Quarta, 03/Setembro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Reffip em Qua Set 03, 2014 7:03 pm

Forçadamente em casa depois de uma benzetacil, aproveitei a tarde solitária para testar o "Caverna". 


Depois de assistir alguns videos, ler e reler manual fiz o setup para 1 player. Eu como novato que nunca jogou Agrícola, vejo tudo como pura novidade!

O modo de jogo solo é praticamente o mesmo, a diferença é que saem alguns espaços de ação e as cartas que são colocadas face-down são pré determinadas. Isso não me soou muito bem, já que perde alguns pontos de rejogabilidade/surpresa aí. Os eventos especiais de colheita também não fazem parte do jogo solo.

Tanto no modo solo quanto com mas players, você tem a opção de jogar com o modo introdutório, ou com o Full. No Full temos o dobro de opções de furnishing tiles. Preferi começar no modo simples, já que ainda assim me pareciam muitas opções. No manual há a sugestão de que se estiver jogando num grupo de 6 a 7 pessoas, que se escolha o modo full mesmo na primeira partida (pela quantidade de tiles).

Modo simples:



Bom, vamos ao jogo:

Como tudo é novo pra mim, comecei meio devagar, cuidando da alimentação. Tentei garantir comida suficiente para cada harvest e fui buscando alguns recursos ainda se m muitas ambições. Na segunda rodada planejei construir a mina de para que eu conseguisse mais Ore para então conseguir forjar uma boa espada para meu anão.

Neste ponto, fiquei imaginando como deve ser complicado fazer estes planejamentos para o futuro, por etapas, jogando com outros players que podem pegar a ação antes de você.



Segui o fluxo do jogo, de vez em quando ficando um pouco preso na busca de alimento. Demorei um pouco para fazer meu primeiro bebê, e percebo que isso fez muita diferença na pontuação final.
Consegui ter um bom rebanho de ovelhas, garanti animais de todos os tipos. Construi uma segunda mina na caverna e um furnishing que dobrava a capacidade de alimentação por animal abatido. Além disso construí um espaço para meu anão recém nascido, que como disse anteriormente, chegou meio tarde e não ajudou muito.

Fiz uma pontuação bobinha de 52 pontos, mas deu para sacar bem melhor o funcionamento do jogo.

Minha primeira impressão é de que este modo solo é algo bem para aprender a jogar, e não para ser aquele jogo que você abre sozinho de vez em quando para se divertir. PRECISA de mais gente para cortar um pouco da sua liberdade...  hehehe.
Ainda assim, senti que é um jogo elegante, cheio de cuidado e detalhes.

Na próxima sexta levo na Lambda para fazer este teste com mais gente.

________________________________________________
plus ça change plus c'est la même chose...

-----------------------------------------
avatar
Reffip
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 655
Data de inscrição : 16/07/2014
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por libonati em Qua Set 03, 2014 7:17 pm

o jogo é muito bom mesmo... vale provar! Pena que não irei na próxima sexta.

De qquer sorte, atente-se que o jogo solo sofreu algumas pequenas alterações em virtude de um looping que permitia ao jogador fazer infinitos pontos (quando 52 então me parece pequeno kkkk).

Só isso que sei, mas no BGG deve ter mais informação.

Abraços.

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2975
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Trentini em Qui Set 04, 2014 9:52 am

Olha, esse é um jogo que sempre quero conhecer, tenho na minha wishlist, só não comprei ainda pq é caríssimo, mas apesar de vários pedidos nosso amigo Marcelo nunca leva Sad

Ainda bem que agora temos outra cópia entre nós.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3411
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Trentini em Qui Set 04, 2014 10:07 am

Aproveitando o tópico, ontem recebi o Pedro e o Gustavo lá em casa, o que jogamos foi:

Brass (Eu, Pedro, Gustavo) - Foi uma partida de re-aprendizado para o Gustavo, que pegou bem rápido o jeito e partiu para uma estratégia de vendas agressivas de algodão, na fase dos canais tudo certo, tudo lindo, demanda externa ainda estava razoável e conseguimos nos desenvolver de forma parecida, exceto pelo incomming monstro do Gustavo, por várias falhas de percepção e timming eu tive que pegar 2 empréstimos pesados logo no começo do jogo e a falta de dinheiro me impediu de desenvolver ainda mais. O Pedro tentou um jogo bem diferente, tentou evoluir ao máximo suas construções antes de fazê-las, investiu em carvoarias e shipyard já na fase dos canais, mas quando investiu na indústria têxtil, decidiu deixar suas fábricas de tecido para vender na fase da ferrovia, uma decisão arriscada que não faria ele pontuar por elas na fase dos canais. Dito isso, na fase das ferrovias a indústria têxtil teve um grande aumento, o Gustavo permaneceu com violência nesse mercado, e também no mercado metalúrgico, o qual eu simplesmente ignorei depois que fui bloqueado pelas cartas e pelos adversários. O Pedro e o Gustavo secaram a demanda externa de algodão bem rapidinho nessa fase e os portos seriam a salvação, eu tinha construído muitos portos e consegui vender meu algodão depois, mas não tanto quanto o Gustavo. O Pedro conseguiu um shipyard em Liverpool e eu bloqueei o caminho para os outros dois, fazendo um shipyard em uma das cidades, vendo seu caminho bloqueado o Pedro seguiu para o caminho de substituir carvoarias e metalúrgicas dos adversários, foi o que lhe restou no final após a demanda ficar grande e os produtos escassos. Na outra cidade não tive tempo de construir mais um shipyard e o jogo terminou com o Gustavo dando um baile com sua indústria têxtil e metalúrgica. Final Gustavo 178, eu 153 e Pedro 143.

Splendor (Eu, Pedro, Gustavo) - Foi uma partida de aprendizado tanto para o Pedro quanto para o Gustavo, o Pedro começou a ficar com sono e cometeu alguns erros no jogo com falha na interpretação da regra, com isso baixou uma carta que não conseguia pagar e a gente acabou não verificando, duas rodadas depois ele percebeu que errou e que comprometeria a partida, decidimos continuar mesmo assim dando a ele uma punição de uma rodada sem jogar (como se ele tivesse reunindo as pedras para poder pagar a carta), dito isso, o Gustavo conseguiu vencer seu segundo jogo da noite de uma forma quase inalcansável, mas cheguei perto. Final Gustavo 17, eu 14 e Pedro 5.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3411
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Reffip em Qui Set 04, 2014 10:20 am

O Marcelo não deve levar pelo peso e valor do patrimonio! hehehe É o tipo de jogo que é melhor você receber as pessoas em casa, colocar as pecinhas nos potinhos de plastico que voce tem na cozinha e ficar tudo sob controle!  Very Happy

Realmente é um jogo caro. Comprei por impulso, já estava com outros 3 jogos que eu queria MUITO na mão (Power Grid, Quantum e Jaipur) e quando vi essa caixa larguei os 3 por ele.

Amanhã eu levo.

________________________________________________
plus ça change plus c'est la même chose...

-----------------------------------------
avatar
Reffip
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 655
Data de inscrição : 16/07/2014
Idade : 33
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Soar em Qui Set 04, 2014 10:29 am

Opa!

Eu apresentei dois dos lights pro pessoal na Vila Celta

Bang x2: 
Primeira partida fui um fora-da-lei. Como sempre sou peneirado por balas de 45mm no inicio da partida . 

Porém na segunda partida algo inédito aconteceu:
Jogava com o Willy de kid, um piazinho desesperado em puxar o gatilho (podia usar quantas cartas BANG eu quisesse por round). Meu role era de Deputy (o assistente "baba-ovo" do xerife). 
Já estava com um pé na cova quando eu finalizei um fora-da-lei e ao comprar as 3 cartas de recompensa = eu comprei 3 BANGs!! Imediatamente finalizei o outro fora-da-lei e na compra de mais 3 cartas mais um BANG pra apagar o renegado. Matei 3 numa rodada!!!!
Gangster

Depois pra dissolver a animosidade do BANG jogamos uma de Intriga em Westeros do Knizia (também em 5 jogadores)

Abrax

________________________________________________
"We Are the Borg. You Will be Assimilated. Resistance is Futile"
 
avatar
Soar
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1800
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 45
Localização : Kronnos 1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por tiagovip em Qui Set 04, 2014 12:01 pm

Olá, pessoas!

Nesta quarta o Éder e o Marcelo foram lá em casa e o que jogamos foi:

- Onirim (eu) - como os demais jogadores demoraram um tanto mais para chegar, deu tempo para uma partida solo de Onirim. A ordem inicial das portas foi bem complicada, com duas portas vermelhas juntas perto do final e duas verdes juntas no meio. Ao menos saí com algumas azuis na mão, para iniciar a coisa, mas tive que usar o descarte para inverter a ordem de uma verde com uma marrom. Achei que a partida já tinha azedado perto do começo, pois usei duas chaves, para tentar me organizar, mas entre todas as cartas que vi, nenhuma era um Pesadelo, desse modo, tive de descartar cartas que poderia vir a usar. Porém, consegui fazer um esquema entre chaves, portas e mudar a ordem destas, o qual me permitiu recuperar terreno - consegui assim uma porta marrom e, depois, uma vermelha. Ainda assim, com os Pesadelos, o baralho foi acabando e, quando faltavam duas portas (uma vermelha e uma azul), fui descartando vermelhas e outras até poder trocar a ordem entre a porta vermelha (que era, então, a última, e a azul, a penúltima), porém levei nas fuças um Pesadelo, e optei por descartar da mão - e a sorte me ajudou: veio uma vermelha de círculo (eu tinha várias na mão, e era só a que faltava para encontrar a porta vermelha, porém, não podia finalizar a sequência, pois não era, ainda, ela que eu deveria achar, então, ao descartar a mão, eu precisa que uma nova vermelha de círculo viesse). Agora restava somente uma porta azul para encontrar, e o baralho tinha, acho, 4 cartas. Eu tinha uma chave azul, então, precisava que a porta azul estivesse entre as três de cima - e ela veio, na penúltima carta! Assim, usei a chave para abri-la e sair do mundo dos sonhos, faltando 1 carta para eu perder!;





- Galaxy Defenders (Éder, Marcelo e eu) - jogamos a missão 8 - Visitantes (Visitors) em que o objetivo é invadir a nave-mãe dos aliens, cuja localização foi descoberta, de forma a sequestrarmos o líder dos aliens - um Xeno-Grey. Não é uma tarefa simples, pois após o salto de altitude, os Agentes estão separados a princípio, e, além disso, a nave é protegida por aliens de guarda, incluindo um poderoso Nexus. Mas, afinal, se a missão fosse fácil, não teriam enviado os melhores, né?

Começo do cenário, com os agentes espalhados, o robozão guardando a entrada da nave e a agente Mercury (Éder) já se engajando em combate.




Lutas em dois frontes: num lado, o agentes Titanium e Chromium (Marcelo) evitam serem vistos pelos guardas diante da nave e tentam silenciar rápido em Xeno-Beta, enquanto, do outro lado, os agentes Mercury e o G-Droid lidam com um Xeno-Beta e um Xeno-Alpha.




O Éder faz história: sua agente, a Mercury, tenta usar o ataque de um satélite para começar a detonar o Nexus - são 8 dados no ataque, e o Éder rola 5 GD (que não causa dano) nos primeiros cinco dados, e mais um entre os três restantes, para um assombroso ataque de 1 de dano que sequer passa pela armadura do Nexus.




O Titanium e o Chromium tentar forçar o caminho para entrar na nave-mãe, mas um Xeno-Alpha e o Nexus tentam impedir.




Os aliens não conseguem impedir a entrada dos agentes, que invadem a nave-mãe. O Xeno-Gray convoca aliens para combater os invasores.




A luta dentro da nave é feroz, porém os agentes têm a vantagem do impulso e da confusão, e os aliens recuam, com quase todos estando feridos.




O Xeno-Grey é encurralado, mas com a ajuda de um Xeno-Alpha, este consegue escapar e inicia-se uma perseguição pela nave. Foi demorado, e uma armadilha dos aliens quase acaba com o G-Droid, que é pego numa linha de tiro e sofre o ataque de vários aliens, incluindo dois Alpha e um Beta - ainda assim, ele resiste, devido aos kits médicos. Então, o Chromium e o Titanium passam a atrair o fogo inimigo, enquanto o G-Droid faz uma volta pelos corredores, invade a sala em que o Xeno-Grey escondia-se e o derruba com uma arma atordoante. A agente Mercury, muito ferida, sai da nave-mãe para recuperar-se.




O Titanium e o Chromium continuam com a tática de distração (mesmo sob grande risco de serem mortos), enquanto o G-Droid faz seu caminho com seu prisioneiro para fora da nave.




O agente Chromium é mortalmente ferido e o Titanium está no limite de suas forças, contudo, ainda resiste. Um Xeno-Alpha corre para ajudar seu líder e tenta frustrar o sequestro. A agente Mercury vem em auxílio do G-Droid.




Os agentes Titanium e Mercury caem, mas a missão foi cumprida: o agente G-Droid escapa para uma área aberta, ao lado da nave, onde o resgate enviado pelo Centro de Comando o espera - numa ousada investida, o agente Titanium e a agente Mercury são, também, resgatados. Vitória, amargada pela perda do agente Chromium, que ganhara uma improvável promoção especial no próprio campo de batalha, e morreu como coronel platinum. Bem, ainda assim, vitória!




****** Diferente do cenário anterior, este foi bem legal, mas loooooongo. Ele não precisa ser, pois a missão encerra após a fase de evento quando o Xeno-Gray foi levado para fora da nave-mãe. Só que falhei na 1a tentativa de atordoar o Xeno-Gray, daí ele escapuliu (aqui fomos liberais com o movimento dele, puxado pelo Xeno-Alpha, já que não havia como ele sair da sala em que estava, pois ambas as portas estavam bloqueadas por agentes) e, daí, fomos pegos num tremendo tiroteio e briga de soco, em que todos apanhamos feio. Foi preciso desengajar duas vezes, com o G-Droid, só para chegar no Xeno-Gray, todavia, ao menos na segunda tentativa consegui atordoá-lo. O Chromium e o Titanium ficaram num canto distante, de forma a chamar a atenção dos aliens, para que o G-Droid tivesse o caminho livre para escapulir, porém um Xeno-Alpha verde flagrou o G-Droid e a Mercury, que tinha saído da nave, para não morrer, voltou para ajudar - mesmo assim o Xeno-Alpha resistiu ao ataque e foi preciso desengajar novamente para sair da nave. O Chromium caiu uma vez, levantou, daí voltou a ser derrubado e, finalmente, morto. O Titanium também caiu, porém aguentou tudo que foi de ataque, e conseguiu sair vivo da missão. O Xeno-Alpha verde perdeu o líder, mas socou a Mercury nas fuças, e ela também caiu, porém, como o Titanium, aguentou viva até o final. Completamos a missão no último turno possível, após o 16º evento! Foi emocionante, porém, foi preciso jogar até madrugada adentro.

Bem, foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 5997
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Gustavo em Qui Set 04, 2014 1:02 pm

Curti bastante o Brass, havia jogado uma vez atrás. Achei bem superior ao Age of Industry, espero encarar o jogo de novo.

Bem no início do jogo fiz uma estratégia que decidi seguir à risca - embora ninguém mais estivesse fazendo - ter um incoming alto desde o início. Assim, só fiz um empréstimo, e nas últimas rodadas tive bastante liberade de fazer trilhos duplos, pois sobrava grana.

O jogo é bem inteligente mesmo. A parte de vendas externas é ótima. Eu me ferrei numa venda rsrsrsrsrsrs pois fechou o mercado. Por sorte o Trentini estava com um porto só esperando pelas minhas mercadorias.

O Splendor é um ótimo jogo filler, achei excelente para jogar com novatos, embora talvez não seja algo de se levar muito a sério!

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1669
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Marcelo em Qui Set 04, 2014 9:55 pm

Excelente relato Perretto, não sei como você arrumou tempo para escrever! Eu acordei quebrado hj depois de dormir menos de 4 horas. De qualquer forma, valeu a pena a partida de ontem, foi um cenário desafiador. O ponto negativo foi a morte do agente Chromium, mas ele será bem representado por um novo agente que deve se apresentar para o trabalho dentro de 15 dias. 
Abraço.
avatar
Marcelo
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 629
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 39
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta, 03/Setembro

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum