois me incomoda a repetição de encontros em praticamente todas as partidas.

@doizinho escreveu:
Quais jogos são os menos rejogáveis? E por quê? O jogo piora com o passar do tempo?

 Jogos com poucas opções ou com rodadas repetitivas são os menos rejogáveis.

  Alguns jogos pioram com o passar do tempo sim, principalmente aqueles onde se aprende com um bom grau de certeza a prever o que vai acontecer, bastando aos jogadores tentarem alcançar determinadas ações para terem chance de vencer. Para mim isso aconteceu com vários jogos, mas principalmente com o Puerto Rico e com o Torres, ou seja, jogos com um alto grau de informação aberta. Nesse ponto concordo com o Tiago, depois que descobri bons jogos com forte tema e alto grau de aleatoriedade, eles se tornaram meus favoritos.

  O Xadrez também é assim (informação aberta), mas ele é um jogo tão complexo que sempre existirão desafios, não importa seu nível ou a quantidade de partidas que você jogue.

________________________________________________
"Homo sapiens is an obsolete algorithm." Yuval Noah Harari

avatar
Binderman
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2676
Data de inscrição : 29/05/2013
Idade : 47
Localização : Universo observável

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Reffip em Qua Mar 11, 2015 11:03 am

@Binderman escreveu:
 Normalmente sim, mas se o jogo tem chance de se repetir eu tento comprar uma expansão logo. Isso aconteceu com dois jogos: Castle Panic e Eldritch Horror. O Castle Panic ficou fácil demais e não havia mais emoção ou surpresa. No caso do Eldritch eu parei de jogar solo até que saia a expansão, pois me incomoda a repetição de encontros em praticamente todas as partidas.

A expansão do Castle Panic salvou o jogo para o pessoal lá em casa também. Smile

Eu acredito que a rejogabilidade é algo bem importante. Principalmente numa coleção pequena como a minha.
Os bons jogos, mesmo quando caem numa rotina, ainda se mantem como bons jogos quando jogados com intervalos maiores de tempo. É o que sinto cada vez que tiro o Puerto Rico da estante. Devo jogar umas duas vezes por ano, e continua sendo divertido nessa freqüência.

Os jogos que morrem após um numero limitado de jogadas, coisas como Dixit e jogos com casos contados estão longe da minha preferencia. Eu penso sim em ter jogos que durarão a vida toda. Então fujo destes.

As expansões quando melhoram o jogo são muito bem vindas. Mas penso que os grandes jogos tem que ser grandes já sem a expansão. Me sinto mal com jogos que já chegam com 'espaço' destinado as futuras expansões. Me parece que estão entregando o jogo pela metade.

A gente tá pensando aqui no quanto a gente é capaz de variar dentro de um mesmo tema em um jogo, e o quanto o jogo proporciona essa possibilidade.

Então, gostaria de saber a opinião de vocês sobre a proposta de um jogo como  Risk-Legacy. Que propõe uma experiencia única, definitiva e no fim descartável de um jogo em sei lá, 15 partidas. É uma espécie de rejogabilidade ativa, mutante, forcada... porém com fim definido.

________________________________________________
plus ça change plus c'est la même chose...

-----------------------------------------
avatar
Reffip
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 658
Data de inscrição : 16/07/2014
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por tiagovip em Qua Mar 11, 2015 11:32 am

@Reffip escreveu:Então, gostaria de saber a opinião de vocês sobre a proposta de um jogo como  Risk-Legacy. Que propõe uma experiencia única, definitiva e no fim descartável de um jogo em sei lá, 15 partidas. É uma espécie de rejogabilidade ativa, mutante, forcada... porém com fim definido.

Bem, um dos melhores jogos que já joguei foi o Sherlock Holmes Consulting Detective, e este é basicamente a epítome de jogo sem rejogabilidade. São 12 casos e pronto. Mas a experiência de jogá-lo, junto com o grupo de pessoas envolvida (sem o mesmo), foi sensacional. Imagino que o Risk Legacy, guardadas as devidas proporções, pode proporcionar algo similar, mesmo que "perca a validade" após seu número limitado de partidas.

Agora, se o bom pode ser muito bom, no caso desses jogos, o ruim pode também ser aumentado, por saber que as partidas são limitadas, então fica-se na fissura de que todas sejam fantásticas, e, não sendo, pode-se até colocar em porcentagem de quanto do jogo foi "perdido" em uma partida ruim.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6034
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por libonati em Qua Mar 11, 2015 1:49 pm

No caso risk legacy, salvo engano, depois de um numero X de partidas, acaba a costumização, mas você pode continuar a jogar o Risk costumizado.

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2976
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por tiagovip em Qua Mar 11, 2015 2:21 pm

@libonati escreveu:No caso risk legacy, salvo engano, depois de um numero X de partidas, acaba a costumização,  mas você pode continuar a jogar o Risk costumizado.

Possível, mas não recomendado. As alterações provocadas podem causar vários desequilíbrios (propositais durante a campanha, como forma de recompensa).

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6034
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por doizinho em Qui Mar 12, 2015 3:33 pm

Deixei pra escrever por último dessa vez pra ver como a discussão se desenrolava e gostei de alguns argumentos.

Eu já tive uma fase completista, mas agora me contento com o base. Não tem um jogo meu, com exceção ao LotR: LCG, que eu diga que domino e preciso da expansão porque o jogo base perdeu a graça. Até o Legends of Andor, que tem um setup bem pré definido, apenas 5 cenários, e que eu jogo bastante com meu filho, pode entrar na categoria de "exaurido".

Portanto, nessa fase em que me encontro, a rejogabilidade não é um problema pra mim. E mesmo quando eu vejo a discussão de uma forma mais ampla, sem pensar apenas no meu caso, eu vejo que a rejogabilidade não é um problema - talvez seja pro Alexandre.

Concordo com quem disse que prefere tentar conhecer bem o base antes de partir pra expansão. Também concordo com quem usa as expansões que consertam o jogo, essas sim são necessárias e não se encaixam no caso de expansões para aumentar a rejogabilidade. E, finalmente, concordo com quem disse que é um desrespeito os jogos que são retalhados apenas pra arrancar mais dinheiro da gente.

________________________________________________
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3203
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por tiagovip em Qui Mar 12, 2015 3:51 pm

@doizinho escreveu:Portanto, nessa fase em que me encontro, a rejogabilidade não é um problema pra mim. E mesmo quando eu vejo a discussão de uma forma mais ampla, sem pensar apenas no meu caso, eu vejo que a rejogabilidade não é um problema - talvez seja pro Alexandre.

Por sinal, veja o sucesso do Black Stories entre nós. Dá para "queimar" os 50 casos em um dia até, mas duvido que alguém sinta-se "roubado" por isso.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6034
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por libonati em Qui Mar 12, 2015 5:05 pm

Jogos retalhados são mta sacanagem no meu ponto de vista tbm. Não gosto de abrir a caixa e ver espaço prum monte de expansão. Primeiro, pq além desse fator "arrancar o dinheiro", existe a chance da coisa não decolar e o jogo ficar sempre com a cara e sensação de incompleto, como foi com os DBG do Star Trek que foram lançadas duas linhas e nenhuma delas foi pra frente.

Com essa onda de KS isso está se tornando  mais usual ainda, sendo as expansões prometidas para pledges maiores ou strecth goals!

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2976
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por tiagovip em Qui Mar 12, 2015 5:22 pm

Bem, eu não me importo de um jogo vir preparado para expansões, desde que funcione bem sem a mesma.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6034
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tabuleiro Redondo 009 - Rejogabilidade e expansões

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum