Quinta - 17/abril

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quinta - 17/abril

Mensagem por tiagovip em Sab Abr 19, 2014 2:58 am

Olá, pessoas!

Quinta à noite, aqui em casa vieram o Samuca, o Gabriel, o André e o Marcelo e o que jogamos foi:

Love Letter (André, Gabriel, Samuca e eu) - uma partida amplamente controlada pelo André, que disparou na frente, mas com todos contra, ele sofreu algumas derrotas, o que permitiu ao Samuca igualar o placar, mas no mano a mano, o André defendeu-se bem e conseguiu a vitória que precisava, fechando em 4 vitórias, contra três do Samuca;

Medici (Marcelo, Samuca, Gabriel, André e eu) - pouco além de um ano da última partida, o Medici voltou à mesa. A partida foi bem disputada, com o André e o Gabriel conseguindo a liderança após o primeiro dia de compras e vendas. No segundo dia, o valor dos leilões subiu consideravelmente, mas consegui boas aquisições, principalmente em grãos, e estava liderando a disputada pelas compras mais valiosas do dia até a última peça - aí o Gabriel, pegando a peça derradeira do saco, tirou o ouro e, com ele, passou-me, custando-me 10 dinheiros. Ainda assim, em segundo no total, consegui encostar na quantidade de dinheiro do Gabriel e do André, que até então só evitava os leilões como se fossem a peste (e ainda levou bastante sorte com os tecidos, para desespero do Marcelo). O terceiro e último dia, marcou uma tremenda recuperação do Marcelo, que vinha lá pela rabeira, junto do Samuca. Vali-me da estratégia do André e evitei os leilões mais elevados, praticamente não gastando dinheiro, enquanto os demais ainda trocavam sopapos. No final, isso fez a diferença e encerrei na frente, com 98 dinheiros, contra 91 do Marcelo e 90 do André;

Family Business (Marcelo, Samuca, Gabriel, André e eu) - como usual o jogo serviu para testar as amizades, com todos tentando empurrar os criminosos e mafiosos dos outros para o paredão. Inicialmente a briga concentrou-se entre o Samuca, que defendia-se de tudo, o Marcelo e o Gabriel, enquanto o André e eu assistíamos o confronto. Mas logo entramos na luta, e entre contratos e influência familiar, as mortes começaram a se acumular e, depois de uma Vendetta, jurei que o Marcelo ia para a cova. Dito e feito, o Marceleza foi eliminado por ação minha, e foi logo seguido pelo Gabriel - cortesia do André. Estava liderando, mas acabei não resistindo aos ataques seguidos e também caí fora. No mano a mano, o Samuca, com os Ladrões de Banco, deu-se melhor e apagou o último mafioso do André, ganhando assim a disputa entre as gangues;

Keyflower (Marcelo, Samuca, Gabriel, André e eu) - estreia minha no jogo. O Keyflower é um jogo bastante diferenciado, pois mistura leilões, com administração e conversão de recursos, com uma importante parte de construção espacial de sua vila, pois é relevante onde os tiles adquiridos são colocados (podendo ser mais fácil ou difícil levar os recursos necessários para realizar as melhorias neles dependendo de onde esses locais estiverem). No jogo não há moeda, os leilões são feitos colocando-se trabalhadores ao lado da construção que deseja-se. A cor do trabalhador importa: se eu fui o primeiro a dar um lance, usando um meeple amarelo, quaisquer outros que venham entrar nessa disputa depois, precisam fazê-lo usando meeples amarelos. Ademais, o jogo permite usar as construções antes mesmo que essas sejam adquiridas por alguém - coloca-se um ou mais trabalhadores no tile e realiza-se a ação indicada, e os meeples ficam ali, pois quem vencer o leilão pela construção levará junto os meeples que estejam em cima do tile. Qualquer tile, que já tenha sido adquirido ou que esteja sendo leiloado, pode receber um máximo de 6 meeples e é sempre preciso adicionar um meeple a mais do que o que a pessoa anterior usou para poder ativar novamente a construção (então, o máximo que uma construção pode ser ativada é três vezes - 1 meeple, depois 2, e daí 3, mas é possível, para "travar" uma construção, colocar de uma vez três meeples). Se alguém usar uma construção sua, ao final da estação você adicionará os meeples alocados ali aos demais que você terá disponível para usar. O jogo desenvolve-se em quatro fases - ligadas às estações do ano, começando pela primavera e encerrando no inverno. Assim, haverá quatro leilões de tiles e ativação das construções - que usualmente fornecem recursos como pedra, madeira, ouro e outras coisas, que são utilizadas para fazer upgrade das construções (o que fará com que alguns rendam pontos ao final do jogo) e para preparar o campo para adquirir e pontuar as construções que estarão disponíveis no inverno e que provavelmente serão as principais fontes de pontos do jogo (construções como: ganhe 2 pontos para cada pedra que houver na construção; ganhe 5 pontos para cada conjunto de recursos; e assim vai). Ao final, vence quem fizer mais pontos.

Na partida, o André e eu começamos bem, conseguindo pegar três construções, enquanto os outros ficaram em duas ou uma. É verdade que não peguei minhas primeiras opções, mas acabei gostando das que adquiri. O André tentou fazer um esquema que o permitiria mover recursos e realizar melhorias em suas construções com facilidade, mas nos leilões do verão, consegui interromper isso ao pegar uma dessas construções após uma tremenda disputa de meeples vermelhos. O Marcelo e o Samuca pareciam perdidos e o Gabriel, com poucos meeples, teve que começar a passar a vez cedo. O André e eu começamos a melhorar nossas construções e, como eu disse, as minhas faziam o que eu queria, assim não precisava usar a dos outros, mantendo vários dos meus meeples comigo mesmo. Nos leilões do outono, o Gabriel praticamente ficou de fora, buscando só acumular uma montanha de meeples para as disputas de inverno; o André conseguiu uma que fez funcionar à toda, acumulando uma montanha de pedras nela - eu fiz o que pude com as minhas, mas nada nem perto da eficiência. Chegando o inverno, as construções especializadas em render pontos vieram para o leilão e, realmente só um me interessava e não tive que disputá-lo. O Samuca e o Gabriel entraram numa disputa por tiles que marcavam pontos por meeples, o que acabou sendo prejudicial para ambos, já que os dois tiveram que usar grandes quantidades deles para conseguir as construções. O André estava bem posicionado, com o melhor lance na Keythedral, porém consegui podá-lo na aquisição de um barco que iria render a ele 11 pontos (para mim foram 8 ), tendo que se contentar com um que lhe rendeu 1 ou 2. Porém os meus esforços só serviram para reduzir o vão, pois, ao final, a vitória ficou com o André, com 72 pontos, contra 69 meus. Gostei bastante do jogo - mas, em vários momentos, não consegui evitar um belo AP - que é bem diferente em suas mecânicas, e recomendo aos confrades que o conheçam!

E foi isso.

Abs,

________________________________________________
From even the greatest of horrors irony is seldom absent. -- H.P. Lovecraft
avatar
tiagovip
Sherlock Holmes
Sherlock Holmes

Mensagens : 6027
Data de inscrição : 24/05/2013
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://www.boardgamegeek.com/user/tiagoVIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 17/abril

Mensagem por Marcelo em Sab Abr 19, 2014 2:18 pm

Muito boa nossa noite de jogos, joguei Family Business, Medici e Keyflower (ainda sem estrear a expansão Sad ). No Family Business fui sacaneado pelo Perretto e André, que covardemente me eliminaram fazendo um trabalho em conjunto. Como sempre foi um jogo de muitas risadas, curti bastante essa partida. O Medici eu havia jogado ano passado e logo recordei as regras, fiz uma primeira e segunda rodadas relativamente ruins, ficando quase sempre em penúltimo lugar, mas na última rodada tudo pareceu encaixar bem, consegui uma pontuação muito alta, pulando de penúltimo para segundo, apenas 7 pontos atrás do Perretto e 1 na frente do André. Se eu não tivesse gasto tantos pontos para bater o Samuca em um leilão que foi até 25 pontos e o André não fosse tão largo nas suas compradas, talvez pudesse ter vencido a partida. Bom jogo, simples e divertido. Por fim veio o Keyflower, todas minhas partidas anteriores foram com 3 ou 4 jogadores, foi uma nova experiência jogar em 5. O Perretto já detalhou muito bem a essência do jogo, e com 5 jogadores entram mais tiles e barcos, que geram benefícios durante a partida e na pontuação final. Logo na primeira estação fui superado pelo Perretto e André, que souberam escolher as cores certas para vencer os leilões. O Samuca estava tentando bolar uma estratégia e também não conseguiu muita coisa na primavera. Já o Gabriel adotou uma postura interessante durante o jogo, poupou trabalhadores nos primeiros leilões e fez a festa com um exército de meeples no final do jogo (claro que a baixa produção nas primeiras estações pesaram, mas achei uma alternativa interessante dependendo dos tiles de inverno que você tem na mão). E assim foi até o inverno, onde cheguei quase sem recursos, comprando pouquíssimas construções. Meu maior erro foi não ter investido em tiles que favoreciam o aumento de trabalhadores, poderia ter chegado mais competitivo na última estação. Excelente partida, gostei de jogar em 5 pessoas, embora aumente significativamente o tempo de jogo.
Enfim, obrigado Perretto por nos receber mais uma vez.

Abraço.
avatar
Marcelo
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 629
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 39
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 17/abril

Mensagem por Gabriel em Dom Abr 20, 2014 3:16 pm

Bela noite de jogos, pessoal.
Bons relAtos também...

Gostei do Keyflower, apesar de ter me frustrado um pouco. Áudio
Aguardo uma próxima oportunidade!

Gabriel
Power Grid
Power Grid

Mensagens : 601
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 17/abril

Mensagem por Trentini em Ter Abr 22, 2014 8:50 am

Legal a partida, o Keyflower um dia quero conhecer.

________________________________________________
Oh, sleep my child

avatar
Trentini
Middle-earth Quest
Middle-earth Quest

Mensagens : 3425
Data de inscrição : 25/05/2013
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://boardgamegeek.com/user/alepsycho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quinta - 17/abril

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum