Quarta - 23/julho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarta - 23/julho

Mensagem por tiagovip em Qui Jul 24, 2014 10:26 am

Olá, pessoas!

Nesta quarta o Marcelo, o Éder e o André foram lá em casa e o que jogamos foi:

- Gears of War: The Board Game (Éder, André, Marcelo e eu) - jogamos o último cenário da campanha: O Confronto (The Showdown), em que o soldados são enviados para eliminar uma das cabeças dos insetos invasores: o General Raam. Bem, ao menos os soldados ouviram o Comando dizer que o General estava em algum lugar por lá, porque assim, ver ele, nenhum viu. O que ocorreu foi diferente do esperado, pois os soldados chegaram preparados para uma ação furtiva, mas foram interceptados por um pelotão de insetos, composto por Guardas Palacianos e Granadeiros. Assim, os soldados foram pinados em uma posição relativamente protegida, valendo-se de uma curva no terreno, mantendo-se protegidos por uma parede de concreto, de forma a poderem reduzir o impacto dos números superiores de insetos, formando um gargalo pelo qual eles tinham que passar se quisesse ter ângulo de visão para os soldados.

Porém, as trocas de tiros causaram a aproximação de um Berserker Feral, que chegando até a posição dos soldados, obrigou o Cole, o Fenix e o Dominic a terem de avançar, desprotegendo-se e indo para o meio dos locais onde os Granadeiros e Guardas Palacianos faziam seus ataques - somente o Baird conseguiu manter sua posição, estando mais afastado dos combates, mantendo a retaguarda e dando fogo de apoio. O Berserker derrubou o Dominic e o Cole resistiu no limite, mas o avanço do Berserker serviu para animar os Granadeiros e Guardas, que decidiram forçar a passagem até o lugar próximo onde os soldados defendiam-se. O Cole interceptou um esquadrão e usou uma granada Bolo para explodir vários dos insetos, contudo, a proximidade do impacto fez o Cole também cair, abalado pela detonação.

A situação estava no limite, com o Dominic e o Cole feridos, Fenix teve de se adiantar e auxiliar Dominic, que estava mais próximo, e mesmo com o Fenix resistindo a um ataque massivo de Granadeiros e Guardas, a resistência dele foi minada e, quando uma granada explodiu próxima, o Fenix e o Dom caíram. Somente Baird mantinha-se apto para lutar, e valendo-se de kits médicos, auxiliou o Fenxi e o Dominic a voltarem para o combate, contudo isso durou pouco, pois o Berserker, mesmo ferido após a detonação de uma granada Bolo em cima dele, ainda os perseguia, destruindo tudo em seu caminho. O Fenix, usando-se da Scorcher, afinal derrubou a criatura. Foi um breve alívio, pois um Guarda Palaciano, de mira excepcional, derrubou dois dos soldados - o Fenix e o Baird, permitindo um vão para a corrida adiante dos Granadeiros, que, num ataque conjunto, pegaram o Dominic.

Era o fim da missão!

Imagem mais aberta do cenário, notem o Berserker vendo a ação de fora (um de nossos poucos orgulhos na missão, o outro sendo quando o Éder/Dominic fez um rolagem que causou 10 pontos de dano!):



Um close do final, mostrando bem o tile onde tudo na partida ocorreu:



***** Perdemos e foi um massacre. Fora um passinho dado pelo Dominic para fora do primeiro tile, não conseguimos ir adiante. O Berserker veio muito rápido e chegou surrando. Os Granadeiros são uns filhos do capeta, rolando 4 dados de ataque e ainda causando dano aos outros soldados na mesma área. Numa nova oportunidade, o melhor será provavelmente manter os soldados mais afastados uns dos outros, mas quando é preciso levantar alguém, raramente será possível. Conseguimos nos manter na briga por muito mais tempo do que esperávamos, com o Fenix (André) usando-se da cobertura para resistir à vários ataques, e o Baird (Marcelo) aguentando três ativações de insetos seguidas. No entanto, se a defesa do Fenix estava excelente, seus ataques foram pífios. Levamos "sorte" de o Cole, que tinha 4 granadas, e o Fenix, o único com munição para a Scorcher, acabaram caindo e o Berserker pode fazer sua destruição pouco incomodado. Então, campanha encerrada e, infelizmente, vitória final dos insetos: 5,5 x 3,5;

- DC Comics Deck-Building Game x2 (André, Marcelo, Éder e eu) - como não demoramos lá muito para perder o cenário do Gears, deu tempo para duas partidas deste deck building. Na primeira partida, com o Caçador de Marte, o Marcelo saiu pedalando, mas eu fiquei na cola, com o Aquaman, enquanto o Éder conseguia, vez sim, vez não, fazer algo bom com o Batman, e o André estava todo perdido e azarado com o Lanterna Verde. Fiz um baralho cheio de vilões, usando o Asilo Arkham e a Visão de Calor para dar uma acelerada em meu baralho, e acabei por passar o ritmo do Marcelo. No final, 41 pontos para mim, 31 para o Éder, 29 para o Marcelo e 14 para o André. Já lá com a segunda partida bem encaminhada, o Marcelo disse que calculou errado seus pontos por causa do Esquadrão Suicida, e, com isso, empatamos em 41. O desempate seria para quem tivesse mais supervilões no baralho, então mantive-me na frente de qualquer modo, mesmo após a recontagem malandra. Na segunda partida, fui com o Lanterna Verde, e demorei para entrar no ritmo dos outros (o que é natural para o Lanterna, já que para a habilidade dele valer, só quando tem-se já várias cartas de nomes diferentes no baralho, e vir pelo menos três na mesma mão de cartas, o que certamente não ocorrerá cedo em qualquer partida). O Marcelo choramingava como um órfão com fome na chuva, mas ia, com o Flash, novamente comprando cartas do Esquadrão Suicida (mostrando que ele tem só um truque na manga), enquanto o André, com o Batman, engatou uma sequências tremendas de compras de cartas, acelerando o baralho dele, e foi o primeiro a começar a bater nos supervilões. Eu eventualmente entrei nessa folia, e com duas cartas de Visão de Calor, diminuiu meu baralho um tanto e comecei a ativar com frequência a habilidade do Lanterna. O resultado foi novamente bem disputado: o Marcelo venceu, com 41 pontos (novamente 16 pontos vindos do Esquadrão Suicida), seguido pelo André com 40 (que, considerando que o Marcelo não sabe contar direito, podia ter exigido uma recontagem, mas não o fez). Eu fechei com 37 e o Éder com 24.

E foi isso!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6027
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Trentini em Qui Jul 24, 2014 10:33 am

Mais um massacre no Gears.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3425
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por libonati em Qui Jul 24, 2014 3:03 pm

Ontem me reuni com o Gustavo e o Perusso. na casa deste, para jogarmos Through the Ages.

Era partida de aprendizado do Perusso e a segunda do Gustavo, depois de muito tempo, mas mesmo assim jogamos o modo full (oq decidi não fazer mais depois dessa oportunidade).

O jogo se desenrolou bem, com o Gustavo e o Perusso rushando o militar desde o inínicio e eu fique lá atrás, bem atrás, até o início da segunda era, qndo com tecnologias e uma tática melhor, consegui me equiparar com os adversários.

Minha produção de ciência era a maior dentre nós, até o início da terceira era, qndo o Da Vinci morreu e as coisas degringolaram qndo por um evento precisei destruir um dos meus labs. Todavia, passei a investir fortemente em cultura, afinal é o que ganha o jogo, e assim que terminei a torre eifel, elegi o rock n roll icon, desenvolvi e construí movies, então pulei de 2 para 15 de cultura... nessa hora o Gustavo teve um ataque de pânico e culpou o Perusso pelos pactos de não agressão que tinha feito comigo, alegano que o jogo já tinha acabado e que eu tinha vencido.
Porém, o TtA permite algumas revira voltas e logo em seguida, o Gustavo resolve declarar guerra contra mim. Já prevendo isso, numa rodada anterior peguei algumas cartas amarelas que me ajudariam e quando declarada a guerra, consegui rushar o militar numa única rodada e, assim, o resultado foi pouco impactante - aparentemente - tirando 3 pontos meus e dando-os para ele. Logo após, ocorreu o final da partida, com os eventos de fim de jogo, jogados pelo Gustavo, beneficiando-o mais. Com isso, a partida terminou com 7 pts. de vantagem para ele sobre mim. Não anotei a pontuação final.

Me sinto mal por ter me esquecido de explicar os eventos de final de jogo e de não ter sido claro o suficiente sobre airplanes. Mas mesmo assim a partida valeu, pelo menos como aprendizado.

Valeu pela partida pessoal.

Abraços.

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2976
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por tiagovip em Qui Jul 24, 2014 3:09 pm

@libonati escreveu:nessa hora o Gustavo teve um ataque de pânico e culpou o Perusso pelos pactos de não agressão que tinha feito comigo, alegano que o jogo já tinha acabado e que eu tinha vencido.

Entendo.

@libonati escreveu:Me sinto mal por ter me esquecido de explicar os eventos de final de jogo e de não ter sido claro o suficiente sobre airplanes. Mas mesmo assim a partida valeu, pelo menos como aprendizado.

Entendo também!

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6027
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Gustavo em Qui Jul 24, 2014 3:44 pm

Gostei bem mais desta partida. O jogo é realmente muito bacana.

Realmente fiquei de cara com os pactos feitos, pois da outra vez que joguei havia acontecido a mesma coisa - o Artur, que estava muito atrás, decidiu fazer um pacto com o Binder, que estava em segundo mas obviamente ia disparar nos pontos. Assim como ontem, em que embora eu estivesse na frente nos pontos temporariamente, era óbvio que era coisa do momento.

Em suma: o odiado Bash the Leader, em um jogo onde é visível que estar na frente não quer dizer nada. Eu já fico DE CARA com o Bash the Leader tradicional, ainda mais um Bash the Apparent Leader. E os pactos não ajudaram em nada o Perusso... A única forma dele conseguir vencer era ir para a violência, e ele havia cancelado isso.

O mais engraçado é que os tratados nem adiantaram nada. Um deles dava mais 4 de força pro Bruno, até desisti de convencer o Perusso a desfazê-lo, decidi tentar ganhar com o que tinha. O outro, que foi desfeito, teria dado ao Bruno 2 pontos de vitória, que não mudaria nada.

Mas na hora eu não sabia de uma regrinha, que foi a que me ajudou. Admito que a regra de eventos finais soou estranha, embora tenha me auxiliado. Mas depois o Bruno disse que há outras cartas que ajudam outras coisas, então tudo bem, talvez eu tenha dado sorte.

Acho que é meu favorito jogo de civilizações. Não que a concorrência seja muito forte - Civilization, 7 Wonders, Nations... Hm, lembro que o Civilization antigo, da década de 80, parecia ser bacana, embora como jogamos com certa pessoa explicando as regras, nunca se sabe.

Ontem inclusive o fato de regras mirabolantes surgirem do nada foi denominado algumas vezes de Perrettada, mas obviamente essas pessoas não conhecem certa outra pessoa que, jesus... tirava umas cem regras da cartola e bem quando mais... ah, deixa pra lá.

Claro que o momento da noite mais marcante foi o Bruno ter deixado a janela do meu carro aberta. O carro ficou 6 horas nas rua com a janela aberta, mas por sorte nada de grave aconteceu...

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1687
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por doizinho em Qui Jul 24, 2014 3:51 pm

Esse jogo é engraçado pois normalmente não tem bash the leader, o mais comum é baterem no mais fraco. É lindo ver o mais fraco ficando cada vez mais fraco por 3 horas...

________________________________________________
avatar
doizinho
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3196
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 40
Localização : Curitiba - PR

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/doizinho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por tiagovip em Qui Jul 24, 2014 4:10 pm

@Gustavo escreveu:Em suma: o odiado Bash the Leader, em um jogo onde é visível que estar na frente não quer dizer nada. Eu já fico DE CARA com o Bash the Leader tradicional, ainda mais um Bash the Apparent Leader. E os pactos não ajudaram em nada o Perusso... A única forma dele conseguir vencer era ir para a violência, e ele havia cancelado isso.

Não era aparente se você venceu!


@Gustavo escreveu:Ontem inclusive o fato de regras mirabolantes surgirem do nada foi denominado algumas vezes de Perrettada, mas obviamente essas pessoas não conhecem certa outra pessoa que, jesus... tirava umas cem regras da cartola e bem quando mais... ah, deixa pra lá.

Que cretinice. Eu erro desde o começo até o final, de modo integral e retilíneo. Raramente incluo regras no meio, se estiver errado (e usualmente está), deixo ir errado até o final da forma que havia falado que era "certo".

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6027
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Gustavo em Qui Jul 24, 2014 4:23 pm

@doizinho escreveu:Esse jogo é engraçado pois normalmente não tem bash the leader, o mais comum é baterem no mais fraco. É lindo ver o mais fraco ficando cada vez mais fraco por 3 horas...

É, eu acho que eu não seria capaz de uma maldade dessa... bem parecida com o modo de jogo de certas pessoas cujo nome não podem ser pronunciadas (é notório que certas pessoas nos espiam, leem este blog ocasionalmente).

@tiagovip escreveu:
@Gustavo escreveu:Em suma: o odiado Bash the Leader, em um jogo onde é visível que estar na frente não quer dizer nada. Eu já fico DE CARA com o Bash the Leader tradicional, ainda mais um Bash the Apparent Leader. E os pactos não ajudaram em nada o Perusso... A única forma dele conseguir vencer era ir para a violência, e ele havia cancelado isso.

Não era aparente se você venceu!

Ah, sim, mas venci somente por causa dessa regra que surgiu do chapéu! Eu não sabia dela antes... não contava com ela. Além do evento que eu coloquei, que me deu uns 7 pontos, havia outro que também me ajudou (e que eu não conhecia).

Além disso, na hora que toda essa confusão ocorreu, eu estava uns 6 pontos a frente do Bruno. Eu ganhava 4 pontos de vitória por turno. Ele havia a pouco começada a ganhar 15.

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1687
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por libonati em Qui Jul 24, 2014 4:42 pm

@Gustavo escreveu:Gostei bem mais desta partida. O jogo é realmente muito bacana.

Já fico bem feliz que vc tenha saído mais contente desta partida.

@Gustavo escreveu:Realmente fiquei de cara com os pactos feitos, pois da outra vez que joguei havia acontecido a mesma coisa - o Artur, que estava muito atrás, decidiu fazer um pacto com o Binder, que estava em segundo mas obviamente ia disparar nos pontos. Assim como ontem, em que embora eu estivesse na frente nos pontos temporariamente, era óbvio que era coisa do momento.

Em suma: o odiado Bash the Leader, em um jogo onde é visível que estar na frente não quer dizer nada. Eu já fico DE CARA com o Bash the Leader tradicional, ainda mais um Bash the Apparent Leader. E os pactos não ajudaram em nada o Perusso... A única forma dele conseguir vencer era ir para a violência, e ele havia cancelado isso.

Não acho que o Perusso tenha feito mal os pactos. No momento que propus o primeiro pacto, de paz, ele estava uns 10 pts. mais fraco que eu e, naquele momento, vc fazia 6 de cultura por rodada, ao passo que nós dois fazíamos apenas 2, e estava bem na frente no marcador de pontos. Só depois disso consegui terminar a torre e no turno seguinte baixar e construir movies, junto com o rock n' roll icon.

Claro que eu não sabia das intenções dele de rushar o militar naquele momento, e claramente o vulto que o jogo vai tomando, tornou difícil ele ver e agir claramente no final (e por isso prefiro me limitar ao jogo avançado no máximo quando estiver ensinando). Mas realmente se a intenção dele era tratorar com guerras, jamais deveria ter aceitado o pacto.

Mas como foi visto ontem, o jogo permite grandes revira voltas, não acho que o bash the leader seja tão evidente assim. Claro que se vc constrói uma máquina militar e o outro não vc quer fazer valer seu investimento e ganhar o jogo com isso, ai vc pode optar por bater no mais fraco ou tentar segurar o cara que está na frente em pts., vai de cada situação. Errado é deixar os outros darem saltos gigantescos na sua frente de 40, 50 pts. e vc não conseguir construir nada, nem que lhe de pontos, recursos, militar, sei lá... oq é meio comum nas primeiras partidas Smile !

@Gustavo escreveu:Claro que o momento da noite mais marcante foi o Bruno ter deixado a janela do meu carro aberta. O carro ficou 6 horas nas rua com a janela aberta, mas por sorte nada de grave aconteceu...

Por sorte ngm se aventurou no carro e a chuva foi amena, pq não ficou uma frestinha do vidro aberta, foi quase metade da janela Wink... desculpa aí Gustavo!!!

________________________________________________

libonati
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 2976
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.worldrpgfest.com.br/site

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Pedro em Qui Jul 24, 2014 4:46 pm

@Gustavo escreveu:Claro que o momento da noite mais marcante foi o Bruno ter deixado a janela do meu carro aberta. O carro ficou 6 horas nas rua com a janela aberta, mas por sorte nada de grave aconteceu...

Por sorte ngm se aventurou no carro e a chuva foi amena, pq não ficou uma frestinha do vidro aberta, foi quase metade da janela Wink... desculpa aí Gustavo!!![/quote]

Não sei pq, mas o Libo fazer algo assim não me impressiona...  Evil or Very Mad 

________________________________________________
avatar
Pedro
18XX (Admin)
18XX (Admin)

Mensagens : 1958
Data de inscrição : 24/05/2013
Idade : 34
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.meeplehouse.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Trentini em Qui Jul 24, 2014 4:59 pm

Considerações sobre o TTA e Libonatada nas regras: A libonatada é normal e já estamos acostumados, acho que todo mundo aqui já errou regras e ninguém tem moral para julgar o outro.

Quanto ao TTA e bash the leader, bash the leader vai existir em qualquer jogo que vc veja alguém ganhando mais pontos de vitória do que outros, mesmo que aparentemente. Se não quer jogar com Bash the leader acho que vale a pena ficar em jogos para 2 pessoas. Ainda sobre o Bash the leader, ele existe, mas não é tão aparente, mesmo pq o mais fraco costuma ser saco de pancadas nesse jogo, a lógica dele propicia isso, fico feliz que não tenha ocorrido e talvez o Perusso tenha saído com uma boa impressão do jogo.

Fora isso, parece ter sido uma boa partida.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3425
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Gustavo em Qui Jul 24, 2014 5:10 pm

Em dois, basicamente só há Bash the Leader ou Bash the non-leader.

Que fique claro que muito da minha indignação estava no fato de que eu estava tutoriando o Perusso durante grande parte do jogo. O Bruno inclusive precisou me impedir de fazer isso. Como foi dito ontem, eu conhecia as cartas do Perusso melhor que ele mesmo!

Realmente acho que ele teria tido chances se se concentrasse em brigar, ao invés de fazer os pactos ou qualquer outra coisa. No final, eu acabei fazendo o que eu achava que ele devia ter feito - ele estava inclusive com tecnologias militares superiores às minhas, mas menos bem arrumadas.

De qualquer maneira, o que agradou foi que você não se foca em algo particular o jogo inteiro, mas varia aqui e ali em prioridades.

________________________________________________
"From the last ills no being can save another; therein each man must be his own saviour." - Herman Melville



avatar
Gustavo
Arkham Horror
Arkham Horror

Mensagens : 1687
Data de inscrição : 25/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Andre Perusso em Sex Jul 25, 2014 12:13 am

Na minha opinião o Gustavo deu piti por causa de uns pactos que eu fiz com o Libonati no momento em que ele, Gustavo, estava ganhando e nos atrás. Depois que cancelamos os pactos devido a gritaria do Gustavo ele foi lá e ganhou sem que eu, com meus exércitos podres, nem interferisse no jogo. Logo, concluo que os pactos não mudaram o jogo em nada. Gustavo poderia ter ganho, e ganhou, por uma estratégia que fez sozinho.
avatar
Andre Perusso
Ra
Ra

Mensagens : 131
Data de inscrição : 18/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarta - 23/julho

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum